Leituras de 2a Feira

Um longo e cuidadoso texto traz detalhes dos maiores saltadores triplos cubanos ao longo da história.

O The New York Times com duas matérias dignas deles. Em uma sobre a redenção de um corredor presidiário. E outra falando sobre a japonesa veterana e sensação Mariko Yugeta com um jeito peculiar de se motivar.

Estudo citado no The Telegraph toca em um assunto polêmico porque o resultado não agrada: homens praticantes de esportes de resistência, inclua aqui a corrida, têm envelhecimento do sistema circulatório. Basicamente envelhecem mais cedo “por dentro”. Curiosamente, as mulheres que se expõem à mesma carga rejuvenesceriam. O tema é espinhoso (porque indigesto), controverso e não definitivo. O que eu acho? Acho que correr demais, como a amostragem do estudo, faz mesmo mal.

Uma reflexão interessante: por que deveríamos “abraçar” melhor aquele vazio existencial, aquela depressão pós-prova ou conquista importante.

The Guardian conta a história do septuagenário que se tornou mês passado no mais rápido da história na maratona. *é o tipo de caso que leio sempre com pé atrás porque tenta fazer de alguém incomum um corredor comum.

A teoria nos diz que basta um cisne negro para mostrar que nem todos os cisnes são brancos. A Nutrição vive no discurso inconsistente de que para esportes de resistência você precisa de carboidrato. Bastou um louco adepto do alto consumo de carboidrato mostrar o tamanho da balela. O ultramaratonista Mike McKnight encarou 140km completamente em jejum. “Nutrição não é ciência, é um sentimento”.

Tempo atrás a PUMA lançou sua campanha no Dia das Mulheres. Em She Moves Us vemos atletas famosas da marca:

2 pensamentos sobre “Leituras de 2a Feira

  1. joão disse:

    Parabéns pela cara nova da leitura.

    Curtir

  2. Cesar Condrati disse:

    Sobre a “necessidade” de se alimentar durante prova… final de semana passado corri a Maratona do Rio, com tempo sub3h, e não ingeri nenhum alimento durante a prova. Tomei água em torno de 5-7 postos de hidratação (e aquelas bicadas, que vai tipo uns 20% do copinho), e outras 2x isotônico (aqui já uns 50% do copinho). E só!!! Porém… havia “estocado” alimento… fiz um excelente café da manhã duas horas antes da largada.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: