Leituras de 4a Feira

Autojabá: no outro blog falo sobre a Igreja dos alimentos errados.

Um longo texto da Let’s Run mergulha dentro de um grupo de corrida que produz alguns dos melhores corredores de 1.500m do mundo. Mesmo quem não corre meio-fundo pode tirar algumas lições!

O Ultrarunning History traz a espetacular recapitulação da vida e carreira de Ruth Anderson, um dos grandes nomes da corrida da segunda metade do século passado! Na boa… ISSO é que é guerreira, isso que é empoderamento!

Autojabá 2: se você gosta do conteúdo que vê aqui sobre Nutrição, estou certo de que vai gostar de receber nossos textos por e-mail para lê-los quando melhor convier! Basta assinar o canal por este link!

Novamente a IAAF faz um texto espetacularmente bom e técnico explicando a longa trajetória até a glória e 2 recordes mundiais nos 400m com barreiras. É o tipo de texto que coloca toda a carreira dessas atletas em perspectiva. Muito bom!

Autojabá 3: recebi o convite irrecusável para participar como convidado do podcast Corredores do Fundão para falar sobre meu livro O Treinador Clandestino. Quem quiser conferir o resultado, basta clicar aqui!

Etiquetado

2 pensamentos sobre “Leituras de 4a Feira

  1. Antal Varga disse:

    Balu, há outras “igrejas” por aí com as quais nem vale a pena discutir: crossfit, MMN = piramideiros, dependentes de suplementos, fundamentalistas religiosos, day traders e militantes políticos.
    Faça como as “misses”, sorria e acene levemente com as mãos ao som de Let It Be.

    Curtido por 1 pessoa

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: