Leituras de 2a Feira

Se tem uma doença que me abala é a depressão. Brenda Martinez é uma talentosíssima atleta americana por quem perdi um pouco a admiração após ela ser pega no antidoping ano passado. A quem cabe julgar, não é? Pois o The New York Times traz as consequências inimagináveis da punição na vida da pessoa que é proibida de fazer aquilo que ama e sabe fazer. Por causa do exame ela revelou sofrer dessa doença terrível. O que era para proteger os atletas limpos mostrou a dura face do falso positivo.

Autojabá: no outro blog tento explicar por que nutricionistas atacam tanto a dieta low carb e o jejum.

Uma longa, detalhada e completa matéria da Runner´s World falando sobre como são os contratos de patrocínio de atletas de longa distância nos EUA, um mercado profissional, mas cheio de incertezas e dificuldades.

Cerca de 15 anos atrás, muito antes de Usain Bolt, um dos homens mais rápidos da história fez uma das celebrações mais icônicas da história do atletismo nos 100m. A Lope conta os bastidores do episódio de Maurice Greene e um extintor.

Uma lista bacaninha com 6 coisas que não corredores não entendem sobre corredores e corrida.

Ainda tenho enorme dificuldade de entender quem não consegue enxergar a falta de lógica ao se colocar mulheres-trans para competir entre mulheres… aqui um texto de quem sentiu na pele essa injustiça. Essa gente odeia tanto as mulheres que querem acabar com o esporte feminino!

Etiquetado

Leituras de 6a Feira

Steve Magness nos traz um causo sobre um recorde mundial de Jim Ryun que é no mínimo muito interessante! Uma daquelas pérolas históricas e sobre a qual ele tenta nos ensinar um pouco de como sermos um corredor melhor.

Um debate até que interessante e um pouco divertido na Canadian Running: deveríamos mudar a nomenclatura das ultramaratonas?

A Sports Illustrated fez sua habitual lista com os 50 atletas mais em forma do mundo. No feminino a maratonista Sara Hall, as saltadoras Sandi Morris e Tianna Bartoletta, a barreirista Dalilah Muhammad, a ultramaratonista Courtney Dauwalter, a fundista Emma Coburn e a velocista Shaunae Miller-Uibo. De brasileira apenas a lutadora Amanda Nunes. Já entre os homens o arremessador Joe Kovacs, o ultramaratonista Jim Walmsley, o maratonista Eliud Kipchoge, o saltador Mondo Duplantis e o velocista Noah Lyles. Entre brasileiros apenas o surfista Ítalo Ferreira. Aqui a lista completa!

Autojabá: no outro blog falo o que Mark Wahlberg nos ensina sobre emagrecimento.

Um vídeo bonito, mas de cortar o coração mostrando uma atleta olímpica lutando contra a depressão que pode derrubar até os mais fortes do mundo! Vale a visita!

Etiquetado

Treino de MOBILIDADE para corredores (curso 100% on-line).

E se uma das valências mais importantes no desempenho da corrida, a mobilidade, venha sendo completamente negligenciada por você no treinamento?​

Por décadas, de especialistas a leigos, de profissionais a amadores, de treinadores a atletas, focaram (focamos!) na flexibilidade. E se alguém dissesse que o que um corredor mais precisa (quando o assunto é desempenho e saúde) não é melhor flexibilidade (nem alongamento, a ferramenta que a trabalha), mas Mobilidade??​

Parece ser um consenso que um atleta ter uma passada otimizada, uma amplitude boa em todo o gesto da corrida é algo importante e mesmo essencial ao desempenho pra quem quer correr bem, mais rápido e sem se machucar! Porém, como se faz isso? É alongando?​

Definitivamente NÃO!

Pois nesta imersão de 5 dias traremos a você algo totalmente inédito no Brasil! Apontaremos este que é um dos pontos mais negligenciados entre corredores, praticantes e mesmo treinadores: a ideia equivocada de que o treinamento da corrida requer alongamento e flexibilidade, ignorando assim outra coisa. E qual seria ela? A MOBILIDADE.​

Vamos nesta imersão (100% on-line e via Instagram) mostrar os principais pontos na grande maioria das vezes ignorados entre corredores, para você treinar Mobilidade de forma simples, eficiente, sem equipamentos e 100% transferível à sua corrida!​

Apresentaremos a você os principais conceitos, fundamentos e os exercícios mais eficientes e seguros para trabalhar o ganho de mobilidade de forma prática funcional à sua corrida, para melhorar o desempenho e ajudar na prevenção de lesões.​

Tudo isso seja na academia, no estúdio, no parque, na pista ou mesmo em casa! Tudo sem aparelhos!​

Participando conosco nessa semana você sairá apto a melhorar sua rotina de treinar a mobilidade de modo produtivo à sua corrida! Este benefício parece ser de senso comum quando olhamos atentamente, mas como fazer isso de forma que seja transferido ao seu esporte e ao seu dia-a-dia? Nós ensinaremos a você!​

Seja você um corredor iniciante ou mesmo alguém com alguma experiência, esta semana com nós lhe dará as ferramentas para se aprofundar e o fará extrair o máximo do treino da mobilidade voltado à sua corrida!​

Se você é treinador de corrida, personal trainer ou corredor (iniciante ou experiente!) esta é uma chance única e exclusiva de aprender! Não há nada igual no mercado! Ele é totalmente inédito no país!

É agora ou nunca!

Clique aqui e veja como!

Mais informações!
Etiquetado , , , ,

Leituras de 2a Feira

Na Athletics Weekly texto com o ex-atleta e monstro Craig Pickering falando sobre genética e seu papel no desempenho.

Trailer de um documentário novo sobre doping e o envolvimento da maior empresa do mundo. Meticulosamente o rosto da maior estrela não aparece. Sobrou até para Kara Goucher, mas não para Mo Farah. E me perguntam por que não vejo mais atletismo profissional…

Na Canadian Running uma matéria bem legal dando 4 opções de treinos para quem por algum motivo ficou sem tempo de treinar direito.

Autojabá: divulguei dias atrás o pré-lançamento de meu novo livro, o Em Defesa do Jejum! Clique aqui para visitar o site oficial do livro!

Tegla Loroupe é a primeira ex-atleta de peso a falar o óbvio que poucos atentam: o uso de cheatflyers é um desserviço à equidade do esporte! Ela como queniana sabe bem do que fala! Coloca os pobres em desvantagens naquele que sempre foi um dos esportes mais democráticos de sempre. Sebastian Coe não liga pra isso.

Etiquetado

Leituras de 2a Feira

Como um executivo aos 45 anos bateu o recorde americano dos 50km. Eu gosto dessas matérias como essa da Podium Runner quando colocam uma vida profissional e o treinamento amador visando resultados. Sempre dá pro amador tirar lições!

Na Athletics Weekly o debate de um problema ainda pouco encarado de frente pelos dirigentes do atletismo: como fazer que menos jovens na casa dos 18 anos abandonem o atletismo.

Uma profissional vai treinar na Etiópia e tira importantes lições para melhorar sua corrida. Em texto na Podium Runner ela lista 3 coisas que pude perceber em minhas viagens até lá!

Alguns grandes nomes da elite lista os melhores lugares para correr nas férias, os melhores percursos de maratonas famosas e suas comidas preferidas antes e depois de competir.

David Epstein, autor de um livro fantástico sobre esporte, bate um papo em forma de entrevista com outro autor de livro bem interessante, Alex Hutchinson.

Etiquetado