Leituras de 4a Feira

Abaixo o trailer de um filme francês 1:54 que parece girar em torno de uma equipe estudantil de jovens corredores de 800m.

Eu nunca entendi 100% como alguém pode se submeter a correr em esteiras. Morando fora eu corria em temperaturas negativas, mas esteira não! Ela basicamente rouba o melhor da corrida, que é transformar cada passo em algo diferente. Descobri agora em um vídeo curto e bacana do Facebook do TED-Ed que elas foram inventadas 200 anos atrás para torturar presos! Nunca fez tanto sentido para mim!

Um tênis (muito) caro, um aplicativo cheio de dados e gráficos que encantam, um discurso sempre envolvendo termos tecnológicos e a promessa de sempre que nunca se cumpre: uma tecnologia de calçado que promete corrermos com menos lesões. NUNCA falha, o que não falta é quem compre a ideia! E o produto!

Ritmo de prova é um dos temas mais legais que existem. Fico nervoso quando vejo atleta meu bancando o super-herói puxando prova quando há gente por perto que pode dividir o fardo. Um texto interessante do Alex Hutchinson (mais longo do que precisava) explica bem o custo de ditar o ritmo. Quem lê este espaço sabe que está LONGE de ser só o de quebrar o vento…

Abaixo o vídeo com os melhores momentos de uma Meia Maratona em Verona (Itália) com a temática romântica com o nome dos 2 namorados mais famosos da literatura mundial. Bacana! *dica do Correr pelo Mundo!

Etiquetado ,

11 pensamentos sobre “Leituras de 4a Feira

  1. Rafael disse:

    Corro em esteira, pq se correr sempre no asfalto me machuco.
    Tenho 80 quilos, tvz seja por isso.
    (claro que prefiro correr na rua).

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Rafael, correr na esteira é fragilista…. só piora! Já correr na rua pode ser antifrágil!

      Curtir

      • Balu, você considera que correr em esteira fragilia o corredor e pode torna-lo mais susceptível à lesões? Se sim, existem evidências em algum tipo de estudo controlado?

        Curtir

      • Danilo Balu disse:

        Sim! Quem fala que correr na esteira traz melhor segurança claramente não entende de risco… Correr em esteira é pra qdo vc está fora do seu ambiente (segurança pública), está chovendo torrencialmente, ou com raios… Correr em esteira vc tem a mesma pisada, correr na rua cada passo é diferente. É como whey protein… MUITO, mas MUITO pior que um bife ou 2 ovos, mas às vezes acaba quebrando um super galho. Tudo é teórico, mas do ponto de vista teórico, não há como afirmar que esteira é melhor….

        Curtir

      • Rafael disse:

        tem sentido Balu, por enquanto estou intercalando os treinos

        Curtir

      • Rafael disse:

        intercalando os treinos, não evitaria essa fragilidade, já que estaria treinando 2 tipos de músculos? Pelo menos é o que estou acreditando.

        Curtir

      • Danilo Balu disse:

        Não tem por que intercalar que não seja motivo de força maior…. (chuva, raios, escuridão, viagem…)

        Curtir

    • Ciro disse:

      Minha opinião é que correr na esteira é para quando vc esta em uma cidade grande, desconhecida, a noite, mas quer correr de qualquer jeito, então aproveita que o hotel tem esteira e corre na esteira. Mas se vc souber em que cidade esta, corra na rua.
      Quanto ao problema de impacto…minha opinião é que não se deve jogar responsabilidade do amortecimento para esteira ou para os tênis. A responsabilidade de correr consciente é sua.

      Curtir

      • Julio Cesar Kujavski disse:

        Me dá uns arrepios quando vejo alguém postando que fez um treino intervalado na esteira…… brrrrr……

        Curtir

  2. Tim Bittar disse:

    Balu, sei que voce é contra GPS, tecnologia ou coisas do gênero, mas esse Altra que ajuda o corredor a buscar uma melhor forma de corrida não é interessante? Começando do ponto que essa marca já busca e recomenda a corrida próximo ao natural com drop zero.

    Entendo que a maioria das coisas são inúteis para um corredor amador, mas qualquer coisa que ajude o cara a melhorar a forma e ter uma expêriencia melhor de corrida deveria ser enaltecida.
    Abraços!

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Não sou contra, acho apenas que são quase que 100% dispensáveis e não entregam que promete… corri hj de iPod, correria sem, se ele quebrar amanhã continuo a correr sem perder nada.

      Esse gadgets de pisada não são novos… nenhum conseguiu mostrar que realmente entrega… os pés, por exemplo, continuam a sambar dentro do tênis… esse tênis vai colher um mte de informação, duvido que alguém consiga tirar de cara algo de útil dela… dado não é por definição informação.

      A própria Altra propõe drop 0 (gosto da ideia), mas lançou tênis maximalista. Não dá pra achar que é corrida natural drop 0 com 2cm de entressola…

      Melhorar a forma é algo que a gente acha que ajuda, só não sabemos como fazer… duvido que um chip no pé resolva!

      Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: