Leituras de 6a Feira

Um teaser de um meeting, na sequência do Mundial que acabou de acabar! *dica do Helio Shiino.

The Guardian fez sua lista dos melhores, piores e destaques do Mundial. São britânicos, então relevem a patriotada.

Ainda nessa pegada patriotada, a Flotrack separou as 29 melhores fotos do Mundial.

Um corredor escreveu um texto legal sobre um guia prático para correr. É engraçado como o corredor amador perde tão facilmente o foco daquilo que realmente importa. *dica do Matheus Jacobina.

A Flotrack fez ainda um ranking interessante dos 31 maiores atletas que já disputaram o Mundial em termos de pontuação. Para eu ficar 100% com eles, ainda acho que os revezamentos deveriam contar nele 25% dos pontos. Carl Lewis bate Usain Bolt por bem pouco. Merlene Ottey é a primeira mulher (3º). E dos atletas ainda em atividades e bem posicionados que podem ou devem disputar mais edições, temos a jamaicana Veronica Campbell-Brown (5a), a etíope Tirunesh Dibaba (6ª) e a americana Allyson Felix (10ª).

Off-topic: um podcast sobre um caso improvável: um jogador da NBA decide criar um tênis barato (U$15) achando que isso iria democratizar e dar acesso a quem quer tênis bom e barato. Ele só não poderia imaginar que as pessoas querem mesmo é tênis caro!

Auto-jabá: tive dias atrás uma longa conversa com o Pedro do canal Batata Assando. Ele postou a 1a parte de nosso bate-papo onde falo da falácia do controle de peso ser uma questão de balanço calórico. Espero que gostem!

Etiquetado ,

Um pensamento sobre “Leituras de 6a Feira

  1. Fernando Saldanha disse:

    Danilo, gostou muito do seu blog, da maneira que você nos traz os fatos do mundo da corrida.
    Quando você bate no preço, valor, de uma maneira ” rústica” , confesso que me incomoda.
    Poderia me estender, mas tentando resumir:
    Cada um pode gastar o seu dinheiro como quiser, inclusive pagar trocentos dinheiros num tênis.
    O que é muito para alguns é nada para outros.
    O preço, infelizmente, está atrelado a percepção de valor, especialmente ao leigo.
    As pessoas querem grupos, e usam, desejam o símbolo deste grupo.
    O popular se tornando tão popular, nem o popular irá querer.
    O que é ostentação para muitos, via de regra com baixa auto estima, é o cotidiano de outros.
    E viva o capitalismo !
    Bora correr!

    Curtido por 1 pessoa

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: