Leituras de 6a Feira

Quem gosta de esporte profissional às vezes se esquece ou não se dá conta de quão irregular e tortuosa é a linha do tempo dos atletas. O americano Trayvon Bromell era uma promessa dos 100m e de repente os resultados não apareciam. Diziam que era uma lesão. E era mesmo! Mas seria apenas isso? Com certeza não! Um texto incrível da NBC traz um resumo de 4 anos sofridos antes de ele voltar a correr o que corria!

Autojabá: no outro blog explico o que a quarentena nos ensina sobre o jejum. E ainda a diferença entre comer como um atleta e comer para ser um.

Em plena quarentena e com calendário parado atletas americanos se juntaram para fazer um meeting e acabaram batendo um recorde mundial (4x1500m). Aqui o curto vídeo com os melhores momentos da competição.

Bob Hayes é considerado por muitos como um dos maiores velocistas de todos os tempos, à altura de Owens, Lewis e mesmo Bolt. Na histórica final em Tóquio/1964, na mesma prova estava o companheiro de equipe Mel Pender, bem menos conhecido. Em matéria magistral da NBC temos o desenrolar da vida e carreira de ambos. Demais!

Etiquetado

Um pensamento sobre “Leituras de 6a Feira

  1. César Rodrigo Bandoni disse:

    Se juntaram para uma corridinha e bateram um recorde mundial e um recorde americano!

    Curtir

Deixe uma resposta para César Rodrigo Bandoni Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: