Leituras para a 6a Feira de Feriado

Pra quem não corre sem música, como de hábito a Runner’s World dá dicas e sugestões para sua playlist!

Por que a Maratona gera tanto choro entre corredores e quem assiste? Um psicólogo esportivo explica na Runner’s World.

Um texto bem completo na Wired fala de toda a programação feita para que um corredor dos bons volte a correr forte depois dos 40 anos. É interessante ver como tanta coisa pode afetar o desempenho. É interessante ainda ver a obsessão humana pelo controle das coisas… lá estão N variáveis…. Se dê por satisfeito quando você for amador e puder controlar de fato duas ou três delas. O que dizer de umas 27…?? *dica do Igor Oliveira.

Uma das maiores velocistas de todos os tempos, Wyomia Tyus, teve a coragem de fazer um protesto silencioso também nos Jogos Olímpicos de 1968 que nunca foram percebidos! Eu mesmo conheci a história apenas agora via ESPNw!

Na Runner’s World britânica uma entrevista com um dos maiores senão o maior ultramaratonista de trilha da história, Kilian Jornet.

Abaixo o vídeo da edição deste ano da Maratona do Porto. A 2ª maior cidade portuguesa é dona da maior prova de 42km do país, à frente da capital Lisboa. Ela já é uma das 15 preferidas pelos brasileiros quando decidem encarar a distância no exterior! Não é pouca coisa quando só outras 5 na Europa atraem mais de nós!

Etiquetado ,

Um pensamento sobre “Leituras para a 6a Feira de Feriado

  1. Antal Varga disse:

    Balu, bem bacana esse tema da emoção de uma Maratona. Eu acho que é pq elas nunca são fáceis… pra ninguém. Seja para o Eliud Kipchoge seja para o estreante que só pensa em completar, é uma distância de “gente grande”.
    E tendemos a menosprezar a realidade dos outros mas, pasmem os senhores, existem cerca de 7 bilhões de realidades. Minha esposa sempre me lembra disso.
    Tem o meu amigo que era obeso mórbido, o cara que conheci no parque que luta contra o alcolismo, tem de tudo mas, tem seriedade pois ninguém acorda num domingo de manhã e decide sair do sofá para encarar uma assim do nada.
    Então neste domingo dia 18/11/18 se eu cruzar mais uma vez a linha de chegada da Maratona de Curitiba vou chorar… desculpe mas eu vou chorar.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: