Leituras de 5a Feira

Uma história bem legal de um corredor que perde a hora logo pela manhã e ainda assim vence a prova. Pela segunda vez!!

Aos brasileiros mais – digamos – experientes, o nome da portuguesa Rosa Mota vem associado ao domínio dela na tradicional São Silvestre. Aqui uma matéria da Runner´s World que vem apresentá-la melhor ao público americano, que injustamente pouco a conhece. Eu aposto que mesmo aos que têm familiaridade com a portuguesa, seu currículo nos 42km ainda contém certa novidade.

Um texto interessante sobre uso de doping em ultramaratonas. Seriam os dopados incríveis 9% dos atletas??

Corrida pode ser considerada uma espécie de meditação? Não, não pode. Mas o ponto de vista é interessante e a pergunta por si só não anula o texto como um todo.

Longa Leitura do Dia: mais um dos longos e ótimos textos da Runner´s World. Dessa vez a revista fala de uma improvável ultramaratonista

A longa leitura do dia acima veio se juntar à capa da Women´s Running que traz uma corredora que tem um padrão físico muito distante do idealizado por homens e mulheres. Muito legal! Aqui matéria da Slate.

150722_XX_WomensRunningAugustCover.jpg.CROP.promovar-medium2

Etiquetado

9 pensamentos sobre “Leituras de 5a Feira

  1. Ewerthon disse:

    sem preconceitos, falo por experiência própria, gordo correr eh veneno pra os joelhos, a sobrecarga de impacto eh muito grande por causa do excesso de peso, adquiri uma bela condromalacia quando corria na época em que estava entre 100 e 105kg.
    me lesionei feio ano passado, engordei a bagatela de 20kg (quase entro em depressão por ter que cortar as atividades físicas da rotina), precisei de 6 meses de fisioterapia diária pra conseguir aliviar as dores, voltar a caminhar e fazer uma reeducação alimentar completa. cheguei a pesar 120kg, hoje, 11 meses depois, estou quase 30kg mais magro, beirando os 92kg.
    o segredo é muito alongamento, fortalecimento muscular nos membros inferiores, reeducação alimentar e muita força de vontade.
    mesmo com a condromalacia sou autorizado pela fisioterapeuta a correr desde maio desse ano, mas sempre com cautela!
    friso, por experiência própria, vc que eh gordinho e quer correr com saúde, pare! emagreça primeiro, fortaleça seus membros inferiores, se alongue e tenha orientação profissional! correr eh extremamente saudável, mas a diferença do remédio pra o veneno eh a dose! respeite o limite do seu corpo!

    Curtir

    • Eu ia falar justamente isso. Que a moça da foto está muito pesada pra correr, e não tem o fortalecimento necessário pra aguentar as pancadas das passadas, mesmo que a “corrida” dela seja quase uma caminhada.

      Aliás, pessoas bem acima do peso deveriam fazer caminhada, acho muito melhor do que tentar correr enquanto está muito acima do peso.

      Eu estou com 62 kg e sinto dores nos joelhos depois dos treinos, imagine uma pessoa com mais de 90 kg….

      Curtir

  2. Nishi disse:

    Bom, conheço uns (sempre) gordinhos que correm há anos sem problemas nos joelhos, tornozelos e demais articulações, mesmo já chegando aos 50, 60 anos. Boa mecânica, boa postura, boa técnica, boa herança genética e nenhum preconceito ou prejulgamento do que pode ou não fazer…

    Curtir

    • Vinicius Morais Nunes disse:

      Quando comecei a correr tinha 108kg e como disse o Nishi, nunca tive problema nos joelhos, isso que já operei eles e nunca me deu nada. Hoje estou com 88kg e é claro que bem mais leve é bem melhor, mas a minha estrutura física me dá vantagem e segurança. Faço musculação de leve e não tenho problema nenhum.

      Curtir

  3. Luis Oliveira disse:

    Correr ou não, isso é uma decisão pessoal. Corra se quiser, aguente o que puder.

    Já colocar na capa APENAS modelos é uma decisão comercial. Foi sempre uma das coisas que mais me incomodou na edição brasileira da RW, que nunca tinha corredores de verdade, apenas gente com corpo perfeito.

    Esse não é, naturalmente, o grande nem o único problema da imprensa especializada. Na verdade, as modelos impossíveis são a ilustração perfeita de um conteúdo no geral muito fraco.

    Curtir

  4. Mas será que a moça da capa da revista corre de fato ou corre só pra capa de revista? Se corresse mesmo talvez conseguisse emagrecer um pouquinho…..

    Curtir

  5. […] Semana passada falei da capa da Women´s Running ter na capa uma obesa. Eu não consigo culpar a pessoa pelo seu peso quando há genética e – muito mais decisivo que isso – categoriaS de profissionais que não ajudam (leia-se Nutricionistas, Educadores Físicos e Médicos), uma vez que não sabem sequer o quê engorda. O resultado foi que a capa teve uma repercussão inesperadamente positiva! Aqui matéria no The Washington Post! *dica do Luis Oliveira. […]

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: