O que você não viu na despedida de Usain Bolt

Usain Bolt é o maior velocista da história. Ponto. Maior que Jesse Owens. Maior que Carl Lewis. Maior que Bob Hayes. Maior que Asafa Powell, o recordista de sub-10. Ele já era o maior antes da final de sábado. Recordista Mundial dos 100m, dos 150m, dos 200m, 3º melhor tempo da história nos 300m, sua parcial nos 60m é melhor que o atual WR e detentor ainda do melhor registro de 100m lançados (em revezamento). Porém, hoje foi derrotado.

Foram 85 provas, 53 abaixo dos 10 segundos e apenas 6 derrotas. Duas delas para Justin Gatlin. Porém, pra entender melhor a prova de sábado, precisamos derrotar antes um dos maiores e mais duradouros mitos sobre Bolt… “Ele tem uma saída ruim.”

BOLT GETS A PRETTY GOOD START…”*

Quando olhamos as melhores saídas da história entre TODOS os atletas já medidos, temos:

– 0-10m (*sem o RT, tempo de reação): BOLT

– 0-10m: BOLT tem o 3º melhor da história, perdendo para 2 banidos por doping (Tim Montgomery e Ben Johnson).

– 10-20m: BOLT é o único na história a ter corrido abaixo de 1.00

– 20-30m: BOLT é o único a ter corrido abaixo de 0.90

– 30-40m: BOLT

Bolt teve o 2º pior tempo de reação na final. Porém, essa é uma capacidade pouco treinável, quase randômica, NÃO havendo correlação dela com colocação em grandes competições. Tivesse ele o MESMO tempo que os americanos Gatlin e Coleman, teria ganho. Sim, há sorte no esporte de alto nível.

Bolt largou de 4 a 5 centésimos pior que eles. Repare na linha amarela (*nos pés, JAMAIS no tronco dos atletas). Veja onde Bolt está mesmo saindo DEPOIS. Repare na outra imagem como ele ainda está atrás do chinês que pesa 24kg a menos que o jamaicano. Você não precisa ter CREF (risos) para saber como o peso é uma barreira a ser vencida na estática.

Bolt vem ganhando terreno a prova toda de Coleman. Vai jantá-lo. Mas a pista acaba. De seus cerca de 41 passos, Bolt dá os últimos 10 olhando o americano. Ele sabia que havia perdido. Mas foi pior do que imaginava.

 

“I DIDN´T SEE YOU”**

Como se fosse a final do Mundial de 2015 às avessas, Bolt é quem faz força, perde forma (*repare nos vídeos que ele chega a ultrapassar Coleman, mas perde na chegada), Gatlin se recompõe e ultrapassa ambos. Gatlin havia jantado Coleman, atual líder mundial, na seletiva americana semanas atrás. A experiência batia novamente o jovem talento. Coleman se precavia contra Bolt, mas ninguém viu Gatlin por fora na raia 8. Era a redenção.

Gatlin foi infantilmente vaiado pelo seu passado. Poucos atletas são tão queridos como pessoa no mundo do alto nível do atletismo quanto ele. Tente achar alguém que fale mal dele, não de seus pecados. Não culpe o atleta, “blame the game”***. Só um cara como ele, que tem um ego que não cabe no estádio olímpico, poderia reverenciar o maior velocista da história.

Uma prova para não esquecer. Tecnicamente, ou emotivamente.

 

********

*Bolt teve uma largada muito boa (transmissão da BBC)

**Eu não vi você (Bolt para Gatlin)

*** Culpe o jogo

Etiquetado ,

4 pensamentos sobre “O que você não viu na despedida de Usain Bolt

  1. Ele devia correr os 200m também nesse mundial… Embora a prova dos 100m seja a mais emblemática, o Bolt é ainda melhor nos 200m.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: