“Feedback”, dados, informação e aprendizado – parte 2

É comum em véspera de prova atleta vir perguntar como ELE(A) deve correr. Como vou saber?! Como treinador tenho PALPITES do que é POSSÍVEL ser feito. ESSE é o problema da falácia da confiança, de achar que ter prints de treinos me faria ter controle daquilo que não tenho, o desempenho alheio.

Treinos trabalham CAPACIDADES, valências, uma prova em si é IRREPRODUTÍVEL. O que se pode fazer é usar testes reproduzindo SITUAÇÕES que vão nos dar palpites mais acurados.

Eu sempre me faço de bobo quase nunca falando ao corredor o que ele deve fazer na prova. No máximo ELE vem até mim buscando confirmação (“estou pensando em sair pra tanto”), que no fundo nada mais é que ele perguntando indiretamente “não estou falando bobagem, né?”

LÓGICO que tenho interesse sincero e real pelo desempenho de quem oriento, porém eu a TREINO na SESSÃO, mas a ENSINO mesmo é quando faço com que ELA tome decisões, olhando meio que de longe não a deixando fazer bobagem, papel quase que FUNDAMENTAL de um treinador.

A pessoa ficar me enviando DADOS e resumos de treinos NÃO gera necessariamente INFORMAÇÃO (tempo dela no próximo 10km, por exemplo). EU dizer o quanto ela vai ou deveria correr 10km não produz nem um nem outro!

O treinador deveria assim fazer com que o corredor seja parte atuante no processo, fazendo com que ELE tente descobrir por ele mesmo as soluções (ritmos). Sessões de treino nos dizem POUCO do que vai acontecer futuramente, falam mais sobre o que PODE acontecer. Mas NINGUÉM conhece o atleta melhor que ele mesmo, nem mesmo um treinador lendo TODOS os treinos.

Stephanie Bruce contou no domingo que seu marido Ben, atleta profissional, decidiu no SÁBADO correr a Mesa Marathon. Ele venceu em recorde pessoal (2h21). Sua conclusão foi que isso é “um exemplo pra que não façamos overthinking’ sobre nossa preparação porque às vezes você só precisa aproveitar sua aptidão atual, seja ela qual for”.

Marílson Gomes disse pra nós dias atrás no podcast 3 Lados da Corrida que quando controlou TUDO correu 42km em 2h09, mas quando fez uma preparação errática, fez 2h06. A sensação de controle é MUITO traiçoeira.

Etiquetado ,

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: