Leituras de 5a Feira

Já falei aqui: meus sobrinhos (de 5 e 7 anos) têm nos pés calçados com mais entressola que uso em minhas rodagens habituais. Não é necessariamente culpa dos pais, é sintoma de uma sociedade que acha que proteger é melhor. Crianças deveriam ter nada ou quase nada em seus pés. Em casa, o mesmo valeria a todos. Todos! Aqui um texto explicando que o melhor calçado para crianças é andar descalço.

Agora é o documentário sobre o MONSTRO Alan Webb que a Flotrack disponibiliza em aberto a todos, não só aos pagantes. Aproveite! Curta temporada!

7 cuidados a tomar em sua primeira maratona.

Auto-jabá: no blog coirmão falo de 3 textos recentes que mostram como nossos especialistas, igual um macaco, trocam os pés pelas mãos quando vão falar sobre tratamento e como evitar a obesidade.

Se as malas que viajam de avião tivessem redes sociais, iriam igual a muito corredor postar #superação #TreinoEntregue! Pelo menos é isso que o UOL nos informa: elas encaram até 5km em esteiras até o destino final. *dica do Igor Oliveira.

IAAF decidirá em julho se muda as atuais regras de validação de recordes mundiais. Isso feito, recordes mundiais obtidos antes de 2005 seriam desconsiderados (entre eles os de Paula Radcliffe na Maratona e o de Mike Powell no salto em distância, mas também os das “meninas” do bloco comunista). Confesso que não sei o que achar. Algumas marcas são uma vergonha, mas também há marcas que hoje parecem limpas. Não é uma decisão simples nem à prova de grandes erros e injustiças. Aqui matéria do The Guardian que como tantas vezes parece pensar apenas nos atletas britânicos.

Etiquetado

8 pensamentos sobre “Leituras de 5a Feira

  1. Hélio Shiino disse:

    “IAAF decidirá em julho se muda as atuais regras de validação de recordes mundiais.” (Danilo Balu)

    Faz pouco tempo – não me lembro quem e também não me lembro a fonte (mídia) – se falou que provas de corrida de rua, por exemplo a prova de Maratona, não se tem recordes e sim marcas devido a diferentes características do percurso das provas envolvidas no mundo inteiro. O mesmo concluiu dizendo que recordes só existem em provas em pistas de Atletismo pois as mesmas são iguais em qualquer parte do mundo. Pelo raciocínio dele, existe recorde em provas de 10.000 e marcas em provas de 10K, SEMPRE.

    “Isso feito, recordes mundiais obtidos antes de 2005 seriam desconsiderados” (Danilo Balu)

    The IAAF has stored blood and urine samples only since 2005, which means the records by Edwards and Radcliffe are at risk of being struck from the books, along with Colin Jackson’s indoor 60m hurdles world record of 7.30sec set in 1994.

    Isso abriria um monstruoso precedente, penso eu. Se essa “moda pega”, quantos esportes não existem que antes de uma determinada data não existia tais Bancos de sangue e urina…?????

    “Algumas marcas são uma vergonha, mas também há marcas que hoje parecem limpas.” (Danilo Balu)

    Balu, por que alguma marcas SÃO uma vergonha e não PARECEM ser uma vergonha da mesma forma como você disse que hoje há marcas que PARECEM limpas e não disse que SÃO limpas??? Por curiosidade, quais marcas, na sua visão, SÃO uma vergonha ou PARECEM ser uma vergonha?

    É no mínimo curioso vir à tona, depois de muitos anos, determinadas comprovações de doping em provas passadas – pós-2005. Parece-me que ficam “procurando pelo em ovo” como passatempo. E nessa SUPOSTA busca “paranoicamente” incessante, acabam achando.
    (Exemplificando, são as provas de revezamento em Jogos Olímpicos re-re-retrasados)
    Mas…
    Seria, na época, uma substância proibida, aos olhos dos dias atuais, ou seria uma pequena variante de uma substância proibida mas que SUPOSTAMENTE PODERIA causar uma melhora, mesmo que ínfima, na performance?

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      As de campo (arremessos, lançamentos e saltos) e velocidade no feminino são uma piada…. testosterona comia solto e não havia controle… Já as de arremesso e lançamento no masculino tb são mto várzea!

      Curtir

  2. Julio Cesar Kujavski disse:

    Mas Balu, e sobre o sub 2 horas da Nike.. minha preocupação nem é sobre doping, e sim sobre a distância, pois se tiver 500 mt a menos os caras têm reais condições de fazer sub 2 horas se tudo der certo. Vc sabe se o percurso teve aferição da IAAF ?

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Não sei da aferição. Mas não tem como dar pedala em uma pista conhecida e com imagens… Na dúvida é só conferir depois. Minha dúvida é só com doping (sem apoio ou envolvimento da marca, obviamente) e tênis.

      Curtir

    • Rogerup disse:

      Isso da medida me encucou também quando olhei mais cedo. Uma diferença de 30m na volta daria os 500m no final. A medição de 2405m é a medida para os carros, ou seja, medida no centro do carro (longe dos cantos). Se for pelo Google maps, pegando bem próximo aos cantos e fazendo as diagonais dá 2370m. Mas no fim das contas acho quase impossível cometerem uma falha dessa.

      Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: