NOVIDADE: Imersão Low Carb para Todos!!

E SE TUDO O QUE TE DISSERAM SOBRE NUTRIÇÃO, SAÚDE E EMAGRECIMENTO FOR UM GRANDE E ENORME EQUÍVOCO??

Estamos aqui para revelar isso a você! Te ajudaremos a ter uma dieta simples, gostosa, SEM contar calorias, SEM passar fome e que te fará emagrecer, ter saúde e até a correr melhor.

Revelaremos um segredo que mesmo as faculdades fazem questão de esconder e não ensinar!

Por décadas a sociedade apenas vem ganhando peso e adoecendo. E acredite, ela não é culpada porque as diretrizes foram MUITO mal desenhadas. E vamos te contar quais os erros e como corrigir de uma forma mais simples do que parece!

Você vai sair dessa revelação sem precisar passar fome, sem precisar comer e carregar produtos insonsos, sem seguir cardápio! Sairá livre e mais magro! Eu te garanto!

Meu nome é Danilo Balu e sou autor do livro O NUTRICIONISTA CLANDESTINO. Por anos venho ajudando gente a emagrecer sem eles nunca contarem calorias, nem carregar lanche, nem usar suplemento e – mais importante – sem passar fome.

Se você vier conosco vamos te apresentar a um mundo de enorme liberdade comendo comida de verdade! Ou a opção é não nos ouvir e seguir visitando nutricionistas que pedirão para você comer a cada 3 horas, carregando lanchinhos light, passando fome, sem emagrecer numa rotina que tira toda e qualquer disposição e vontade de viver.

Falo por experiência própria! Passei a faculdade inteira sem sucesso seguindo essa receita do fracasso. Descobri só FORA dela o que professores não queriam ensinar… que a culpa não era minha, era deles! E estou aqui pra dividir a receita com vocês!

É um caminho sem volta, NUNCA mais espero ter que comer como pediam meus professores. Essa é a minha decisão. E qual é a sua? Uma dieta que funciona, liberta e EMAGRECE ou a receita do fracasso??

Em nossa Imersão Low Carb para Todos eu e a Paula Narvaez vamos por SETE dias seguidos ensinar TUDO referente à dieta de restrição de carboidrato (low carb), seja você iniciante ou avançado, leigo ou da área.

Faremos de forma simples, didática, em vídeos didáticos tirando dúvidas. Ele NÃO é um produto gravado, ele é feito diariamente a vocês e que ficará gravado para que assista depois no seu tempo!

E nossa certeza é TÃO grande em sua qualidade e seu sucesso que no caso de insatisfação nós garantimos seu dinheiro de volta! Sem asteriscos, sem perguntas, sem motivos… não está satisfeito? Devolvemos 100% do valor!

Mas….

As inscrições serão SOMENTE até esta 2ª feira (15 de março)!

Como? Clique aqui neste link, se inscreva que te colocaremos numa conta fechada de Instagram.

Leituras de 5a Feira

Aproveitando o dia internacional da mulher alguns nomes estão sendo merecidamente lembrados. Um deles é o da velocista americana Wyomia Tyus. A matéria, ainda que em toma de lamentação, recapitula bem a envergadura atlética dessa pioneira!

A velocista Evelyn Ashford é uma das maiores da história, mas ainda assim é menos lembrada. Essa matéria revela sua participação no revezamento 4x100m em 1988 que é tido como o melhor desempenho individual nessa prova.

Aproveitando a deixa do Dia Internacional das Mulheres a Canadian Running traz uma lista de mulheres que ajudaram a mudar o mundo da corrida.

Apesar de ser talvez a maior velocista da história é raro uma entrevista com a espetacular Shelly-Ann Fraser-Pryce. A Athletics Weekly nos corrige essa mácula!

A cultura de Ekiden (provas de revezamento tipicamente japoneses) está cada vez mais difundida, mas é uma experiência para poucos, seja por causa do isolamento, seja porque há permissão de apenas um estrangeiro por equipe profissional. Uma das únicas, senão única atleta não-africana, Melissa Duncan faz um relato incrível de sua experiência como corredora profissional dentro de uma equipe local. Ela fala da rotina e do choque de culturas em todos os níveis! Vale a leitura!

Etiquetado

Leituras de 2a Feira

No The Times um texto explicando algo que vocês já cansaram de ver neste espaço: você não vai emagrecer correndo, isso porque a corrida é uma ferramenta muito ineficiente para promover a perda de peso.

O britânico Dave Bedford é um dos meus ex-atletas favoritos em todos os tempos. A Athletics Weekly faz uma homenagem listando suas 100 maiores provas!

A ex-IAAF fez um curto vídeo contando vida e carreira da fantástica saltadora venezuelana Yulimar Rojas!

SUPER NOVIDADE!!! Nós do podcast 3 Lados da Corrida lançamos uma novidade sem igual no mercado brasileiro, um Club de Assinatura com conteúdo exclusivo! Lives (vídeos) semanais, episódios exclusivos… tudo para ver ao vivo ou quantas vezes quiser, além de descontos e sorteio de 24 tênis!! Para participar basta visitar o site e ver como tudo funciona! Será um prazer tê-lo conosco nessa nossa comunidade!

Um texto antigo com uma história que eu desconhecia: de como e quando a soviética Tatyana Kazankina se tornou a primeira mulher a quebrar a barreira dos 4 minutos nos 1.500m.

Etiquetado

Leituras de 3a Feira

A história da jovem e talentosa Jenny Spangler é uma daquelas que emociona, que parece escrita em filme de ficção! A ótima Lope Magazine fala dela em recente artigo!

Ed Moses é um dos maiores da história. Matéria incrível da Athetics Weekly traz uma lista e detalhes das maiores provas desse ícone!

Belo texto no The New York Times explica com a ajuda do grande Daniel Lieberman a complexidade biomecânica que faz dos seres humanos pódio na olimpíada mundial de corrida de longa distancia entre animais!

Talvez por se tratar de tempos mais inocentes, gosto de ler a vida e carreira de atletas do passado. Me considero um conhecedor muito acima da média, mas ainda assim apenas agora fui apresentado ao velocista americano Eddie Tolan, o primeiro negro a ganhar dois ouros olímpicos! Demais! Leia sobre ele aqui!

Nick Willis é um monstro! Após completar 19 anos seguidos correndo uma Milha abaixo de 4 minutos ele voltou às manchetes. E seu novo patrocinador fez um vídeo emocionante abaixo!

Etiquetado

A cereja do bolo, o conforto, a base.

Meio que por acaso resolvi dividir com vocês que desde o início da pandemia um ano atrás eu abandonei 100% o uso de meias.

Faz muitos e muitos anos que eu não uso palmilhas. Coisa de mais de década. A primeira coisa que faço é arrancar e jogar fora pra não correr o risco de usar.

E sempre as pessoas se espantam. Como se o ser humano nascesse de palmilhas. Acho um pouco estranho eu ter que ficar explicando por que não uso algo que nunca se mostrou superior ou essencial ou vantajoso.

O Fábio Pierry escreveu em seu Instagram uma sequência de 3 posts bem didáticos sobre a importância do músculo mais subestimado no esporte: os do pé.

 O pé é a base, o fundamento. É a ligação com o solo firme (e por isso acho estúpido o uso de desestabilizadores como bosu e pranchas, isso não existe na execução prática. O solo é firme, a estabilidade pode ser buscada de forma mais inteligente).

Um pé fraco significa menor estabilidade. Menos estabilidade significa menor força. Menos força, menos desempenho.

Um músculo não exigido e não solicitado se fragiliza.

E nada fragiliza e amolece mais do que o conforto, do que o isolamento, do que a mobilização.

A palmilha tira a sensibilidade do pé. A meia tira também (ainda que bem menos) e tira graus de liberdade (mobilização).

Então era mais do que natural que apó\s dividir isso com vocês quem tentasse o mesmo relataria o óbvio:

1. Os pés cansam (décadas sem graus naturais de liberdade);

2. A diferença aparece em dias.

O corredor amador se preocupa com o que vai aos pés e esquece deles. Se preocupa com a cereja do bolo e esquece a base.

Não tem como dar certo.

Etiquetado , , , ,