Arquivo da categoria: Leituras

Leituras de 6a Feira

Steve Magness nos traz um causo sobre um recorde mundial de Jim Ryun que é no mínimo muito interessante! Uma daquelas pérolas históricas e sobre a qual ele tenta nos ensinar um pouco de como sermos um corredor melhor.

Um debate até que interessante e um pouco divertido na Canadian Running: deveríamos mudar a nomenclatura das ultramaratonas?

A Sports Illustrated fez sua habitual lista com os 50 atletas mais em forma do mundo. No feminino a maratonista Sara Hall, as saltadoras Sandi Morris e Tianna Bartoletta, a barreirista Dalilah Muhammad, a ultramaratonista Courtney Dauwalter, a fundista Emma Coburn e a velocista Shaunae Miller-Uibo. De brasileira apenas a lutadora Amanda Nunes. Já entre os homens o arremessador Joe Kovacs, o ultramaratonista Jim Walmsley, o maratonista Eliud Kipchoge, o saltador Mondo Duplantis e o velocista Noah Lyles. Entre brasileiros apenas o surfista Ítalo Ferreira. Aqui a lista completa!

Autojabá: no outro blog falo o que Mark Wahlberg nos ensina sobre emagrecimento.

Um vídeo bonito, mas de cortar o coração mostrando uma atleta olímpica lutando contra a depressão que pode derrubar até os mais fortes do mundo! Vale a visita!

Etiquetado

Leituras de 2a Feira

Na Athletics Weekly texto com o ex-atleta e monstro Craig Pickering falando sobre genética e seu papel no desempenho.

Trailer de um documentário novo sobre doping e o envolvimento da maior empresa do mundo. Meticulosamente o rosto da maior estrela não aparece. Sobrou até para Kara Goucher, mas não para Mo Farah. E me perguntam por que não vejo mais atletismo profissional…

Na Canadian Running uma matéria bem legal dando 4 opções de treinos para quem por algum motivo ficou sem tempo de treinar direito.

Autojabá: divulguei dias atrás o pré-lançamento de meu novo livro, o Em Defesa do Jejum! Clique aqui para visitar o site oficial do livro!

Tegla Loroupe é a primeira ex-atleta de peso a falar o óbvio que poucos atentam: o uso de cheatflyers é um desserviço à equidade do esporte! Ela como queniana sabe bem do que fala! Coloca os pobres em desvantagens naquele que sempre foi um dos esportes mais democráticos de sempre. Sebastian Coe não liga pra isso.

Etiquetado

Leituras de 2a Feira

Como um executivo aos 45 anos bateu o recorde americano dos 50km. Eu gosto dessas matérias como essa da Podium Runner quando colocam uma vida profissional e o treinamento amador visando resultados. Sempre dá pro amador tirar lições!

Na Athletics Weekly o debate de um problema ainda pouco encarado de frente pelos dirigentes do atletismo: como fazer que menos jovens na casa dos 18 anos abandonem o atletismo.

Uma profissional vai treinar na Etiópia e tira importantes lições para melhorar sua corrida. Em texto na Podium Runner ela lista 3 coisas que pude perceber em minhas viagens até lá!

Alguns grandes nomes da elite lista os melhores lugares para correr nas férias, os melhores percursos de maratonas famosas e suas comidas preferidas antes e depois de competir.

David Epstein, autor de um livro fantástico sobre esporte, bate um papo em forma de entrevista com outro autor de livro bem interessante, Alex Hutchinson.

Etiquetado

Leituras de 5a Feira

A americana Shannon Rowbury é uma de minhas atletas preferidas! Em entrevista a experiente atleta nos conta como a maternidade mudou sua carreira!

Na Runner Space matéria sobre como a quebra dias atrás do recorde mundial nos 50km pela maratonista Des Linden pode ajudar na popularização da prova.

Autojabá: no outro blog falo sobre Ramadã, jejum e a Nutrição como mera religião.

Acredito que nem mesmo brasileiros sabem a envergadura atlética de Joaquim Cruz. Pois um vídeo fantástico explica o tamanho do feito dele com o ouro olímpico de 1984. Demais!

Parece que no Reino Unido houve uma explosão no número de adoção de cachorros durante a pandemia E um acidente com uma corredora atacada por um cão trouxe o debate sobre essa consequência não prevista.

Por causa da preguiça com os cheatflyers confesso que li com certa preguiça a jornada do britânico Chris Thompson para bater seu recorde pessoal (aos 39 anos) e garantir vaga em Tóquio. Mas quando você lê vai ficando claro como a carreira mesmo de um pró nunca é linear como nossa mente nos faz crer… é tudo muito sem controle, quase aleatório. Vale a leitura!

Buscando inovação, agora em maio haverá uma maratona “por equipes”. Não é um revezamento! 8 atletas, 4 de cada sexo, marcam pontos em função de uma tabela de pontos de acordo com o desempenho (não classificação!). Vai dar certo? Não tem como saber sem tentar! Abaixo o vídeo!

Etiquetado ,

Leituras de 2a Feira

A história de superação da velocista sueca Claudia Payton na Spikes beira o inacreditável! É impressionante como a juventude corrige umas coisas. Mas não sem muita determinação, consistência, disciplina…

Uma história em quadrinhos digital reconta um pouco da vida e do maior feito atlético da marroquina Nawal El Moutawakel ao conquistar o ouro inédito nos 400m com barreiras.

Na Podium Runner alguns atletas profissionais dão cinco dicas de estratégias mentais para ajudar na corrida de nós mortais amadores.

A história de vida do atual recordista da Meia Maratona é semelhante à de muitos de seus compatriotas. Enquanto o amador fica patinando buscando atalhos e vida fácil, ao ler o relato do queniano Kibiwott Kandie na Spikes você entende como não há atalhos, mas uma dedicação que poucos aguentam.

Matéria bem completinha na Athletics Weekly quebrando detalhadamente a prova do salto em distância!