Aaah a São Silvestre….

Não vou mentir que tenho muita preguiça da discussão tão sazonal que é falar mal da São Silvestre entre a segunda quinzena de dezembro e a primeira semana do ano. O Cassio Politi, sou suspeito porque amigo, é um dos caras mais lúcidos que podem falar de corrida nesse país. Soube agora que ele escreveu um texto no Pulso listando alguns pontos positivos e negativos de nossa maior corrida. E na sequência veio no mesmo veículo uma resposta amistosa do Ricardo Chester se contrapondo ao Politi.

O que eu acho? É sempre difícil discordar do Politi quando o assunto é mercado running, porém ele e MUITOS partem de uma premissa bem equivocada: a São Silvestre NÃO é feita para corredores. Transformá-la tecnicamente como muitos falam é como fazer de uma micareta do interior mineiro em um desfile técnico na Sapucaí, com harmonia, evolução e recuo de bateria, tudo sem beijo na boca. Continuo com minha opinião: se você vai lá para correr (o seu) forte, VOCÊ está fazendo isso errado, não a Globo.

Lembremos que a Globo fala para uma população inteira e a corrida é coisa de muito pouca gente neste país. Não acredite nunca nessa balela de “há 4 milhões de corredores no Brasil”, isso é estatística capenga que abre apresentação preguiçosa em PowerPoint. A Globo fala com as massas, então será às massas que ela organizará uma corrida, não pra quem treina 4 vezes por semana com tênis especial.

Por outro lado, o Chester com quem concordo muito mais no texto, usa os EUA como base. Não posso jamais concordar. Usá-los para falar de corrida é como explicar a estratégia do time de basquetebol da classe do seu sobrinho da 5ª série baseado no que faz o Lakers do Kobe Bryant. Há quase 2 milhões de corredores por ano fazendo 21km nos EUA, aqui são 75.000. O que se aplica lá não se aplica aqui. Ainda. Mas concordo: a SS é um sucesso que tem muito mais acertos do que erros.

Por fim, tenho outro ponto: A Globo sabe MUITO melhor do que eu, Politi e Chester juntos, como fazer algo ser um enorme sucesso. É sempre muito maior a chance de ela estar certa e nós completamente errados. Não deixa de ser petulante e arrogante querermos nós, que não organizamos sequer uma corrida em volta do quarteirão, ensinar quem levou a São Silvestre ao patamar que hoje se encontra.

Por fim, Chester e Politi não pediram minha opinião, colegas meus que são, estão à vontade e com convite aberto para qualquer réplica.

Sao Silvestre - HIST DO MUNDO

Etiquetado , ,

15 pensamentos sobre “Aaah a São Silvestre….

  1. Marcelo hideki disse:

    Acredito que “O clima festivo entre público e corredores” era muito maior quando a disputa acontecia no final da tarde ou de noite.A Globo quando quer,realmente sabe promover algo,o problema é que muitas vezes ela não faz questão disso,difícil acreditar que a audiência da São Silvestre seja maior na parte da manhã do que no final da tarde.No dia 31 de dezembro vejo que a prioridade da emissora não é a corrida e sim os shows das Viradas.
    Eu sei que minha opinião não vale nada para quem ”organiza” a prova,o que eu posso fazer é não participar de algo que não concordo e é isso que tenho feito nos últimos anos,sei que minha ausência não faz nenhuma diferença para a Yescom,mas é o que eu posso fazer.

    Curtir

  2. Marcelo, mas é claro que a Globo prefere os shows da virada à passar uma corrida às 23:30 hrs do dia 31 de dezembro. Os tempos são outros, não dá pra voltar atrás. A prova foi mudada para a parte da manhã inclusive porque havia muitos corredores pedindo, lembro-me muito bem disso a uns 2 ou 3 anos atrás. Fiz a SS duas vezes e me diverti bastante. Acho uma grande bobagem querer ir na SS “fazer tempo” (como se 01:00 ou 01:05 pra 15 km fosse uma marca fortíssima )…No mais, concordo com tudo o que o Balu falou.

    Curtir

  3. Fabiano T Possati disse:

    Não e uma corrida e sim uma festa popular que as pessoas vão, para encerrar seu ano festivamente. Onde são cumpridas muitas promessas de corredores iniciantes.

    Curtir

  4. Bruno Gelmi disse:

    Certamente a SS não precisava nem ser tão organizada quanto uma Major nem tão esculhambada quanto ela é. Achei muito interessante a questão dos voluntários. Isso faria muita diferença e aumentaria pouco os gastos. Mas de fato não é uma prova para corredores, mas será que um dia será?

    Curtir

  5. Cassio Politi disse:

    Não tenho réplica a fazer, Balu. Só quero dizer que o debate está delicioso! Se você e o Chester concordassem comigo, não teria graça, pois não haveria debate. Divergimos, e isso é bom. Demos um show de respeito pela opinião contrária, o que muitas vezes falta nos fóruns online, e isso é ótimo. Que venham mais polêmicas!

    Curtir

  6. Concordo com tudo dito. Principalmente com o comentário do Bruno, que ela poderia ser menos esculhambada. Isso é o que pega, creio, pra quem participa de corridas com alguma frequencia.
    De resto: é sempre divertido participar da São Silvestre, indo com o pensamento que é uma festa de fim de ano.
    Abs!

    Curtir

  7. Balu não sabia que vc tinha blog parabéns…
    Bom tanto o Politi como o Chester defende os seus pontos de vistas, como a tv, técnicos, corredores de elite e corredores amadores defendem seus pontos de vistas, concordo com os dois que escreveram no Pulso, mas se todos os corredores fossem unidos muita coisa poderia melhorar para todos os corredores…Já corri 5 vezes a SS o meu melhor tempo no percurso quando a largada era as 17 horas foi de 59Minutos, mas consegui essa façanha pq deixei a familia no hotel e as 13 horas rumei para a largada na Av. Paulista foram 4 horas bem cansativas, levantando e ficando em pé até a hora da largada, mas fiquei feliz pelo resultado final…Conforme já anunciado aqui nas msgs acima para a globo não interessa o que os corredores pensam e sim o showww da virada, mas espera aeee e a prova mais tradicional do Pais e por conta do show da virada a nossa SS foi banalizada, mudando horarios, percurso e inclusive vitimando um caldeirante (que pena)…Bom é isso a SS vai continuar rolando e vai continuar tendo seus pontos positivos e negativos, nesse aspecto negativo todos poderiam se unir para mudar esta questão, pois estamos falando da prova mais tradicional do pais.

    Bom ano novo e boas conquistas,

    Abraço

    Curtir

  8. Marcelo Hideki disse:

    Até entendo a posição da Globo quando mudou o horário da prova para o final da tarde,mas não vejo a menor lógica nessa mudança para manhã,nesse horário a audiência é menor,a CET tem trabalho dobrado(interdita as vias,libera as ruas e depois novamente interdita,qual a lógica disso?) e a presença de público também é muito menor agora.

    Curtir

    • O problema pelo que falaram na época é que a São Silvestre acabava muito tarde para organizarem o show da virada depois (tendo que desmontar toda infra da SS e montar parte pra virada), ali na Paulista.
      Por isso inclusive que em 2011 a SS acabou no Ibirapuera. O que causou maior chiadeira ainda.

      Curtir

  9. Brunno disse:

    Concordo com o Balu, inclusive já disse isso anteriormente em comentários por aqui: a SS é uma “festa”, não uma prova para quem está em busca de corrida forte e recordes pessoais…

    Já corri a SS uma vez, ciente desses pontos e por isso mesmo sem a mínima intenção de correr forte e fazer tempo…(e, sinceramente, não será tão breve que voltarei a correr a SS).

    No entanto, não discordo de ninguém: todos têm seu ponto de vista e sua opinião. E acho que a SS oferece razões para ambos: para os que concordam e para os que discordam.

    Abraços.
    Brunno – http://movidoaendorfina.wordpress.com

    Curtir

  10. Angela disse:

    Eu tenho uma outra sugestão para resolver o problema da maratona de são Silvestre! Transformá-lá de vez em maratona! Já tem nome e fama de maratona, só não tem os kms. Com isso teriamos de fato nossa major, aumentaríamos muito o número de concluintes de maratona no Brasil e equilibraríamos o número de participantes sem ter de recorrer a um corte. Ahhhh e sem contar que daria para fazer a largada em ondas, ja que um dosargumentos para não termos a largada em ondas é justamente a prova ser curta e rápida, de forma que o vencedor chegaria antes de todos terem largado! Pronto! Resolvido o problema da maratona de são Silvestre! 😉

    Curtir

  11. Ale.Augusto disse:

    Balu, parabéns pelo post. Muito bom seus comentários.

    Curtir

  12. […] sobre a São Silvestre da qual falei aqui na 3ª feira, recebi o texto do sempre muito lúcido Erich Beting. Em seu belo blog Negócios do Esporte no UOL, […]

    Curtir

  13. alexcysne disse:

    De minha parte eu gostaria apenas de correr mais livre. Passar 30 minutos para começar a sair e ficar 15Km desviando de andantes não dá. Passar no ponto de água e não ter água idem. Não daria muito trabalho organizar a saída por ondas. Seria muito mais lógico e educado. Passear em SP nesta época é bem legal. Gostaria de voltar este ano para a 90., porém com esta ZOOOONAAA de saída jamais. Pagar R$125 e nem água ter tbm não tem desculpa.

    Curtir

  14. Josiane Caetano disse:

    Correr a São Silvestre é como participar da festa da firma de fim de ano, mas com a família junto e não podendo fazer algumas piadinhas que fazemos normalmente. É uma corrida travada, com caminhantes e troteiros atrapalhando os demais corredores e, realmente acho que ela deveria ser mais organizada neste sentido. Neste ano, deram pulseiras com cores de ritmos diferenciados, mas na prática não funcionou. Como bem disseram acima, é a concretização do sonho do corredor iniciante, mas não bem que poderiam deixar que corredores mais experientes pudessem se divertir também.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: