Arquivo da categoria: Vídeos

Leituras de 3a Feira

O que atletas de ultradistância podem nos ensinar sobre a capacidade humana de resistir.

Em entrevista ao The New York Times o autor de um novo livro tenta explicar como alguns atletas de elite vencem a idade para se manter em alto nível.

Auto-jabá: no outro blog eu explico qual o melhor jejum… o de 16h? o de 48h? Adivinhe!

Allyson Felix é a entrevistada por Sean Ingle no The Guardian!

Tente ficar indiferente com a vida da promissora atleta Deshae Wise. Tente…

Aos pais que leem o blog, aqui um treino interessante…

Etiquetado ,

Leituras de 2a Feira

No The Guardian uma lista com os melhores nomes de atletas do atletismo. Lógico que Usain Bolt (trovão) está lá!

A Canadian Running tenta nos dizer que uma das maiores sabedorias da maratona, aquela que diz que você tem grandes (ou maiores) chances de ficar gripado (ou adoecer) após uma maratona seria lenda. Para isso eles questionam 2 levantamentos clássicos dizendo que o que vale não é a percepção e sensação de mal-estar dos atletas de estar doente, mas os indicadores e testes em… ratos. Aí não, né!?

O Sergio Rocha (canal Corrida no Ar) e o Eduardo Suzuki (canal Tênis Certo) criaram um podcast para tratar de temas diversos da corrida e calçados. Aqui o episódio 2 com link também para o de estreia.

Na Outside Alex Hutchinson fala sobre um novo modo de calcular o ritmo na Maratona. Vale checar se você durante toda a leitura lembrar sempre que a fisiologia implica táticas diferentes de ritmo para um esforço de 2h00 e para outro de mais de 3 horas!

No Estadão uma curta entrevista com o ótimo Brett Laner, editor do blog Japan Running News, focada mais no maratonista Yuki Kawauchi.

No vácuo da dura Maratona de Boston o Daniel Carmona me enviou uma estatística curiosa. Ele tirou os dados do site oficial comparando a desistência dos atletas (apenas entre quem de fato largou e os concluintes). Ele descobriu que “dentre as 20 maiores delegações participantes (sendo 18 delas com ao menos 100 corredores), o Brasil teve o maior índice de desistência (91% vs 95% da média). Seria isso explicado pela intolerância ao frio? Condições extremas? Condições naturais de se viver em um país quente? Complexo de vira-lata?” Confesso que não tenho opinião a respeito. Acho que o acaso pode nos confundir. Mas se me disserem que morar e treinar no Brasil e correr naquele frio fez os brasileiros desistirem mais, faz sentido. Há plausibilidade.

4.638 pessoas já escalaram o Everest e apenas 1.497 quebraram os 4 minutos na Milha (1.609). Porém ninguém fez ambos. O meio-fundista americano recém-aposentado, Nick Symmonds, lançou um projeto pra ser o primeiro! Abaixo o vídeo!

Etiquetado ,

Leitura pós-Feriadão

Abaixo uma continuação de uma lista que considero sem utilidade, mas que os corredores amadores adoram: os tênis usados pelas vencedoras das principais maratonas este ano. *Fonte.

A BBC pergunta: é saudável correr maratonas? A matéria é cheia de informações mal trabalhadas, lógicas e imprecisas. Fala que os atletas com sobrepeso se machucam mais (não é verdade), fala que você provavelmente vai perder peso treinando para os 42km (outra inverdade, sem suporte nas evidências) e recomenda ainda hidratação, que desidratação seria o maior risco (tremenda bobagem). Tudo dito por “especialistas”, sempre eles. Eu nunca entendo porque consultá-los se falam sempre tanta besteira! O fato é que correr maratonas (rápido ou não) não é saudável, você vai encontrar poucos treinadores que afirmem o contrário. Mais do que isso: longuíssimos exercícios aeróbios (desconsidere a caminhada) são fragilistas, ou seja, nos deixam mais frágeis. Maratona (ou correr muito) só é interessante MESMO quando sabemos que, do contrário, a pessoa seria sedentária não fosse esse esporte. Entre correr uma, 2 ou 3 maratonas por ano ou ser sedentário, maratona ainda é melhor.

A SBG Media divulgou e comentou os resultados de uma pesquisa sobre o que pensa e o que quer os corredores das provas americanas. A impressão que dá é que é bem similar ao gosto brasileiro: que é fácil encontrar eventos, que estão melhores que 5 anos atrás, que acham caro, etc. As organizadoras estão tendo que cada vez mais brigar mais para garantir seu filão.

As maratonas brasileiras são caras? Abaixo você tem os preços em reais (R$) de algumas das maratonas do continente. É um bom comparativo! Fonte: Um Só Lugar.

No The Washington Post um texto incrível sobre as agruras inimagináveis de uma africana que só foi encontrar uma vida digna ao ser adotada e depois ir correr e competir nos EUA.

Abaixo o belíssimo vídeo da maratona da ainda mais bela cidade de Paris!

Etiquetado ,

Leituras de 5a Feira

*Fazemos planos para que eles não se cumpram… eu esperava postar daqui da Europa (confesso que tenho um monte de coisa para comentar). Mas os compromissos com as férias me impediram. 2ª sem falta espero voltar à rotina de posts!

Os textos que mais gosto são aqueles que desenterram grandes histórias escondidas ou pouco contadas. Este fala de Clarence DeMar, o americano mais dominante na Maratona de Boston.

A corrida como ferramenta para atenuar a duríssima fase do luto.

Por que importa a maneira você encara e lida com a dor…

Um pouco de divagação: corrida é sobre ser paciente, consistente e saber lidar com o desconforto. Fazer com que ele seja confortável.

Um comercial da Nike com a maratonista Shalane Flanagan e alguns outros astros patrocinados pela marca!

Etiquetado ,

Leituras de 5a Feira

Na Spikes uma matéria com um maratonista suíço que vem chamando muita atenção! Julien Wanders largou tudo para viver e treinar com os quenianos. Ele vem após longo investimento colhendo os frutos com recordes nacionais e outras belíssimas marcas!

Auto-jabá: No outro blog falo sobre o que o mito grego de Ulisses pode nos ajudar a comer melhor e também menos doces.

No The Guardian uma matéria escrita por um best-seller da corrida tenta explicar o crescimento vertiginoso das ultramaratonas mundo afora.

No The New York Times aquele tipo de matéria que só faz diminuir meu interesse em acompanhar o alto nível: o doping disseminado.

Uma conversa entre Malcolm Gladwell e Alex Hutchinson sobre corrida só pode ser interessante!

O vídeo foi postado em 1º de abril, mas a história é verdadeira apesar de pouco crível: como um homem mudou a história de sua prova no atletismo. Não canso de rever matérias sobre isso!

Etiquetado ,