Leituras de 2a Feira

O quão comum são os trapaceiros nas corridas de rua? Como e por que eles fazem isso?? O tema daria um post inteiro, mas perco a cabeça quando falo dessa gente. Os casos no texto são doentis e mostram até onde vai a doença de alguém que queira correr a Maratona de Boston ou impressionar os outros nas redes sociais. Freud neles!

Como argumentar sobre doping no esporte.

Um louco entra na The Dog Mile e faz incríveis 4´15” na Milha! A narração do feito dele e dos outros 2 cachorros que completaram o pódio é, para quem tem ou gosta de cachorro, no mínimo sensacional!

Hoje separei uma sequência de uma campanha bacana da PUMA, a Ignite, que é uma série de vídeos feita em grandes cidades pelo mundo com corredores jovens, bonitões, fazendo papel de descolados, correndo como se fossem tiros de 400m na pista, e sorrindo como em comercial de margarina. A primeira abaixo é a coreana #igniteSEOUL (aqui você tem o teaser):

Depois veio a americana #igniteMIAMI:

Então veio a polonesa #igniteWARSAW:

Seguidas pela mexicana #igniteMX (aqui o teaser):

E chegamos à mais atual, a cubana #igniteHAVANA!

Etiquetado ,

4 pensamentos sobre “Leituras de 2a Feira

  1. martinhovneto disse:

    Bacana mesmo é aquele cabelinho do corredor coreano…

    Curtir

  2. Eu sei que a discussão é muito mais extensa que isso, mas as marcas têm toda uma estratégia de vender tênis com drop alto e mega amortecimento traseiro baseada em comerciais onde ninguém corre pisando primeiro com o calcanhar.
    Será que o cara que tem o tênis “que amortece mais” já reparou isso?

    Curtir

  3. Pedro Ayres disse:

    Falando em Puma, Balu, algum palpite de por quê ela parece ser um estrondoso caso de fracasso de marketing (no caso específico de tênis de corrida)? Esses tempos você mostrou um levantamento das marcas mais usadas numa maratona (Nova Iorque?) e a presença dela era insignificante. Na discussão sobre drop você preferiu nem considerar a marca. E outra, mais anedótica, é que tempos atrás você mostrou um artigo em que nem os jovens sabem que Usain Bolt é patrocinado pela Puma.

    Será que a briga lá em Herzogenaurach deixou tantas sequelas? 🙂

    Experimentei o Faas e gostei, será que estou sozinho nessa?

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Sim, não considerei, pois são traço na participação em gdes provas… Eu não diria que são um fracasso de mkt porque não há mta explicação do que faz ser um sucesso. Mas, sim, é um erro se vc naoa ssocia seu maior nome (Bolt) ao seu produto. Mas lembremos que as pessoas associam a Copa à Nike, e quem patrocina desde sempre é a adidas. Não podemos jamais chamar o trabalho da adidas de incompetente, aí trata-se de mérito da Nike. Sobre o Faas, tênis é bem pessoal. Eu NUNCA diria que um tênis é ruim em função da marca, e sim pelo perfil dele. Eu tenho quase certeza que o Faas me cairia bem…

      Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: