Leituras de 3a Feira

Dias atrás falei de um texto que discutia se o tamanho dos pés tinha influência na corrida. Eis que o comediante Mark Remy explica no Dumb Runner sobre a influência do tamanho do…. pênis na corrida.

Um vídeo antigo, mas muito interessante que o Adolfo Neto postou esses dias! Esqueça a música ruim, repare na pisada dos atletas em câmera lenta na 2ª metade…Nossa mania por conforto nos tênis (e em tudo!) produz adultos que correm contrariando a natureza, pisando com o calcanhar, se arrebentando…

Longa Leitura do Dia: o vácuo do escândalo do modelo russo sistemático de doping, o The Telegraph traz a história reveladora de uma vítima alemã que foi dopada em uma intensidade que mudou sua vida. A história dessa arremessadora de peso não é nova, mas eu nunca tinha lido nada tão detalhado.

Posso dizer finalmente que já peguei Alex Hutchinson no pulo. Ele fala que há uma “lógica popular” de que pessoas com mais gordura e menos treinadas suariam mais. NUNCA tinha ouvido isso. Pessoas maiores (alguns com mais gordura) superaquecem antes. Não à toa maratonistas grandes não correm bem no calor e a Paula Radcliffe é o maior exemplo após tentar medalhar em Jogos Olímpicos sem sucesso nos 42km. E a vantagem do condicionamento físico está na concentração osmótica do suor e também em quando a pessoa começa a suar. Ou seja, quão mais em forma, menos eletrólitos você perde no suor e antes você começaria a suar, essa uma vantagem muito desprezível. Aqui ele apresenta os resultados, reflexões e conclusões bem interessantes de um estudo recente. E fica o aviso: o controle da temperatura corporal é algo raro e dificílimo de ver porque o melhor método é um termômetro retal, no ânus do atleta. Quantos estudos você consegue conduzir com número adequado de voluntários??

80 coisas que toda mulher já pensou correndo uma maratona.

Dias atrás o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) decidiu barrar um comercial da Skol porque CINCO infelizes reclamaram de uma suposta ligação do álcool com atividade física. Sim, o vídeo é bem legal (talvez também por causa de Feeling Good da Nina Simone). Sim, tem que fazer força, ser um pouco burro para achar alguma associação entre beber essa cerveja em especial e ser uma pessoa melhor. O mundo precisa de mais laje para encher porque os desocupados estão com tempo sobrando. Abaixo faço questão de postar mais uma vez aqui no Recorrido o vídeo! Desa vez tive que achá-lo no YouTube em um canal outro porque o oficial da cerveja já o retirou… Ou seja, perdemos!

Etiquetado ,

6 pensamentos sobre “Leituras de 3a Feira

  1. Gustavo Bianch disse:

    Independente do comercial barrado, gostei demais dessa Skol Ultra. Vale muito a pena!

    Curtir

  2. adrianapiza disse:

    Não conhecia a história da(o) alemã(o). Impressionante o que as pessoas chegam a fazer para ter sucesso (no caso não o atleta, mas os dirigentes…). Relato triste, mas de leitura obrigatória!

    Vendo esse vídeo das crianças correndo deu uma vontade de ser criança de novo e começar uma nova história com os meus pés! Aliás, tem razão…Maffetone como músico não deu…

    Curtir

  3. […] vi no blog do Balu 80 coisas que mulheres já pensaram correndo a maratona. Hoje eu fiz minha versão, 56 coisas que […]

    Curtir

  4. Mari Savazoni disse:

    Eu tinha visto o comercial e adorado. Minha cara…rs. Tá faltando laje no mundo é ótimo.

    Curtir

  5. Ciro Violin disse:

    Balu…. viu isso? http://philmaffetone.com/barefoot-159/

    Se ja viu desconsidere

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: