Leituras pré-Copa!

Foi no Dia dos Namorados que descobri que Nick Willis, um dos maiores meio-fundistas do mundo, é treinado por sua esposa. Ela não é corredora, não é formada na área, ela não tem CREF, ela não tem sequer cursos na área. Mas ela tem 2 coisas: skin in the game (pele em jogo), afinal, a renda dela e de quem ela mais ama depende de sua competência. E é inteligente, o que a fez aprender sobre treinamento do evento de seu marido (1.500m/Milha) nos 10 anos ao seu lado o acompanhando. O ano é 2018 e há quem exija o combo diploma/CREF de treinador. Isso vindo do CREF, abutres que só querem dinheiro, eu entendo, vindo de gente inteligente, não entendo não…

No outro blog explico que manter distância de algo é bem diferente de equilíbrio de seu consumo.

Por que o número de atletas japoneses pegos dopados vem aumentando?

Chega a ser divertido quando vejo recomendações de “fisioterapia preventiva” para diminuir as chances de lesões em corredores. Isso simplesmente não existe. Ao menos não uma que funcione. O que fazem bem é pegar seu dinheiro. Outro recurso usado por amadores é delegar aos tênis, rotinas de alongamentos e suplementos pós-treino, algo que não conseguem: proteger um corredor. Tudo o que pensamos machucar um corredor (falta de alongamento, tênis ruim, tênis barato, sobrepeso, volume…) parecem não terem grande correlação positiva. Ou seja, estamos olhando o suspeito errado. Uma teoria que vai ganhando força entre quem estuda o assunto está ligado ao comportamento do atleta. Parece que justamente os atletas mais motivados são aqueles mais sujeitos a se machucar. São aqueles atletas com provas marcadas, que vêm melhorando consistentemente seus resultados um grupo altamente susceptível a treinar forte ignorando mensagens que o corpo envia, como pequenas dores ou necessidade de um pequeno descanso, por exemplo. Não deixa de ser muito fora dessa linha que Alex Hutchinson nos traz em seu novo texto uma pesquisa que diz que atletas perfeccionistas estão mais sujeitos a se lesionar. Bem interessante! O argumento? Esses atletas seriam mais resistentes a tirar um dia extra de folga mesmo que o corpo peça. Pois é… Quando recorremos à memória, com o perigo de que ela nos trai mais do que imaginamos, não demora para você se lembrar de colegas que estavam motivadíssimos, treinando feito leões e melhorando até que… AI! Uma lesão veio forçar um descanso.

Abaixo um novo vídeo da Nike sobre um atleta com necessidades bem especiais.

Etiquetado ,

3 pensamentos sobre “Leituras pré-Copa!

  1. Rafael disse:

    Na minha opinião, para um amador, sem grandes tempos nas provas.
    A melhor maneira é levar o esporte na brincadeira, se divertir. E aposto ainda, que fazendo isto o desempenho melhora e muito.

    Curtir

  2. Antal Varga disse:

    Balu, olhe que coincidência: ontem no LinkedIn, num post sobre os resultados obtidos por pessoas que empreendem de verdade, não estou falando de abrir empresa, foram exemplo: Paulo Coelho, Will Smith, Jay Z, Sean Comb. Nenhum deles é PHD ou algo assim.
    Sinceramente se vc quer empreender, ter resultados etc não é na academia que está a procura por exemplos de sucesso. É lá fora, pq os citados tem habilidades e não diplomas nem registros de classe.
    E concordo com o Rafael acima e com seu texto. Minha única lesão que me afastou da corrida ocorreu quando fiquei obcecado em fazer a Meia de Pomerode, a última do ano em 1h45min (para mim é grande coisa). E não faltaram avisos do corpo durante a prova.
    O dia em que ser rápido for mais importante do que me divertir, paro de correr na hora e vou procurar outra coisa para fazer.

    Curtir

  3. Fausto Flor Carvalho disse:

    Como sempre ótimos textos…mas este vídeo da Nike….muito bom.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: