Arquivo da categoria: Leituras

Leituras de 6a Feira

Após a vitória incrível na Maratona de Londres seria a Hassan Sifan a melhor corredora de todos os tempos na longa distância? O debate é justo, convenhamos!

Emile Cairess é um britânico jovem e talentoso que pode ensinar nos muito sobre corrida! Uma longa entrevista à Runner´s World é cheia de dicas!

Henry Rono é um dos maiores nomes de todos os tempos. A World Athletics faz jus com uma longa matéria detalhando um período em que ele fez coisas inacreditáveis!

Esse trabalho de perpetuar ídolos é tão importante que n]ao posso deixar de destacar a matéria do El Pais noticiando o falecimento de um dos maiores saltadores da história, o americano Ralph Boston.

Acho de certa forma curioso como o corredor médio acredita que as marcas envolvidas no nosso esporte são caridosas, quase ONGs… Certa vez, um dos maiores YouTubers do setor disse que era um absurdo você (eu!) duvidar das promessas feitas, ele disse haver pesquisas. Pedi as referências, ele nunca me trouxe uma, afinal, ele é pago para mentir. Não à toa ele trabalha com todas as marcas. A Reuters fez um trabalho investigativo divertido. Duas empresas disseram que, juntamente com políticos, transformariam tênis velhos em pista para pessoas carentes. Bom, só não sabiam eles que o jornalista doaria tênis com GPSs escondidos que encontraram que os tênis estavam é sendo revendidos!

A Tracksmith, não canso de dizer, é a marca que vem fazendo vídeos que são pura poesia, e não aqueles motivadores tradicionais. Abaixo mais um gravado em um marco histórico desse esporte.

Leituras de 3a Feira

Será que deixar de ouvir o que o corpo tem a dizer não teria alguma vantagem? É o que é discutido na Outside.

O que Camille Herron, a maior e melhor ultramaratonista da história tem a dizer sobre treinos longos? Vai te surpreender, mas faz todo sentido: faça menos longões! Correr mais é completamente diferente de correr melhor!

Acho que o público não tem ideia do privilégio que é podermos ver atuando no auge da forma um dos velocistas mais completos da história, Fred Kerley. Aqui uma matéria conta sobre sua vida e carreira. Eu sempre falo: atletismo é esporte de pobre, Quando você conhece sua vida você entende que vence quem tem mais fome!

O tema é duro, indigesto, diz algo que tenta ser esquecido pela mais envolvida nele, mas é necessário ser escrito, lido, divulgado para que os culpados sejam punidos! Uma renomada atleta olímpica americana denuncia os abusos sexuais de seu ex-treinador. Todo veículo de imprensa deveria sempre disponibilizar sem barreiras tal tipo de matéria!

Abaixo vai mais um vídeo da marca que hoje produz os melhores filmes de corrida, a Tracksmith!

Leituras de 3a Feira

Uma longa conversa entre David Epstein com Alex Hutchinson discutindo se a corrida de longa distância envelhece nosso coração e sistema vascular.

A World Athletics vem acompanhando o tanto de bullying que atletas sofrem em redes sociais em Jogos Olímpicos e Campeonatos Mundiais. Duas especulações se confirmaram em recente relatório: o Twitter é fonte de 60% do discurso de ódio com covardes que direcionam sua vida triste agredindo virtualmente as mulheres 60% das vezes.

Barry Smith é provavelmente o cara fora do mundo da corrida que produz os levantamentos estatísticos mais interessantes quando o assunto é maratona. Dessa vez ele mostra através de uma análise cuidadosa e complexa como 7 dias sem treinar pode piorar em 4% seu tempo nos 42km.

Um dos produtos mais usados por amadores em treinos e provas longas são as cápsulas de sal. É MUITO improvável que tenha algum benefício. Aqui um texto bem didático da Outside explicando porque até os 42km seu uso não se justifica.

Um texto justo sobre Murray Halberg, um dos maiores atletas de sua geração e que deixou esse mundo no final do ano passado.

Uma análise e retrospectiva divertida de Tom Cruise quase sempre com uma cena correndo em seus filmes!


Leituras de 2a Feira

Fazia tempo, com dor no coração, que não postava vídeos de provas! Acho esses vídeos uma das melhores clisas do mercado a motivar corredores a se inscreverem!

Seria o americano Fred Kerley o velocista mais completo da história? O povo se emociona muito facilmente…

Uma matéria incrível da CBS às vésperas da Maratona de NY reúne 50 anos depois 4 mulheres que fizeram um protesto histórico para a corrida!

Como o carboidrato te ajuda na recuperação e no desempenho? Se você souber ler isso com contexto saberá tirar mais do que a nutrição ortodoxa poderá explicar…

Uma péssima mania ronda amadores na corrida: uso indiscriminado de antibióticos, analgésicos, remédios para a dor… Se existisse atalho ou almoço grátis, profissionais fariam uso disso mais do que os pangarés. Há um preço. Atualmente especulamos que o preço reside na saúde intestinal, tão subestimadas sempre entre eles, os mais lentos, os amadores. Matéria bacana na Outside mostra os mecanismos.

Uma discussão interessante: o que é talento esportivo? Só acha que isso não existe, que é apenas “trabalho” quem nunca pisou numa pista.

Abaixo mais um vídeo da marca que faz os melhores filmes de corrida atualmente, a Tracksmith:

Leituras de 2a Feira

Uma daquelas longas reportagens obrigatórias que merece todos os aplausos denunciando um gravíssimo crime de doping e abuso sexual de mulheres corredoras universitárias nos EUA.

Na Outside uma matéria de Alex Hutchinson falando de mais uma métrica que vai ficando pop, a HRV. No final a lição que fica é: treino montadinho funciona no papel, mas é uma bobagem. Uma planilha flexível, dia a dia faz muito mais sentido. Nesse modelo o treinador é mais um mentor do que um técnico. Mas o grosso do mercado ainda não comporta esse modelo.

Por que Eliud Kipchoge é o maior maratonista da história?

Não gosto de usar exemplos de atletas excepcionais para basear orientação em amadores porque esses são justamente medianos. Por isso leio com um enorme pé atrás a belíssima matéria da Runner’s World recapitulando o passo a passo da Faith Kipyegon para voltar ao mais elevando nível após uma gestação recente. Sigo dizendo: amadoras não deveriam correr (Precautionary Principle, o Princípio da Precaução). Veja como ela retomou de forma conservadora. Mas é esperando que o corpo de uma amadora mude muito, então mamãe, não se cobre! Você não vive disso! A queniana não tinha escolha!

Mais um daqueles vídeos lindos da Tracksmith, que é hoje quem faz os melhores no assunto corrida!

Leituras de 2a Feira

A Women’s Running traz uma longa matéria falando da carreira de Allyson Felix que se aposentou agora um pouco após o Mundial.

Mais um cuidadoso texto de Alex Hutchinson explicando que pegar vácuo não é apenas para maratonistas da elite.

Malcolm Gladwell escreve um texto bem legal oferecendo uma alternativa interessante para melhorar o atletismo escolar nos EUA.

Por que os tênis variam tanto de tamanho de uma marca pra outra? No Brasil existe enorme falta de padronização pra tudo, mas esse é um problema não exclusivo nosso. A Canadian Running tenta explicar aqui as razões.

Muitos anos atrás, alguns pesquisadores que faltaram nas aulas de ferramentas de extrapolação ou nunca eram sobre Econometria em suas pós-graduações, diziam que as mulheres, quanto maior a distância de um evento do atletismo, melhor se sairiam (comparadas aos homens). E que isso abria a possibilidade de recordes mundiais nessa categoria serem melhores delas que os masculinos. Alguns desses até hoje seguem sendo entrevistados, mesmo com tanto talento pra cometer esse tipo de pensamento torto. Um texto bem cuidadoso na Outside, que por coincidência é um dos veículos que vez ou outra ouve essa gente, mostra que quanto menor a distância, mais elas se aproximam dos homens. Não bastava o erro original ser crasso… parece que seria invertido por razões como níveis hormonais e proporções anatômicas! Vale a leitura, ainda que com excesso de dados ao apresentar a ideia central!

Lançou!! Low-Carb para Corredores!

O único curso ensinando, explicando, derrubado mitos pra te fazer correr mais, mais rápido, melhor e com menos dores!

18 aulas pré-gravadas
01 Live
Acesso por 1 ano!

Se inscreva no site do curso clicando aqui!

Leituras de 4a Feira

Semanas atrás Malcolm Gladwell teve uma longa conversa com David Epstein sobre atletismo. Qualquer conversa entre os dois merece ser lida. Sobre esporte? É obrigatório!

Um levantamento interessante tenta responder: quem quebra mais quando chega no muro da maratona? Home ou mulher? Quem é rápido ou o mais lento? Quanto tempo se perde? E por aí vai… *o autor Barry Smyth é um nome ótimo pra se acompanhar no assunto!

Antes do Mundial de Atletismo de semanas atrás o site da entidade que regulamenta o esporte trouxe uma retrospectiva de astros americanos, anfitriões este ano, competindo nas edições anteriores.

Pouco antes do Mundial o The New York Times trouxe matéria com um dos maiores nomes do atletismo mundial: o talentosíssimo Jakob Ingebrigtsen.

Uma das coisas legais de poder ter ido quatro vezes à Etiópia conhecer a realidade eles é ler matérias e ver reportagens que visitam exatamente os mesmos locais onde treinei com eles! Sinal que escolhi certo! Aqui a Tracksmith apresenta um dos locais mais tradicionais de treinamento, talvez o único na região central da capital etíope.

Falando em Etiópia, ainda não voltei para lá não por causa da doença que-não-pode-ser-nominada, mas porque o ambiente político agora por lá não está nada amistoso. Eu reparei que após os 10.000m alguém jogou uma bandeira em uma das atletas e houve um princípio de confusão que as câmeras não pegaram ou tentaram evitar. Nos 5.000m a coisa foi inevitável. Um home invadiu. A razão foi política. Pouca gente sabe, mas a Eritreia era parte da Etiópia e agora outra parte do país começa a pedir independência. O Let´s Run traz uma matéria necessária nos apresentando Tigray.