Atenção: a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) é MUITO perigosa!

Vamos direto ao ponto: a Sociedade Brasileira de Diabetes é um grande risco à Saúde Pública do brasileiro, diabético ou não. Seja porque ela tem na presidência e conta com porta-vozes ignorantes no assunto, seja porque suas recomendações não encontram respaldo na lógica do tratamento da doença. É simples assim. Ou seja, se você quer tratar ou se prevenir de diabetes, esqueça o que tem a dizer a entidade!

IMG_20150925_093321Dias atrás eu falei como o presidente da SBD, o endocrinologista Walter Minicucci, fala bobagens ao grande público em um sinal claro de que ele não sabe ou não entende do que fala. Dessa vez, foi no Estadão que pessoas ligadas à SBD vieram falar atrocidades mostrando que eles não entendem as causas de uma doença gravíssima da qual se apresentam como especialistas! É muito grave! E muito sério!

A primeira foi a Nutricionista “incompetente do bem” Paula Cristina Augusto da Costa do Centro de Diabetes da UNIFESP que diz que (atenção!)se o peso da pessoa está dentro do normal, não há problema em consumir açúcar”. No parágrafo seguinte é a vez do endocrinologista Antonio Carlos Lerário falar das suas: “o excesso de açúcar por si só não é o suficiente para desenvolver diabetes”. A nutricionista Paula Cristina Augusto da Costa e o médico endocrinologista Antonio Carlos Lerário são 2 incompetentes do bem que têm boa vontade, se apresentam como especialistas, mas desfilam enorme ignorância naquilo que tentam tratar. Sim, eles são perigosos em sua ENORME ignorância no assunto! Eles são BEM perigosos.

Lendo a enorme bobagem dos 2, eu escrevi à SBD que me mandou ao portal deles. Realmente está lá que eles não atribuem ao açúcar relação com a incidência de diabetes e que a dieta do diabético deve entre outras coisas ter “pouca gordura saturada e ser moderada em sal e açúcar”. Oi?!?

Mas tudo se explica em um trecho: “muitas pessoas conseguem manter seu nível de glicose normal apenas com o uso de medicamentos, dieta e atividade física. Ao longo do tempo, no entanto, o organismo produz cada vez menos insulina. A medicação pode não ser suficiente para controlar a taxa de glicemia. Usar insulina para controlar a glicose é uma coisa boa, não ruim“.

conflict_of_interest_600Vamos ver quais são alguns dos parceiros do próximo congresso da SBD?

Janssen, Boehringer Lilly, Astrazeneca, Sanofi, Lilly, Novonordisk, MSD, Novartis, Aché, Takeda e Libbs. TODAS empresas farmacêuticas. Fica fácil entender o porquê a SBD acha que usar medicamentopara controlar a glicose é uma coisa boa”. Boa para o bolso deles com certeza é! Então fico com uma dúvida:

Sr. Walter Minicucci, o que você fala sobre diabetes é de graça?? É apenas ignorância no assunto? Ou o UOL escreveu errado?

Srta. Paula Cristina Augusto da Costa o que você fala sobre diabetes é de graça?? É apenas uma enorme ignorância no assunto? Ou o Estadão transcreveu errado?

Sr. Antonio Carlos Lerário o que você fala sobre diabetes é de graça?? É apenas uma enorme ignorância no assunto? Ou o Estadão transcreveu errado?

*eu pergunto se “é de graça“ porque eu realmente, sem ironia, não sei. Já o discurso da SBD eu meio que sei a resposta…

 *****************************************

Este blog não é sobre diabetes, mas essa é a única doença que eu continuo achando ser um enorme erro o doente (ou suspeito de estar doente) buscar um profissional alinhado com a SBD. Para não tornar o post extenso, preferi ir direto ao ponto. Anteriormente eu falei aqui dessa falácia no tratamento do diabético, falei aqui da lógica torta da SBD no tratamento da doença, aqui você tem tradução de matéria que questiona a abordagem britânica, similar ao nonsense da SBD, aqui ótima matéria do HSJ, aqui um estudo fundamental sobre o assunto e aqui outro texto fundamental.

Para acabar, sobre a hipótese da nutricionista e do endocrinologista sobre não haver mal no açúcar, Robert Lustig explicou sobre o “custo do açúcar” em um levantamento feito em 175 países que mostra que países que têm maior acesso ao açúcar têm maiores incidências de diabetes. Essa taxa sobe 1,1% para cada 150 calorias adicionais de açúcar por dia, quantidade essa encontrada em apenas uma simples lata de refrigerante comum, por exemplo. Para colocar esse número em perspectiva, se a população americana hoje passasse a consumir UMA lata a mais de refrigerante por dia, isso resultaria em quase 3.500.000 de pessoas a mais com diabetes. Mas os 2 incompetentes do bem citados têm fé que não há relação entre açúcar e incidência de diabetes…

Etiquetado ,

12 pensamentos sobre “Atenção: a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) é MUITO perigosa!

  1. renataster disse:

    “A relação direta do açúcar com outras doenças é o excesso de peso. O câncer está associado com excesso de peso, a diabetes. Se a pessoa consome açúcar e o peso está dentro do normal, não aumenta o risco de desenvolver esses problemas”

    WHAAAAAATTT??? Ate eu que sou engenheira sei que isso ‘e uma asneira!!! Sou de uma familia de diabeticos, meu Deus, que “desservico” a humanidade essa pessoa faz!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Ralph disse:

    Toda vez que leio essas coisas, me dá um desânimo.
    É a velha história de se formar, sentar em cima do diploma e achar que o que tinha pra saber, já sabe…..

    Curtido por 1 pessoa

    • Danilo Balu disse:

      Sabe o que mais me desanima? Eu tenho amigos (no plural mesmo) com quem conservei por Antunes minutos, tipo em mesa de bar, expliquei a lógica da doença e eles ABANDONARAM a insulina porque controlam a glicemia via dieta… Uma dieta MUITO simples.. Mas daí quem vai pagar o salário de incompetente desatualizado??

      Curtir

      • Ralph disse:

        Pois é. Em um almoço de família uma vez, comentei com meu irmão sobre o livro do Taubes que acabara de ler. Ele se interessou….Expliquei o conceito sobre comida de verdade, carbos, insulina e etc…. Ele perdeu 17 Kgs….Numa conversa de família.
        Apesar de ser formado na área da saúde, eu não tenho formação em Nutrição. Sou apenas curioso.
        E hoje, se eu faço uma crítica a um desses “doutores”, você é visto como arrogante, ignorante…..Quem ousa saber mais de saúde que um médico ?

        Curtir

      • natalia disse:

        Cara, porque então você não aparece e assume o que você realmente acredita de filosofia de saúde? Do que você publicou no seu livro? Defender tudo atrás de um computador, blog, divulgar um livro, dizer que mora em berlim e ainda debochar do CRN e dos nutricionistas no face isso é postura ética de profissional? Eu já tenho um pé atrás com pessoas com esta postura. Quem não deve, não teme. Aceita o processo que o CRN colocou e se defenda, baseado em tudo que você já estudou e fez até hoje. Isso sim é uma atitude louvável.. Não é defender nutricionista isso que estou argumentando, mas estou questionando sua postura mesmo. Que tipo de profissional você é? Mostre que vc está certo e está usando os seus direitos de liberdade de expressão.

        Curtir

      • Danilo Balu disse:

        E faço o quê?

        Curtir

  3. Giovana Kaupe disse:

    Como se trata a fenilcetonúria: retira-se a fenilalanina da dieta; como se trata a doença celíaca: retira-se o glúten da dieta; como se trata a intolerância à lactose: retira-se a lactose da dieta. Como se trata a diabetes: mantém o açúcar na dieta, retira-se gordura. A lógica mandou um beijo.
    PS: melhor ainda quando argumentam que o alimento é integral, então pode.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Fabio Pierry disse:

    eu li na matéria do estadao que o dotô falou que sentimos saudades do açúcar???
    e que a falta dele é emocional, não orgânica?????????????????????????

    Curtir

  5. Vitor disse:

    Oi, gosto muito do seu blog, mas acho que há um certo exagero no tom deste post.

    Conforme já li em livros sobre o assunto, de fato hoje é bem estabelecida a relação entre o peso corporal, em particular da gordura visceral, com o desenvolvimento do diabetes. Esta gordura tanto pode vir do consumo exagerado de doces quanto gordura ou mesmo proteína combinada com o sedentarismo. É disso que estes especialistas e o site da SBD estão falando.

    Uma vez deflagrado o diabetes, aí sim é que o consumo de carboidratos deve ser restrito ao mínimo uma vez que o organismo não consegue processá-lo. A respeito da insulina, concordo que o site enfatize que não é uma coisa ruim. Sei que é mais saudável aliar o controle da dieta à prática de exercício, mas é ingenuidade achar que a maioria dos pacientes seja capaz de seguir essa receita à risca, então a insulina segue sendo uma boa recomendação (ainda que não deva ser considerada a primeira opção de tratamento).

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Oi Vitor! Tudo bem?
      Obrigado pelas palavras!

      Vamos lá…

      “hoje é bem estabelecida a relação entre o peso corporal, em particular da gordura visceral, com o desenvolvimento do diabetes.”
      Ótimo! Eu concordaria quase com 100%! É uma relação não necessariamente causal (um causa o outro), mas há uma incidência mto mto gde de um qdo está presente a outra. Veja que em meu texto eu NUNCA disse o contrário, ou seja, que obesidade e diabetes não tenham relação!

      “Esta gordura tanto pode vir do consumo exagerado de doces quanto gordura ou mesmo proteína combinada com o sedentarismo.”
      Opa… será? Bem resumidamente… ganho de peso é ação prioritariamente consequência (direta ou indireta) da insulina, que é relacionada com os carboidratos (glicose e frutose principalmente). A pessoa que está engordando pode estar comendo mto de (vou usar seus termos) doces, gordura e proteína, mas NÃO que o consumo hipercalórico seja a CAUSA do ganho de peso. Comer gordura não te faz necessariamente engordar como comer vagem não te faz ser um vegetal verde. Meu pto é: comer mto é consequência do processo engordativo MUITAS vezes disparado pelo consumo de “doces”.

      “Uma vez deflagrado o diabetes, aí sim é que o consumo de carboidratos deve ser restrito ao mínimo uma vez que o organismo não consegue processá-lo.”
      Por que remediar? E se a pessoa comer pouco carboidrato SEMPRE? Vc EVITARIA a diabetes em primeiro lugar!

      “Sei que é mais saudável aliar o controle da dieta à prática de exercício”
      Eu NUNCA diria para não se fazer execícios… mas se um médico diz que para regular o peso a pessoa PRECISA fazer exercício, é porque ele não entende de dieta…

      “é ingenuidade achar que a maioria dos pacientes seja capaz de seguir essa receita à risca”
      E se eu te mostrar estudo após estudo (sério, vários!) mostrando que uma dieta low-carb é MAIS efetiva e tem MAIOR aderência que uma dieta low-fat (a da SBD)?? Basicamente, estou dizendo que em uma dieta low-carb a pessoa passa a poder não mais precisar consumir insulina, perde mais peso (alivia a diabetes) E consegue segui-la mais facilmente. IMPORTANTE: NÃO estou falando da minha cabeça, estou fundamentando em estudos controlados que por sua vez NÃO existem aos que defendem consumo reduzido de gordura.

      Por favor, não tome o que vou dizer como presunção de um metido a sabe tudo, mas recomendo FORTEMENTE esta curta palestra do Peter Attia explicando como a Medicina enxerga a diabetes de cabeça para baixo. É MUITO boa!

      Duvido que alguém da SBD tenha visto rsrs
      Mas na sua msg vejo 5 erros conceituais graves e equivocados que explico em meus posts linkados no text original:
      1. Diabetes seria consequência da obesidade e não talvez sua causa;
      2. Balanço calórico como causa da obesidade (e não consequência);
      3. Relação da gordura como protagonista (ainda que não única) da causa da obesidade;
      4. Exercício como remédio efetivo de controle de peso;
      5. Dieta low-carb como difícil, qdo estudos mostram o oposto.

      Era isso!
      Até mais!
      *de novo, veja a palestra! Ela muda MUITA coisa…

      Curtir

  6. Claudio disse:

    Conhecendo você, conhecendo os citados e como
    Funcionário da indústria tenho que AFIRMAR, você errou em algumas de suas afirmações.

    Curtir

  7. Roberta disse:

    Pesquisando sobre diabetes, me deparei com seu blog. Comecei a ler o texto e parei no mesmo momento em que citou o Dr Walter Minicucci, dizendo que ele não sabe ou não entende…..

    Somente gostaria de deixar registrado que tenho diabetes tipo 1 há 21 anos, sem complicações, sou usuária de bomba de insulina e meu endócrino é o Dr Walter Minicucci. Um excelente médico, atencioso,prestativo, atualizado, dedicado e acima de tudo um profissional que ama o que faz. Não existe hoje no Brasil um.profissional que esteja tão atualizado com a tecnologia e diabetes como o Dr Walter Minicucci. Cuidado com o que diz das pessoas que não conhece.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: