Arquivo da tag: Leituras

Leituras de 6a Feira

Longa matéria do Esporte Espetacular acaba recapitulando nomes dos grandes vencedores dos 100m no Troféu Brasil!

Auto-jabá: no blog coirmão, querida, precisamos falar de jejum.

No canal da IAAF no YouTube curtas entrevistas com Sergey Bubka e depois Sebastian Coe falando de seus tempos de atletas.

Recebi a dica de um documentário produzido no ano passado falando sobre a realidade da corrida na Espanha: A grande obsessão. *dica do José Eduardo Castilho.

Um pouco off-topic: uma entrevista com Steve Magness falando sobre treinamento, motivação e como fazer tudo isso de forma mais inteligente e eficiente.

Um texto de Christopher McDougall que me escapou no The New York Times levanta uma improvável hipótese usando a história de um burro sobre por que nós preferimos correr provas e treinos em bandos. Bem interessante!

Já que hoje não tem vídeo do dia, fique com um curta metragem da FloTrack falando sobre aquele que tem tudo para ser a nova estrela do salto com vara, o adolescente americano naturalizado sueco Armand “Mondo” Duplantis!

Etiquetado

Leituras de 3a Feira

Uma corrida bem bacana em Tóquio! Um revezamento gigante de 10 atletas correndo cada um uma volta de 1 milha (1609m)! Já houve algo parecido aqui em SP e Rio, mas brasileiro é sempre tão malandro que lembro que ficamos fora do pódio porque ele era repleto de gatos (pessoas que não trabalhavam nas empresas que por sua vez pagavam para esses gatos correrem e assim a empresa ter algum destaque. Pagavam para não-funcionários. Faz sentido!?). São os jênios do marketing que acham que ganhar corrida cheio de amadores-pangarés traz algum benefício que não tirar o incentivo dos funcionários praticarem alguma atividade física. *dica do Helio Shiino.

Aqui vídeo com os melhores momentos da etapa da Diamond League em Oslo. Nos 400m com barreiras o público vai ao delírio com a vitória do compatriota estabelecendo novo recorde nacional. *dica do Helio Shiino.

Por que nossas provas ruins são as que mais doem? Um pouco de psicologia de primeira via Steve Magness bem aplicável aos nossos treinos de corrida! * sou obrigado a discordar completamente do título (mas não da tese) de Magness. Talvez pela diferença entre um amador (nós) e um atleta de ponta (treinado por ele), a realidade é um tanto distante. Um amador em um período fora do competitivo tem dificuldade de “trazer tudo junto” em uma competição quando está (ainda) fora de sua ótima forma. Esse amador ainda não alinhou todas as valências físicas (potência aeróbia, capacidade aeróbia, velocidade específica, força, tolerância ao lactato…), e aí você o vê se arrastando em uma competição porque há limitantes ainda insuficientemente treinados (por uma questão de tempo). E nessas horas nem dói tanto! Dói, mas não são as “que mais doem”. Ao menos é a experiência que sempre tive treinando (e correndo) amador.

Vídeo pós-prova de uma prova de trilha com visual INCRÍVEL! *dica do Helio Shiino.

Off-topic: você tem estômago fraco para lidar com a ineficiência dos exames antidoping? Então não leia esse texto assustador de tão esclarecedor que mostra como o ciclismo é um enorme teatro com quase 100% de atores nas grandes competições. Estaria o atletismo (ao menos ente os finalistas de um Mundial, por exemplo) caminhando a passos largos nesta mesma direção? Texto obrigatório para quem quer entender a magnitude do problema!

Abaixo o vídeo teaser do Origen 2018, uma prova de corrida de montanha:

Etiquetado ,

Leituras de 2a Feira

Você já sabe quem é o The Freeze? NAAÃO?!? Então veja primeiro este vídeo hilário com o personagem correndo contra um fã! Aqui matéria falando sobre ele o  que explica o final imprevisível do vídeo! Quem acompanha esporte profissional nunca vai ficar achando que aquele seu amigo boleiro duraria 15 minutos em uma partida profissional da Série B nem nunca diria que um jogador profissional não faria muito feio em uma prova de velocidade contra especialistas. Isso é argumento de comentarista de boteco.

Por que alguns continuam a se exercitar enquanto outros param? Alex Hutchinson fala na Runner´s World de estudos que tentam explicar as razões.

No USA Today algo que você leu primeiro aqui no Recorrido: você está correndo muitos quilômetros para perder peso? Então você está é perdendo tempo!

O The New York Times faz uma recapitulação minuciosa e MUITO boa sobre o recorde mundial dos 800m feminino que dura desde 1983 e corre o risco de ser apagado dos livros assim como todos os demais obtidos antes de 2005. A discussão é longa e sem saída fácil, que não tenha danos colaterais. É difícil ficar indiferente ao assunto quando você vê que a foto que ilustra a ótima matéria é de uma mulher que tomava injeções de “vitamina B12”… Leia leia!

Off-topic: 5 coisas que Golden State Warriors fez que pode tê-los ajudado a chegar dias atrás ao título de campeão da NBA! Sempre dá para tentar aproveitar algo na corrida!

Abaixo o vídeo pós-prova de uma das corridas verticais mais incríveis do mundo, a feita na Torre Eiffel! * dica do Helio Shiino.

Etiquetado ,

Leituras para o Feriadão

A Runner´s World usa 10 GIFs para contar como você se sentiu “ofendido” durante uma corrida.

A revista ainda listou os melhores documentários de corrida!

Falei aqui dias atrás do caso absurdo de um atleta nascido homem e que agora se considera garota. Pois ela ganhou uma competição de atletismo. Ela pode se considerar o que quiser, até um liquidificador, se assim quiser. O que não dá é que isso seja aos custos do sonho alheio. Esse debate terá que vir cedo ou tarde no esporte. A Gazeta do Povo trouxe traduzido um texto muito bom que pergunta: me responda, como transgêneros competindo com mulheres no esporte ajuda no empoderamento feminino??

A Outside conta uma breve história sobre a quebra dos 4 minutos a Milha.

O esporte profissional é sujo. Não só porque há trapaceiros, esses existem em todos os campos. É sujo porque quem o comanda não demonstra querer caçá-los ou puni-los. Uma equipe alemã vem fazendo revelações assustadoras do quão disseminado é o doping e desta vez o Brasil é o pivô de mais uma produção! Aqui o documentário sobre doping. * dica do Adolfo Neto.

Abaixo o belo vídeo promocional da Continental Cup deste ano!

Etiquetado ,

Leituras de 2a Feira

Na SI um trecho do novo livro de Brad Stulberg e Steve Magness explica por que mesmo amadores deveriam tirar um tempo para se recuperar caso queiram desempenhar melhor, como fazem muitos profissionais. *divulgando o lançamento do livro já li tantos trechos diferentes em veículos diferentes que logo mais acho que não preciso mais comprar o livro!

Dias atrás rolou a etapa de Roma da Diamond League. Aqui o vídeo com alguns dos melhores momentos! *dica do Helio Shiino.

Outro bem didático texto de Alex Hutchinson sobre o treinamento de nossa capacidade de suportar o desconforto. Tempo atrás falei aqui de uma síndrome que acomete pessoas que acham ser possível treinar corrida buscando algum desempenho o tempo todo com rostos sorridentes típicos de comerciais de margarina. O que Hutchinson explica em seu bom texto é que algumas sessões que reproduzem desconforto parecido e pior do que uma prova nos tornam mais resistentes à fadiga. Pense nisso quando estiver almejando um ciclo para quebrar suas marcas.

10 problemas típicos de corredores contados via GIFs pela Runner´s World.

Matéria de Guilherme Roseguini alguns dias atrás no Esporte Espetacular fala um pouco de detalhes técnicos dos 100m e a história do recorde sul-americano de Róbson Caetano que já dura quase 30 anos.

No El País matéria sobre os conhecidos Tarahumara que ainda encantam muito correndo demais com muita simplicidade nos pés e fora deles.

Abaixo mais um vídeo da nova campanha da Saucony, Run your World:

Etiquetado ,