Arquivo da categoria: Leituras

Leituras de 3a Feira

A história da jovem e talentosa Jenny Spangler é uma daquelas que emociona, que parece escrita em filme de ficção! A ótima Lope Magazine fala dela em recente artigo!

Ed Moses é um dos maiores da história. Matéria incrível da Athetics Weekly traz uma lista e detalhes das maiores provas desse ícone!

Belo texto no The New York Times explica com a ajuda do grande Daniel Lieberman a complexidade biomecânica que faz dos seres humanos pódio na olimpíada mundial de corrida de longa distancia entre animais!

Talvez por se tratar de tempos mais inocentes, gosto de ler a vida e carreira de atletas do passado. Me considero um conhecedor muito acima da média, mas ainda assim apenas agora fui apresentado ao velocista americano Eddie Tolan, o primeiro negro a ganhar dois ouros olímpicos! Demais! Leia sobre ele aqui!

Nick Willis é um monstro! Após completar 19 anos seguidos correndo uma Milha abaixo de 4 minutos ele voltou às manchetes. E seu novo patrocinador fez um vídeo emocionante abaixo!

Etiquetado

Leituras de 5a Feira

Um dos livros clássicos do atletismo é chamado “como eles treinam” que falava sobre o treinamento dos grandes atletas do passado. Tenho certeza que o nome da matéria do Athletics Weekly falando sobre o treinamento de Coe, Ovett e Cram foi baseado nisso, contando o que eles faziam em seus tempos de atleta nos anos 70, 80 e 90.

Bela matéria no UOL em tom autoral de Thiago Braz falando de sua vida ainda moleque, a medalha de ouro e a luta para voltar à grande forma depois do ouro no Rio/2016.

Autojabá: passando aqui para lembrar que neste sábado (30 de janeiro) será nosso workshop presencial sobre Treinamento de Kettlebell para Corredores. Uma novidade exclusiva! Informações aqui!

A Podium Runner publicou matéria sobre mais um estudo que analisa o ganho de desempenho de homens e mulheres (da elite) com tênis de placa de carbono. Os ganhos ficariam entre 0,8% e 1,6%,. E a maior surpresa para mim é ver que os mais lentos ganham mais! Interessante!

Acho que já comentei aqui do meu enorme interesse (não profissional) na 2a Guerra Mundial. Então o Holocausto mexe comigo… E o site da World Athletics fez um trabalho primoroso relembrando a vida de ex-atletas judeus impactados por essa tragédia humana.

A fisiologia do sprint final de uma prova é um tema fascinante não explicado apenas pela Fisiologia, mas também pela Psicologia. Pra quem se interessa, esse texto do Alex Hutchinson na Outside é uma pérola!

Etiquetado

Leituras de 5a Feira

O The Guardian faz uma matéria em tom otimista sobre como a suspensão de 66 medalhistas em majors e quase 200 atletas desde 2017 seria prova de um bom trabalho da World Athletics no combate ao doping dentro do atletismo. Eu ainda não sei se esses números são uma boa ou má notícia. Como hábitos antigos não morrem cedo eles não poderiam deixar de parabenizar quem encabeça a agência. É mais forte que eles! Talvez só por ser britânico Sebastian Coe seja comemorado mesmo…

O britânico Ian Stewart é um dos desconhecidos de carreira mais interessantes. A Athletics Weekly traz um resumo com suas 30 melhores corridas!

Acho que se você quiser gastar dinheiro ou ser enganado com um produto envolvendo genética e esporte não terá muito trabalho. O mercado fareja otários de longe! Já começam a pipocar dietas baseadas no perfil genético. É MUITA picaretagem! Um texto sobre um estudo do ex-velocista Craig Pickering mostra como essa área está entre o inútil e o contraprodutivo. Mas a demanda que os trouxas criam é sempre em fim, não se esqueça!

Autojabá: participei semanas atrás do podcast da minha amiga Paula Narvaez falando sobre nutrição, corrida e carreira. Ficou bem legal, espero que gostem! Vocês podem escutar clicando aqui.

Eu sou MUITO metódico antes de provas…. e você? A Canadian Running listou alguns hábitos de corredores para o grande dia!

A ex-atleta Kara Goucher segue forte no atletismo, dessa vez engajada como militante lutando por um esporte mais limpo e mais justo com jovens garotas. Aqui um perfil dela na Women’s Running para quem não a conheceu na ativa!

Etiquetado

Leituras de 2a Feira

Eu achei que meu réveillon tinha sido bobinho e sem graça. Fiquei mais animado ao ver no The New York Times uma matéria sobre pessoas que se juntaram para participar de uma prova de 24 horas durante a virada!

A Track & Field News, provavelmente a melhor revista de atletismo, traz a história de uma das maiores rivalidades da história, a entre os barreiristas americanos Greg Foster e Renaldo Nehemiah. Vale a pena!

Ainda a Track & Field News me trouxe um problemão! Ela está com os arquivos de suas entrevistas com grandes atletas aberto! Já separei umas 30! Missão: ler uma por dia até acabar! Coisa de mês!!

Todo começo de ano parece ser igual: a comunidade do atletismo fica sem entender como o Ekiden parece hipnotizar todo um país! A prova de dias atrás levou metade dos televisores japoneses acompanhar o evento! Você poderia argumentar que a São Silvestre deve ter números semelhantes. Não! Se ela não passar na Globo, ela definha! Não se engane! Brasileiro não gosta de esporte, gosta de futebol e do que passa na Globo! A World Athletics traz matéria tentando explicar a magia por trás desse revezamento! O Irish Examiner não fica pra trás e tem sua versão também.

Abaixo mais um belo vídeo da Tracksmith sobre ”sem dias off em 2021”!

Etiquetado

Leituras de 4a Feira

Vocês sabem o que penso da tecnologia na corrida… acho que ela mais serve de disfarce para esconder falta de conhecimento técnico do que um ganho em si. Mas ela pode ser incrível em alguns casos. Matéria no Jornal Nacional mostra como celulares podem ajudar corredores com graves e sérios problemas visuais.

Paavo Nurmi até os corredores mais iniciantes reconhecem por nome, mas Charley Paddock, um velocista contemporâneo não tem os holofotes que merece. Matéria da World Athletics cobre sua mais do que espetacular carreira em paralelo com a do finlandês!

Autojabá: no outro blog falo sobre dieta, restrições e vid4 lok4.

Pra quem gosta de atletismo de alto nível, aqui a edição de janeiro da revista digital espanhola Somos Atletismo.

Acho que Jim Ryun, mesmo sendo americano (o que dá uma catapultada no marketing), é um dos maiores corredores da história e, ainda assim, é ignorado por muitos. Teria sido ele o sprint mais letal da história? Uma matéria incrível recapitula sua fantástica carreira e provas inesquecíveis!

Abaixo um vídeo lindo da Tracksmith retrata BEM a rotina do amador que almeja de verdade desempenho!

Etiquetado ,