Sobre low-carb em amador

É MUITO comum corredores me perguntarem: se a elite não faz low-carb por que um amador deveria fazer?
 
Ou ainda, dessa vez é a leitura míope de nutricionistas: a elite, para correr rápido, consome muito carboidrato, então você amador também deveria consumir.
 
Ambos raciocínios estão errados, ainda que façam algum sentido (do amador se perdoa o equívoco, de nutricionistas não! Mas como não sabem nada de esporte, é de certa forma compreensível). Cada esporte deveria ser visto em função de suas demandas que nem sempre são aquilo que nos aparece em um olhar mais apressado.
 
As pessoas acham que os jogadores de basquete são altos. São mais do que altos! Eles têm é uma ENVERGADURA enorme. O corredor de longa distância, quanto mais longa a especialidade, MENOR deve ser seu peso.
 
Não temos que olhar o esporte SOMENTE pelo que fazem a elite porque isso por si só NÃO explica serem fora da curva.
 
É legal ver que o baixinho gosta de jogar de basquete ou o cara lento insiste em correr provas de 800m. O filme da Disney e de Hollywood gostam de dizer que “tudo é possível“. Você até PODE escolher o seu esporte, mas é o ESPORTE quem escolhe quem fará sucesso nele. E na corrida ele escolhe pessoas rápidas E leves! Isso por uma questão mecânica!
 
E a elite do atletismo, igual o defensor da NBA tem envergadura MAIOR que a altura, acaba tendo enorme tolerância ao carboidrato. Tolerância essa que permita que ele se ENTUPA de carboidrato sem efeitos adversos (ganho de peso, hipertensão, resistência à insulina). Desses efeitos o peso é o que MAIS nos interessa (amadores). E sabemos que uma dieta de baixo carboidrato é a de mais fácil manutenção de um baixo peso.
 
SIM, uma dieta rica em carboidrato na elite permite maior POTÊNCIA aeróbia, capacidade determinante em provas de 5km e 10km. Então nada melhor do que eles comerem muito já que são tolerantes.
 
O amador não! Come muito, tem poucos benefícios com a potência aeróbia em provas de 10km em diante, engorda, fica lento… Ficou mais claro?
 
É sempre MUITO pertinente olhar o que faz a elite. Mas SEMPRE que o fizer saiba que aquilo ali não explica tudo afinal eles foram ESCOLHIDOS pelo esporte deles. Você não. Com você as regras podem ser diferentes.
Etiquetado ,

5 pensamentos sobre “Sobre low-carb em amador

  1. Antal Varga disse:

    Balu, para quem ñ sacou a diferença entre elite e a plebe (nós), peça para o indivíduo fazer a dieta do Michael Phelps para ver o que acontece.
    Reza a lenda q ele consumia 12 mil calorias/dia. Só que em contrapartida, a mesma lenda diz que treinava 8h/dia e que na periodização entre as olimpíadas de Londres e Rio, perdeu apenas 4 dias de treino.

    Curtir

  2. SANDOVAL AVELINO OLIVEIRA JUNIOR disse:

    nem todo amador nao tem tolerancia. as vezes o amador tambem tem a tolerancia ai o carbohidrato vale muito e se for junto com tomate abacate e outros verdes saudaveis..
    ha muitas nuances nesta area alimenticia o veganos e vegetarianos sao um capitula a parte viu balu…..
    nem so de law carb ou high carb vive os amadores e elite.
    vale um estudo

    Curtir

  3. Carlos Eduardo Lima disse:

    Você quer dizer, caro Balu, que à medida que vamos aumentando a performance vamos adquirindo tolerância aos carboidratos?

    Curtir

  4. […] uma resposta *texto originalmente publicado no Blog Recorrido. É MUITO comum corredores me perguntarem: se a elite não faz low-carb por que um amador deveria […]

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: