Nike BREAKING2 – pitacos e overthinking.

*6a feira fui em um evento fechado da Nike para acompanhar a transmissão ao vivo da tentativa da quebra inédita da barreira das duas horas na Maratona. Agradeço a gentileza da Nike!

Bom, não acho que foi “quase”, até porque comentaristas imaginavam que o angu ia desandar entre 35-40km e foi EXATAMENTE o que aconteceu (~38km). Mas foi ESPETACULAR como evento. Só a Nike para fazer algo assim. Eliud Kipchoge já era pra muitos comentaristas o melhor maratonista de todos os tempos (GOAT). Especulavam que seu recorde pessoal (PB) real não era os atuais 2h03:05, mas algo em torno de 2h02:00-2h02:30.

Ninguém achava que o queniano não conseguiria chegar aos 35km em ritmo de sub-2h00, mas achavam que ele iria quebrar feio, muito feio. Mas ele é o maior de todos, o GOAT, isso hoje está bem claro. Dá pra arriscar que pode inclusive em condições reais, HOMOLOGÁVEIS, girar na casa de 2h01:30-2h02:00.


Um monstro! Mas…. então estamos QUASE lá, certo?

Não. Estamos longe, bem longe ainda. O que o evento mostrou não é que estamos próximos, mas que estamos bem distantes ainda de um sub-2h em provas. O que o #Breaking2 nos mostrou é que mesmo quando pegamos o melhor da história, criamos vantagens e auxílios não permitidos, controlamos todas as variáveis possíveis, reproduzimos os estímulos, ainda assim ele quebra exatamente onde era esperado e até calculado.

Vimos ainda que um pelotão de 30 coelhos se revezando ajudou MUITO. O carro provavelmente pouco ajuda como quebra-vento, mas ele era um pacer EXCEPCIONAL que não se encontra em nenhuma prova do mundo. Em Berlim, onde ele pode correr em Setembro, ele terá 2-3 coelhos até pouco depois dos 30km, sem poder se esconder da brisa e do vento, o que pode gerar uma perda de até 4%. Será ele, Kipchoge, quem terá ainda que determinar o ritmo, uma função muito desgastante fisiologicamente. O tamanho da tarefa sub-2h é TÃO árdua, TÃO difícil que os outros 2 atletas sequer chegaram aos 21km no ritmo, e Kipchogue deu claros sinais de cansaço, algo meio inédito.

Para fechar, a barreira das 2h00 está BEM segura. O recorde mundial (WR) não mais, mas esse nunca esteve. Kipchoge deve ter dentro dele mais 1-2 maratonas em alto nível e dificilmente a marca irá colocar o caminhão de dinheiro que colocou nesse projeto. Nem precisa pela reação dos comentários do público! O maior benefício de ontem ao atletismo é que dezenas de atletas viram que é possível bater o WR. Mas vimos também que nem mesmo o GOAT, com auxílio externo, é capaz de fazer o WR virar 1h59:5x…

*se você ainda assim acha que ontem foi WR, saiba que a marca de Usain Bolt já foi batida por um AMADOR (na descida) e com ventiladores (Justin Gatlin). E que já fizeram algo similar batendo as marcas da Milha e dos 10km. Duvido que você saiba quais são essas 4 marcas… não são consideradas

Etiquetado , , , , , ,

17 pensamentos sobre “Nike BREAKING2 – pitacos e overthinking.

  1. Hélio Shiino disse:

    http://heavy.com/sports/2017/05/eliud-kipchoge-breaking2-2-hour-marathon-nike-shoes-diet-training-photos/
    Sports
    Eliud Kipchoge Breaking2 Marathon: 5 Fast Facts You Need to Know
    Published 4:03 pm EDT, May 6, 2017
    By Jessica McBride

    Curtir

  2. Muito bom Balú, concordo com quase tudo… Eu assisti apenas o “VT” no dia seguinte e tive tem essa impressão de que como evento foi sensacional, tudo perfeitamente orquestrado e executado de maneira impecável.

    Apesar disso, me incomodou ficarem chamando isso de “RACE”, ” Kipchoge RACE splits”, ” What a rekarkable RACE”, etc.. Foi um excelente evento mas foi um “Time trial” , nunca uma corrida de verdade…

    Curtir

  3. Julio Cesar Kujavski disse:

    E a questão do tênis.. sempre vi atleta de elite usando drop baixíssimo e quase zero de amortecimento.. mas o tênis desse evento era bem alto e ao que consta não será vendido.. Será que utilizaram algum tipo de impulsão ?

    Curtir

  4. Ed disse:

    Fico Imaginando como seria este mesmo teste com o Eliud usado um tênis de competição + convencional (flat) em vez do Vapourfly.
    Aliás, me parece que este tênis especial foi um fracasso pois a melhora do tempo do Eliud foi de 2.1% (em rel. a seu recorde) em condições especialíssimas, bem longe dos 4% de aumento de eficiência (WTF?) que estes tênis prometem.

    Curtir

  5. Rafael disse:

    E a parte cientifica?
    Falaram em estratégias de nutrição e hidratação para manter a temperatura da pele e as taxas de transpiração?
    Algum estudo sobre isso?

    Curtir

  6. Isabel Lopes disse:

    Bom…pelo menos você parece bem menos cético.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: