Leituras de 2a Feira

Na Outside: por que os japoneses são tão bons maratonistas?

No The Guardian: por que quenianos não correm ultramaratonas?

Com quase um ano de atraso trago uma sequência primorosa para quem gosta de história. O trágico destino do maratonista japonês Kokichi Tsuburaya, medalhista de bronze em 1964 que cometeu suicídio depois por estar cansado de tanto correr.

Um vídeo incrível da Nike!

Etiquetado ,

12 pensamentos sobre “Leituras de 2a Feira

  1. Julio Cesar disse:

    Japoneses são bons maratonistas. E para por aí.
    Deve ser porque são bastante disciplinados.

    Não fui pesquisar, mas quantos japoneses têm marcas entre as 20, 30 ou 50 melhores de todos os tempos ?

    Essa da ultramaratona é fácil: Quenianos não correm ultramaratonas porque além de não dar dinheiro, é muito chaaaaaato…. rsrrs…

    Curtir

  2. ciro disse:

    Minha opinião sobre o texto das ultramaratonas é que quando as provas ficarem atrativas na questão do dinheiro oferecido para os primeiros, haverá migração dos quenianos e dos etíopes para essas provas.

    Precisamos lembrar que existem no Quenia, mais de 400 atletas que correm maratona abaixo de 2h10 min.

    Muitos deles não conseguem trazer dinheiro para casa numa maratona importante pois competem contra seus próprios conterrâneos que são pouco melhores e ganham com 2h05 ou 2h06.

    Mas quando eles entenderem que podem ir pra ultra corridas e ganhar, esse “time B” que tem mais de 400 atletas, vão começar a se aventurar por trilhas de montanhas americanas.

    Vão sofrer no começo, mas se adaptarão e tb dominarão o esporte.

    O mesmo esta acontecendo de atletas do triathlon olímpico migrarem para o Ironman. Quando eles descobrem que podem nadarpedalarecorrer por mais de 6h na mesma intensidade que estavam fazendo por 2horas, eles vão começar a se arriscar em provas de Iron. Para tudo tem adaptação, mas vão dominar o esporte tb.

    Curtido por 1 pessoa

    • Julio Cesar disse:

      Ms tem um pequeno problema: Ultramaratonas são por sua natureza, provas de longa duração, o que torna a transmissão pela TV entediante.

      E quando são no meio do mato além de serem longas e entediantes também são de difícil transmissão por questões técnicas.

      E se não tem transmissão não atinge o chamado grande público, se não tem público não tem patrocinadores, se não tem patrocinadores não tem dindin bom para os vencedores.

      Curtir

    • ciro disse:

      Faz sentido, mas tem muitos esportes que não são transmitidos e “pagam bem” ou o suficiente.
      E mais uma coisa, a referência de bom pagamento para o Keniano é muito diferente do que para outro atleta. Digo, eles lá tem tão pouco que qualquer coisa a mais é muito a mais.

      Curtido por 1 pessoa

  3. Fausto Flor Carvalho disse:

    Concordo com o Júlio, acho que não há condições que tornem a ultra maratona atrativa para o grande público e por isso não atrairá muito recurso.

    Curtir

  4. Varga disse:

    Por que ? The Why (https://www.youtube.com/watch?v=8YWyac1ZdsU).
    Ainda estou preso aos 42,195 km. Mas, um dia vou transcender, fazer a jornada e entender o porque.
    Porque chato mesmo é ficar dando voltinhas como um hamster ou cavalo, ainda que bem rápido.

    Curtir

  5. Leonardo disse:

    kkkk… Julião continua “tretando” com o povo…deu até saudade do Blog Correria agora…bons tempos…kk

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: