Leituras de 2a Feira

A pouco menos de 100 dias dos Jogos Olímpicos do Rio, a Sports Illustrated fez essa lista de 100 fatos. Muito bom!

E a NBC fez uma lista incrível com os 100 maiores atletas olímpicos da história. A ordem importa de menos, mas em 100o um atleta que para mim jamais entraria, e de fora Adhemar Ferrerra da Silva, que sem querer inventou a volta olímpica, é um acinte. Vale passear por ela!

Meu técnico é o caminhão”, frase FANTÁSTICA em matéria do UOL que fala da vida do gari Ivanildo de Souza, que sem mimimi enfrenta rotina dura de trabalho e treino! *super dica do Igor Oliveira!

Essa semana mais uma vez o blog do The New York Times tocou em um tema que pouca gente da indústria do esporte gosta de comentar: treinos de 1 minuto, 3 vezes por semana teriam o mesmo efeito em indicadores de saúde que sessões de 45 minutos ou mais. Isso não é bom para nenhum treinador, né? Se você quer melhorar apenas a saúde, recomendo fortemente que veja o documentário da BBC. Duvido que não fique interessado ao ver o trailer aqui. Duas das pessoas mais interessantes que conheço (quando o assunto é treinamento) têm por regra NÃO treinar mais de 3 vezes na semana e não o fazem sequer por meia hora.

O americano Chris Solinsky é protagonista de uma das provas mais incríveis que já vi fora de uma major. Estreante nos 10.000m, ele bateu o recorde americano, foi o 1o não-africano a correr abaixo de 27 minutos e assombrou o mundo! Semana passada ele anunciou aposentadoria horas depois da velocista Sanya Richards-Ross e do barreirista Felix Sanchez fazerem o mesmo. Semana duríssima para fãs do atletismo. A Let´s Run fez matéria com os 5 melhores momentos de Solinsky. Demais!

O vídeo de hoje é um tributo ao Solinsky… as duas últimas voltas de sua estreia nos 10.000m. Não sei quantas vezes já vi…

Etiquetado ,

14 pensamentos sobre “Leituras de 2a Feira

  1. Rodrigo D Lucchesi disse:

    Balu, essa história de treinar 1 minuto (na verdade são 10 minutos sendo apenas 1 intenso) não poderia se explicar pelo fato de que “para um sedentário, qualquer exercício vai ajudar”? No curto prazo é fácil melhorar os indicadores de saúde de um sedentário com qualquer coisa… A questão é o médio e longo prazo.

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Por partes… Vc não vai ver gente séria defendendo treino de 1min… O maior “achado” disso tudo é ver que uma intensidade mto alta mexe positivamente com indicadores de saúde. Isso vem responder o porquê mesmo treinos curtos podem ajudar alguns na perda de peso mesmo qdo o gasto calórico é tão baixo. Não tem mto a ver com nível de condicionamento, mas mto mais a ver com a descoberta. Os indicadores têm mto menos a ver com o condicionamento.

      Curtir

  2. Igor Oliveira disse:

    Meio estranho treinar 1 minuto só 3x por semana…

    Curtir

  3. Tertu disse:

    Tenho a impressão de que essa teoria do treino de 1 min equivaler a 45 min não resistirá ao tempo, de modo que eu não compro esta ideia.

    Curtir

  4. Achei estranho o estudo do 1 minuto versus 45 minutos. Mas, antes das críticas, achei a ideia ótima.

    Acho estranho que o texto pareça ser uma recomendação para treinar um minuto por dia.
    O Nassim Nicholas Taleb, por exemplo, “treina” 10-20 horas por semana!!! Claro que as 20h são caminhada, mas ele diz que é essencial para a saúde, então qualifico como treino. E, claro, adiciona treinos de força aqui e ali.

    Mark Sisson tem uma recomendação bem superior a um minuto. E posso citar vários outros, sem muita ciência por trás.

    A diferença deste texto da Gretchen Reynolds é que tem ciência por trás.
    Ela afirma:

    “One minute of arduous exercise was comparable in its physiological effects to 45 minutes of gentler sweating.”

    Como eles compararam? Que variáveis compararam? Em ciência a gente sabe que a escolha das variáveis é fundamental. Por exemplo, antigamente se comparava dieta vendo o efeito no colesterol total. Hoje sabemos que isto é bobagem.

    No caso do artigo, foram apenas duas variáveis:

    – the body’s ability to use insulin properly to regulate blood sugar levels.
    – how well the muscles functioned at a cellular level.

    Muito pouco. Precisariam medir mais para que os resultados me convencessem.

    Outra coisa, foram 10 minutos de alta intensidade, e não um. Não entendo esta tara em excluir os minutos de aquecimento, desaquecimento e descanso.

    O estudo durou 12 semanas. Doze semanas pode ser muito em relação a outros estudos mas é bem pouco.

    E, claro, os participantes do estudo eram pessoas fora de forma.

    Dito isto, eu acho que a recomendação de exercício contínuo é mesmo bobagem, apesar de poder ser prazerosa.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Bom, vamos lá. “Treino de um minuto” nunca vi. Mas já tem um tempinho que muita gente vem defendendo um treino de SETE minutos. Aqui: http://well.blogs.nytimes.com/2013/05/09/the-scientific-7-minute-workout/?_r=0 Notem que a matéria é de 2013.

    Eu estou pensando em experimentar isso porque mais porque não estou conseguindo conciliar academia e corrida, melhor isso do que nada. Dá para usar um treino leve de corrida como aquecimento, chegar em casa ou numa praça e mandar ver.

    Na corrida continuo a usar como base o “long slow distance”, tiros só como complemento, quando tenho alguma prova especial em vista. Não porque acho esse “o melhor treino” em termos de condicionamento mas sim porque é o melhor para minha saúde física e mental. Só me lesionei seriamente nas ocasiões em que treinei muita velocidade.

    Curtido por 1 pessoa

  6. Julio Cesar Kujavski disse:

    Bah.. 1 minuto é um bom tiro de 300 mt.

    Curtir

    • Adolfo Neto disse:

      Dá para fazer um bom tiro de 300mt sem aquecer antes?
      E quanto tempo leva aquecer-se adequadamente?
      Eu chutaria no mínimo 10 minutos.
      Adeus ideia de apenas um minuto de treino 🙂

      Curtir

      • Julio Cesar Kujavski disse:

        Eu tinha um treinador que passava às vezes somente 1 tiro de 1.000 mt. Só que tinha que rodar pelo menos durante 20 minutos antes.
        Hoje em dia quando tenho treino de tiros de 200, ou 400, sempre faço rodagem de 5.000 mt antes, fora o aquecimento de no mínimo 1.000 mts.

        Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: