Miasmas & o passado se repete

Essa semana com a reabertura voltei a correr nos parques. A regra pede uso de máscara. Natural que me perguntem. Eu poderia desconversar ou poderia ser franco. Bom, a resposta está acima.

Essa semana também voltei a andar de trem e metrô (pra ir correr). Já viu o tamanho do segurança mais fraco da Linha Lilás? Óbvio que uso máscara! Uso máscara em supermercado (imposição), dentro dos vagões (opção), dependências das estações (imposição) e táxi (imposição).

Apenas o desprendimenrto da lógica mais elementar e da realidade e de conceitos técnicos alimenta o uso de máscaras em ambientes abertos ou em um parque ou na corrida. O trem que peguei pra ir quase agora ao Bosque do Morumbi pode carregar 2 MIL pessoas. O Metrô que me leva ao Ibirapuera pode andar com lotação de 8 pessoas por metro quadrado. Tanto trem e metrô estão longe do pico, mas não há onde sentar.

Você sai da estação Morumbi e no shopping vizinho tem que medir a temperatura e tem que intercalar degraus na escada rolante. Sabe o nome disso? Dissonância cognitiva. Não cruzei com 10 pessoas nos parques onde corro. Usar máscara??

Seguindo ótima dica de uma amiga li “Ghost Map”. Se você usa máscara que NÃO seja dentro de um metrô, não leia, você terá vergonha de você mesmo. Se você ler e AINDA ASSIM achar que faz sentido usar máscara na rua, releia.

O livro conta a investigação de John Snow pra entender a disseminação da cólera na Londres de 1850. O comportamento social de 170 anos atrás é o MESMO do nosso comportamento atual. Snow lutava contra a tese que cólera se transmitia por miasmas (“ar ruim”), seria futuramente o nascimento da agora vigente teoria microbiana.

Você acha que Snow convenceu as pessoas? Não. Foi rejeitado, inclusive pelo The Lancet. Irônico que vocês ainda o sigam.

O esporte preferido do brasileiro é odiar político! Mas é irônico que políticos que são odiados e nunca viram um trem decidam com apoio popular o que deve ser feito. É o delírio coletivo. Em trilhos, são quase 8 milhões de paulistanos por dia segurando corrimão em vagões sem janelas (climatizados). Mas o vírus tem consciência social! Ele pega mesmo só quem anda ou corre na rua sem máscara.

 

Etiquetado

2 pensamentos sobre “Miasmas & o passado se repete

  1. Carlos Eduardo de Abreu e Lima disse:

    Eu só corro sem máscara.

    Curtir

  2. Giuliano disse:

    Concordo não faz muito sentido correr de máscara em lugares abertos e com muito espaço vazio é pouca gente y tenho optado em correr antes das cinco horas da manhã justamente para evitar o uso d máscara y cruzar com alguém é uma raridade mas mesmo assim já ouvi de um colega você corre sem máscara kkkkk

    Curtir

Deixe uma resposta para Giuliano Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: