Leituras de 5a Feira

Abaixo o vídeo oficial pós-prova da espetacular Maratona de Paris, talvez uma das 3 que ainda quero fazer… A cidade de Paris não tem igual!

Longa Leitura do Dia: a Let´s Run relembra uma das conhecidas grandes histórias envolvendo corrida e a 2ª Guerra Mundial ou envolvendo a centenária Maratona de Boston. 6 anos após a bomba atômica que destruiu duas cidades japonesas, um jovem corredor vem aos EUA sem dinheiro para vencer Boston!

Auto-jabá: no blog coirmão eu explico como Nutrição e Corrida têm muito em comum… fazer ambas é tão simples (que por sua vez é diferente de ser fácil) que chegam a ser aborrecidas.

ES-PE-TA-CU-LAR! A Maratona de Roterdã, que já foi a mais rápida e uma das mais aguardadas do mundo nos anos 80 e 90 fez uma festa para uma corredora. Para a ÚLTIMA colocada! Aqui o vídeo! Demais!

A Maratona de Valência na Espanha é uma das principais da Europa e atrai poucos brasileiros. Eles desta vez fizeram algo inovador antes só visto (creio eu) na de Nova Iorque: um vídeo pós-prova com a tecnologia de vídeo 360 graus. Você pode passear pela prova olhando de todos os ângulos. Bacana! Veja aqui! *dica do Correr pelo Mundo.

Aos neeerds: a ciência por trás do amarrar dos cadarços!

Abaixo um vídeo de um evento de trail urbano (complicado chamar de trilha) chamado Run My City que desembarcou em Paris recentemente. Às vezes acho que estou ficando velho… queria de verdade entender você juntar 4.000 pessoas, colocar número de peito para trotar parando para ver teatro, grafiteiro, DJ, tirar selfie… O percurso é maravilhoso! Mas será que esse tipo e corredor não consegue tirar prazer de uma atividade desde que não tenha número de peito e medalha ao final? *dica do Correr pelo Mundo.

Etiquetado ,

6 pensamentos sobre “Leituras de 5a Feira

  1. Hélio Shiino disse:

    “O percurso é maravilhoso! Mas será que esse tipo e corredor não consegue tirar prazer de uma atividade desde que não tenha número de peito e medalha ao final? *dica do Correr pelo Mundo.” (Danilo Balu)

    Conjecturas.
    Creio que nem é tanto pelo “Número de Peito” porque muitos jogam fora após o Evento. (Acredita que eu guardo todos mesmo que, por algum motivo, aquelas corridas que eu não pude correr?)

    Raríssimas exceções, a grande maioria esmagadora entende a Medalha que recebe após cruzar a Linha de Chegada como um Prêmio.

    Basta ler o Regulamento. (Alguém lê Regulamento???)
    Medalha pós-prova é apenas um B-R-I-N-D-E!
    Prêmio apenas para aqueles mencionados no Regulamento.

    Tão brinde é a Medalha “reluzente que poderia ser um Bloco + uma caneta que tradicionalmente a Firma oferece aos seus funcionários em Festa de Fim de Ano…

    Mas todo comerciante sabe que se não oferecer um produto de “1ª Qualidade” o cliente não voltará mais para a sua Vendinha.

    https://marcelosant-iago.com/2012/03/21/uma-mentira-repetida-mil-vezes-torna-se-uma-verdade/
    “Uma mentira repetida mil vezes torna-se uma verdade”.
    Esta afirmação, proferida pelo ministro da propaganda nazista Joseph Goebbels, nunca foi tão verdadeira e perigosa como nos dias de hoje, tempos de internet e redes sociais.

    Curtir

    • Julio Cesar Kujavski disse:

      Se acabarem com as medalhas pós-prova no Brasil o número de corredores diminuir em 80%.

      Coloquei todas as minhas medalhas em uma caixa de papelão e deixei na pista onde treino. Alguém levou embora, pois no outro dia não estava mais lá.
      Fiz o mesmo com os troféus.

      Não pego medalha em corrida faz uns 3 anos.
      Os stafs nunca entendem e fazem cara de espanto. alguns insistem e conseguem colocar a medalha no meu pescoço, então logo encontro uma criança na arena e dou a medalha pra ela, criança adora medalha

      Curtir

      • paulaaf0109 disse:

        Recentemente presenciei em Nuits Saint-George na Borgonha uma meia maratona e 10k em que ninguém saía com medalha, e sim uma garrafa de Pinot Noir. Acho que todas deveriam seguir o exemplo! Hehehe Odeio o barulhinho dessas medalhas rsrs

        Curtir

      • Hélio Shiino disse:

        Julio,

        Darei 2 típicos exemplos da releitura que eu faço do que a Corrida de Rua se transformou faz tempo.
        Quem corre desde as décadas de 1980 e 1990 não me deixa mentir. (Eu corro faz 5 anos. Não presenciei esta época mas li muito a respeito)

        A minha releitura tem como um dos Pilares dessa mudança, a ênfase na Mimimicracia em detrimento da Meritocracia.
        Há uma choradeira pela Medalha mesmo que você não tenha chegado entre os primeiros.
        Argumento é que não falta!
        – Os mais rápidos oprimem os menos rápidos
        – Desigualdade de Condicionamento entre os inscritos – Imperialismo Opressor.
        – Só os Primeiros é quem recebe “Metal Forjado”
        – etc etc etc.

        (1) O astuto que “bateu o olho” e captou a mentalidade dessas pessoas, solucionou todos os Problemas.
        Tanto o do cliente quanto o do Forne$$$edor.

        A palavra-chave é: SOCIALIZAÇÃO.

        Diminuiu drasticamente a necessidade de esforço para receber alguma “premiação” que só os primeiros colocados recebiam.

        O sujeito não precisa mais se dedicar para merecer (Leia-se: comprar) essa “premiação”.

        A inscrição que pagamos para ser destinada, em parte, para a premiação dos primeiros colocados, agora terá que ser diluída para agradar TODOS os inscritos.

        Agora temos a igualdade na MISÉRIA.
        (Quem interligou esse pensamento com a Ideologia Socialista/Comunista, não deixa de estar equivocado!)

        (2) Durante a prova, cada vez menos você vê pessoas “dando o sangue” para chegar na frente e cada vez mais você vê pessoas dando a mãos, chegado junto e cruzando a linha de chegada.
        “Mais Recreação e menos Competição!”

        Muitos discordarão de mim mas isso não estará ajudando em nada o mais lento. Repetindo.
        Agora temos a igualdade na MISÉRIA.
        A reivindicação foi atendida…

        Quem procura se informar, saberá fazer um paralelo com Fatos Históricos.

        Curtir

  2. Fausto Flor Carvalho disse:

    Lindo o vídeo das maratonas de Paris e a de Valencia….Junto com Sevilha, Barcelona, Berlim e Amsterdã, estão na minha lista de sonhos a se realizarem.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: