Arquivo da categoria: Leituras

Leituras de 6a Feira

Uma pequena lista com provas onde os atletas comemoraram um tanto quanto cedo demais…

Um belo vídeo em conjunto da RunnerSpace, Athletic Net e DyeStat fala sobre nos mantermos unidos em um momento de separação física forçada por quarentena.

Na Outside um levantamento BEM legal mostra os benefícios competitivos do doping sanguíneo. É tão grande (e a chance de ser pego tão pequena) que explica o uso cada vez mais frequente.

O canal do COI no YouTube fez uma lista de 10 sprints nos Jogos Olímpicos. A lista foi feita por algum britânico e que não tem lá muuuita intimidade…

Etiquetado ,

Leituras de 2a Feira

A Canadian Running fez uma lista diferente… corridas que deram um tanto errado em outros esportes!

Você sabe quem foi Jackie Joyner-Kersee? NÃO?!? Então esta matéria é pra você saber como a americana se tornou a maior da história em sua especialidade, o heptatlo!!

A história do primeiro encontro entre Katarina Johnson-Thompson e a lendária Mary Peters serve para nos contar melhor das dificuldades que mesmo britânicos enfrentavam décadas atrás!

Um debate de longa data é sobre os efeitos fisiológicos da altitude no treinamento. Ainda na faculdade eu lia alguns caras bem interessantes que diziam que treinar na altitude não era um diferencial! Eu meio que concordo com eles. Veja bem, já fui 3 temporadas seguidas treinar com os etíopes e uma das explicações dadas para a superioridade deles e dos quenianos é a altitude (Adis Abeba, por exemplo, fica a pouco menos de 3.000m de altitude, é a terceira capital “mais alta” do mundo. Campos do Jordão, para onde alguns brasileiros viajam para treinar, fica a apenas 1600m). Mas e os demais efeitos? Em conversa recente que tive com o Marilson Gomes na gravação de sua participação no podcast 3 Lados da Corrida ele falou algo que bate muito com minha experiência: treinar na altitude traz consigo uma mudança de rotina TÃO grande que isso estressa o atleta. Uma coisa é você morar na altitude, outra é você ir para um período de treinamento podendo fazer apenas isso, treinar e descansar. Outra BEM diferente é achar que a altitude é especial (não sei MESMO se é). Um texto BEM legal na Outside aborda esse assunto!

Etiquetado

Leituras de 4a Feira

9 pensamentos típicos que nós corredores temos durante nossas rodagens!

Um longo, detalhado e interessante levantamento por parte do The New York Times tenta responder: por que as maratonistas profissionais americanas estão mais rápidas do que nunca? *dica da Adriana Piza.

De 4 em 4 anos muito se discute sobre o modelo americano de escolher seus atletas olímpicos. Eu gosto MUITO porque gera drama, emoção, torcida… Não há modelo perfeito. Talvez o japonês usado em 2020 seja o mais “justo” (se é que existe isso) porque contemplou uma seletiva e o líder nacional. A seletiva americana é especial porque traz histórias incríveis! Uma delas é contada pelo The New York Times. Molly Seidel vai pra Tóquio e lá correrá sua segunda prova na distância. A primeira foi no trials domingo agora! Leia leia leia!

Na Wired uma longa matéria sobre os ultramaratonistas estarem empurrando os limites do desempenho humano.

Uma matéria incrível, emocionante sobre um atleta etíope que encontrou refúgio no país onde estava quando seu país o renegou. Um fundista que pode em breve defender as cores da Irlanda em uma história toda improvável. É difícil se imaginar em seu lugar!

Vídeo interessante do Wall Street Journal (abaixo) falando sobre a regulamentação dos tênis. Mas sempre há a opção de acreditar em unicórnios e de que não houve ingerência conflituosa…

Etiquetado ,

Leituras de 5a Feira

A Track & Field News, uma das melhores revistas de atletismo do mundo, traz uma entrevista bem legal com o maior velocista da história, Usain Bolt.

Por muito tempo eu usei fones de ouvido em treinos de rodagem ou longos (porque achava chato). De repente passei a usá-los nos tiros também. Chegou um momento que eu não corria mais 1km sem fones. Do dia pra noite repensei aquilo. Se eu gostava tanto de correr, podia fazer sem nada. Hoje acho que nem 10% do meu volume é feito com música. Vira e mexe saem textos provocativos no assunto. Dessa vez é na The Atlantic um desses para nos fazer repensar o uso constante de fones de ouvido.

Desta vez é a Wired quem traz a criação de um site dedicado a pegar maratonistas trapaceiros mundo afora!

6 situações que são um pesadelo aos corredores. Desses aí 2 nunca me abalaram!

Uma das coisas que o podcast 3 Lados da Corrida tem permitido ultimamente é eu rever uma turma do atletismo brasileiro. O discurso tem sido meio unânime: sobrou dinheiro ao atletismo no ciclo olímpico para o Rio/2016 e isso nos atrapalhou! Não tem como concordar quando você lê relatos como o da velocista Brittany Brown que parece mais uma atleta de um país como o Brasil, mas que ainda assim vai lá e brilha! Leia! E verá que o que nos falta NÃO é dinheiro!

Etiquetado

Leituras de 6a Feira

A Athletics Weekly é uma das raras revistas que revisitam o passado contando a vida e carreira dos grandes nomes da história. Desta vez nos apresenta à velocista e saltadora britânica Mary Rand. Você lê a matéria muito legal aqui!

Um nerd sentou e fez as contas do quanto os VaporFlys ajudam nos tempos dos seus usuários. Bela matéria!

Dias atrás a jovem sensação Mondo Duplantis bateu o recorde mundial do salto com vara deixando 2 monstros da especialidade para trás. O The Guardian faz uma matéria bacana falando como o atletismo deveria capitalizar em cima de 3 carismáticas promessas. E neste vídeo para seu patrocinador Red Bull o saltador ainda explica como se faz um grande salto.

Nick Willis é um dos mais vencedores, talentosos e longevos atletas do mundo. Na Spikes ele explica sua motivação e como durar tanto assim no alto nível.

O que faz de quenianos e etíopes os melhores corredores do mundo? O canal Corre Nerd tenta explicar abaixo!

Etiquetado ,