Um pouco mais sobre correr na grama – parte 2

Continuando raciocínio do último post... Em toda Adis Abeba, capital da Etiópia, acredito haver 3 pistas sintéticas de atletismo. Todas elas de acesso restrito. Em uma apenas atletas profissionais podem treinar, em outra ninguém entra e em outra, a do atleta Kenenisa Bekele, você precisa pagar U$15 (30% do salário médio etíope) por dia para treinar.

No Quênia, as pistas mostradas nos diversos documentários são sempre de carvão (ou terra batida, como preferir chamar). Há um conceito, totalmente equivocado a meu ver, que lamenta o fato de esses locais não contarem com melhor estrutura de treino. Por “melhor estrutura” leia-se pistas sintéticas. Isso é verdade? NÃO!

O aparelho locomotor dos seres humanos se desenvolveu com a espécie se deslocando em terrenos irregulares. Uma coisa é COMPETIR em piso duro e estável, a outra MUITO DIFERENTE é passar a maior parte do tempo (treinando ou não) nele!

Eu acho que o ônus da prova de que é melhor ter pistas sintéticas está com a turma que acredita na tecnologia que insiste em afirmar e propagar promessas antes nunca cumpridas.

Estou falando isso porque recebi da mesma pessoa a leitura de seu GPS em um treino feito em uma pista de carvão, mais barata, mais comum em países mais pobres. Veja como ela se aproxima mais da leitura feita em um piso irregular (grama). Veja ainda como esse tipo de piso, MESMO QUE seja uma pista de atletismo, é irregular.

Não é que quenianos e etíopes são melhores AINDA QUE treinando em pista de carvão. Para mim, eles são melhores TAMBÉM porque fazem isso!

 

 

Etiquetado , , , , ,

7 pensamentos sobre “Um pouco mais sobre correr na grama – parte 2

  1. liporati2002 disse:

    Não, Balu! Você está confundindo ruído com sinal.
    Esta “leitura” do GPS, este gráfico de altitude só mostra ruído. Um típico GPS de consumidor tem uma precisão típica de 4,9m a céu aberto (https://www.gps.gov/systems/gps/performance/accuracy/). Ou seja, a variância é maior que a diferença da medida, portanto o gráfico é (provavelmente) apenas ruído! (re)Leia “Fooled by Randomness” do Taleb página 168.

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Eu sei que a imprecisão é enorme… não ligo pros números! Mas se vc compara essa imagem, com a da semana passada num gramado aberto com a da volta da grade do Ibirapuera (meio termo e que recebi hj) e outra de um treino em subida (que não postei) vc percebe que a (ir)regularidade é díspar.

      Curtir

      • liporati2002 disse:

        Não. Você pode não ligar para os números (ou não entender) mas não pode refutar os números. Qualquer conclusão por este gráfico do post é bullshit, fraude.
        “If you see fraud and don’t shout fraud, you are a fraud.” N.N.Taleb

        Curtir

      • Danilo Balu disse:

        A busca aqui não é para determinada magnitude de variação, mas por haver variação maior do que terrenos mto irregulares. Não postei aqui a imagem da volta da grade ou do mesmo treino num “pasto”. Sem saber os valores e vc tivesse que fazer aposta em qual terreno é menos irregular eu aposto TODO meu dinheiro onde vc faz a escolha. Duvida?

        Curtir

    • Varga disse:

      Pergunta off topic aos 2: vcs são day ou swing traders ? Pq NN Taleb é um dos gurus desta classe de investidores.

      Curtir

  2. liporati2002 disse:

    Não entendi esta frase: “Sem saber os valores e vc tivesse que fazer aposta em qual terreno é menos irregular eu aposto TODO meu dinheiro onde vc faz a escolha.” Ou falta algum conectivo e/ou há erro de concordância de tempo verbal, portanto não entendi a aposta. Mas isto não importa pois o ponto não é este. Eu acredito que uma pista de carvão é mais irregular que uma pista sintética. O ponto é que tentar comprovar isto usando este gráfico (os dados) acima do GPS é fraude. A “régua” GPS, nesta situação, não consegue medir isto. Ela só produz ruído.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: