Leituras de 5a Feira

Autojabá: no outro blog falo sobre a estúpida ideia de rações veganas a cães (e mesmo gatos). E falo também sobre como no Esporte o processo importa demais!

Para quem não conhece a história de Billy Mills, o americano indígena que foi ouro nos 10.000m em Tóquio/1964, tem aqui uma bela matéria sobre o feito histórico, uma se não a maior zebra olímpica da história!

Um curto documentário sobre Kenenisa Bekele feito por sua equipe.

Autojabá (2): se um ano atrás você me dissesse que eu estaria este ano entrevistando um dos maiores atletas da história do país para a edição 100 de um podcast, eu diria que você estaria louco. Pois foi isso que aconteceu. Nós do 3 Lados da Corrida estamos mesmo em quarentena tentando trazer pra vocês o melhor conteúdo possível entrevistando nomes da corrida. Se ainda não conhece o podcast, tente! Clique aqui! Será um prazer!

Em tempos de quarentena e de incerteza de que quando tudo volta, mais um daqueles comerciais emocionantes da Nike, dessa vez falando sobre superação e volta por cima.

Etiquetado ,

Leituras de 3a Feira

No The New York Times um artigo explicando o que corredores e praticantes de esportes de longa duração têm a ensinar ao cidadão comum sobre comportamento em uma quarentena.

Autojabá: no outro blog falo como em tempos de quarentena o jejum é um aliado, não um adversário. E falo também, ainda no tema, como o pior ainda pode estar por vir na forma de uma terceira onda.

Quem gosta de atletismo e sabe o quão gigante foi João do Pulo sabe também de sua medalha de ouro roubada nos Jogos Olímpicos de Moscou/1980. O que eu não sabia é que ele não foi a única vítima (além dos lançadores de dardo)… o triplista australiano também sofreu como nos conta essa matéria de lá. Nojento… nojento demais…

Eu não sabia do tamanho do legado de Ron Hill na corrida até esses dias… duvido que você imagina como ele mudou o modo como nos vestimos quando corremos!

Uma história real e digna de cinema: e se o maior velocista olímpico americano em 1960 fosse também um agente da CIA?

O que o seu Strava diz sobre você

Etiquetado

Live/Palestra Beneficente: vamos ajudar? (Coronavírus)

Nesta 3a feira 26 de maio às 19h00 (amanhã!) vou realizar uma live em forma de palestra interativa (aberta a perguntas) totalmente beneficente! Tema? Treinamento de Corrida com aplicações práticas a quem deseja bater seu recorde pessoal nos 5km e nos 10km.

Todo o valor arrecadado com as inscrições será revertido em prol ao Fundo Emergencial para a Saúde – Coronavírus Brasil.

A aula terá duração de cerca de 1h00 e será transmitida via YouTube (em link fechado compartilhado com os inscritos duas horas antes). Para ajudar é bem simples! Basta se inscrever neste link aqui.

São apenas R$50 que podem fazer a diferença a quem precisa!

Posso contar com sua ajuda??

Etiquetado ,

Leituras de 6a Feira

Uma das maiores injustiças do atletismo olímpico brasileiro foi finalmente corrigida! O baixinho Cláudio Souza é um homem GIGANTE… O time de 4x100m do qual foi reserva (ele correu a semi-final) foi prata em Sidney/2000. Ele não subiu ao pódio, como manda o protocolo. Porém, também como manda a regra, ele é um medalhista! Mas ele NUNCA recebeu sua medalha. Foram necessários 20 anos para o COI corrigir o imperdoável. Ironia das ironias ele será o único medalhista brasileiro neste ano olímpico. Em 2017 os ATLETAS se juntaram para lhe dar uma réplica. Se é preciso duas décadas para o COB e a CBAt fazerem algo, melhor então fechar essas m&rdas. Ou que sobrevivam sem 1 centavo de verba pública! Inúteis! Bela e justa matéria do Fantástico!

Falando em federação de atletismo… você acha que é monopólio de país corrupto como o nosso ter dirigente envolvido em polêmica? O presidente da federação americana, a mais rica e poderosa do mundo, recebeu mais de U$4 milhões apenas em 2018! É mole? É nojento!

Autojabá: no outro blog falo sobre dieta da imunidade, da ignorância e a dos picaretas. E em outro texto falo sobre não-linearidade e a 6a feira Santa.

A Garmin liberou alguns dados globais sobre prática de atividade física durante essa quarentena global comparando com dados de abril de 2019. Nada muito além do que especularíamos… Reduzimos em 12% o número de passos ainda que tenhamos aumentado em 24% os passos dados em atividades extras (compensatórias). Sempre complicado opinar em um ambiente tão dividido e polarizado… se você levanta a hipótese de que a quarentena poderia ser relaxada em alguns casos te chamam de nazista… mas não custa perguntar: um planeta 12% menos ativo por 3 meses e sabendo que não voltaremos ao padrão pré-quarentena não saberia o cálculo do custo disso? Custo em saúde e vidas mesmo já que é sempre o argumento de quem se coloca como virtuoso…

Sonia O’Sullivan, uma das mais rápidas da história na Milha, discute se um dia as mulheres baixarão dos 4 minutos e o que representa essa barreira no atletismo feminino.

Etiquetado

As mentiras que nos contam…

Não sei vocês, estou me divertindo (e me emocionando) com o The Last Dance (Netflix). Uma das coisas que a gente sempre especula na faculdade é como seria a rotina dos melhores do mundo… devem fazer fisio preventiva, profilaxia, devem seguir o que os nutricionistas esportivos tanto pregam por aí… pffff…

No meu tempo de faculdade era um mundo de pouco fluxo de informação, baseado em desejo, teoria e especulação. Aí você vai conhecer a realidade…. A experiência que eu tive até hoje acompanhando e ouvindo é essa do The Last Dance

Para quem não viu ou nem vai ver a minissérie, ela revela jogadores da principal liga de basquete do planeta (NBA) terminando jogos decisivos. O que acontece? Gelo? Botas pneumáticas? Lanche com proteína 4:1 carboidrato? Não… charuto, cerveja, vestiários sem cuidados…

Futebol? Idem. Minha experiência com atletismo? Idem. Handebol, rugby, natação, ciclismo…? Idem.

AH O AMADOR… como é fácil iludi-lo… Basta dizer você DIZER o que supostamente prós fazem para eles (literalmente) comprarem a ideia (pagando bem)…

 

p.s.: os melhores com quem treinei e competi faziam (e fazem!) coisas INIMAGINÁVEIS após os treinos… e andavam na frente… já os que andam lá atrás…. nossa… que vida triste… que morte horrível.

p.s.2: mas esses caras treinavam horrores…. igual um cachorro!

Etiquetado , , ,