São Silvestre e a falta de pés no chão dos especialistas

Ontem rolou a maior prova de corrida do Brasil. Acho sempre divertido ver o que dizem os “especialistas”… eles não querem (ou não podem nunca) correr a São Silvestre, mas sem terem jamais organizado sequer uma corrida em volta do quarteirão, sabem das soluções e não cansam de nos oferecer (ainda que ninguém que sempre a corra tenha perguntado).

Não adianta dizer que a organizadora conseguiu finalmente melhorar parte dos problemas (os bandidos-pipocas), nunca estará bom, não podem acreditar, ainda que o influencer digital só “volte a correr lá” quando for melhor que a Maratona de Chicago, pela qual ele pagou U$220. Essa gente que nunca organizou nada acha que o brasileiro quando coloca o número de peito vira civilizado como um finlandês (porque coincidentemente sempre dão exemplos de provas europeias).

Porém, o corredor brasileiro (que é igual ao cidadão médio brasileiro) está mais para outro espectro. Basta ver que hoje retiraram toneladas de lixo Copacabana (ou de qualquer outra praia caríssima brasileira à sua escolha). Fazendo um paralelo, esses gênios acham que é só um questão de falta de cestos! Pois se o finlandês é como um felino, que se limpa e vive limpo, o brasileiro, é duro admitir, está muito mais para outro animal, aquele que vai se chafurdando na lama sem se importar.

2018 é ano de eleição, e assim como na política, achamos que o problema da São Silvestre é a organizadora, são os políticos, e não o brasileiro que gosta de levar vantagem, trapacear, roubar. É bem mais fácil culpar a Yescom. Esses que nunca organizam nada esquecem que quando o alemão organiza uma prova, ele tenta oferecer a melhor experiência ao corredor. Já o empreendedor brasileiro TEM QUE TER como tarefa número 1 o norte: “como fazer para não ser enganado pelo corredor“, um brasileiro.

Se esses influenciadores são 100% honestos eu nem me importo. Mas sei que sabem a solução das corridas sem ainda NUNCA terem entendido NADA, e ainda confundirem SP com Helsinque.

Etiquetado ,

9 pensamentos sobre “São Silvestre e a falta de pés no chão dos especialistas

  1. alvarotimbo disse:

    Basta olha a foto da assessoria RunUp, que tem váaaaaarios corredores com o número 23023, que verá o “jeitinho brasileiro” em ação. Enfim, só querem se dar bem, sempre…

    Curtido por 1 pessoa

  2. Julio Cesar disse:

    E para o caso do fiscal olhar, estarão com chip de outra corrida no pé.

    Seria o “crime perfeito” se não fossem os sites de vendas de fotos.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Marcelo Hideki disse:

    Eu já não participo da São Silvestre tem quase 10 anos(desde a medalha entregue com o kit),mas ainda assim considero uma falha demorar 3 dias para divulgar os resultados.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Marcelo Hideki disse:

    Por ser cronometragem por chip não tem desculpa demorar 3 dias para divulgar os resultados,se ainda fosse no esquema de “canhoto” espetado no prego,aí sim poderia se dar um desconto.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: