Leituras de 3a Feira

O salto com vara, ao lado do arranco e o arremesso do levantamento olímpico, é o gesto esportivo mais complexo do esporte. Entendê-lo melhor o torna ainda mais belo. Na Fittish um be-a-bá da especialidade!

Não caia na tentação de achar que o livro de Suzy Favor Hamilton, ex-meiofundista americana de sucesso, é apenas sobre fofocas de sua vida como garota de programa. Matéria na Runner´s World conta detalhes MUITO interessantes sobre a vida de atleta profissional. A 1ª das 7 coisas que a revista separou já é pra mim inimaginável de tão surreal!

Alex Hutchison e a ciência que explicaria o sprint e o ritmo nas provas de longa distância.

Todo mundo que gosta de competir para valer deveria experimentar um dia correr uma prova de 1.500m, geralmente opção essa só para quem “veio da pista”. A Running Competitor separou 7 provas de 1 Milha imperdíveis nos EUA.

Veja aqui o vídeo bacana da São Silvestre de Lisboa! *dica do Correr pelo Mundo!

Tempo atrás saiu uma carta aberta dos organizadores de corrida da Argentina falando sobre o problema dos bandits, aqueles que correm sem inscrição que são conhecidos aqui por “pipocas”. Talvez seja hora de as empresas brasileiras fazerem o mesmo. O Correr pelo Mundo publicou a nota traduzida.

O Brit´s Pub Vault (EUA) é um torneio de salto com vara que pretende popularizar a modalidade ao aproximá-la do público fazendo um pequeno meeting em meio a um bar. A ideia é excelente e vai ao encontro de outros eventos, como as competições que antecedem a britânica Great Run, que monta uma pista de atletismo com provas de velocidade. Demais! Abaixo a edição 2015!

Etiquetado ,

2 pensamentos sobre “Leituras de 3a Feira

  1. Julio Cesar Kujavski disse:

    Já corri a prova de 1.500 mt três ou quatro vezes.
    Não consegui o tempo almejado em nenhuma delas.
    Achei mais duro do que correr maratona, e olha que corri dezesseis…

    Quando olho na planilha e vejo que tem tiro de 1.200 minhas orelhas já baixam….

    Este ano vou correr duas vezes os 800 mt, pra ver como é.

    Curtir

  2. adrianapiza disse:

    Diferentemente do esperado, os atletas do salto com vara treinam relativamente pouco o salto propriamente dito. Falam no texto em 2 vezes na semana em época de temporada! Mostra como é um esporte desgastante, fisicamente e mentalmente!

    Quanto ao sprint final nas provas, sempre tive na cabeça que os caras que mais sofrem são os atletas dos 800m e 1500m… continuo achando isso, pelo texto parece que o cérebro tenta mandar acelerar…mas o corpo não tem mais da onde tirar, diferente das provas mais longas!

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: