Leituras de 6a Feira

Um texto muito bom no quase sempre ótimo Well do The New York Times pergunta: Atletas deveriam comer carboidrato ou gordura? A resposta não é simples. Primeiro porque temos essa teimosia de achar que qualquer pangaré que corra de 3 a 4 vezes por semana tenha necessidades nutricionais especiais. Não, não tem. Quem defende isso é quem vive dessa tese frágil. Segundo porque os ganhos com muita gordura parecem ser até em sua maioria indiretos, e muita gente (dos 2 lados!) prefere ignorar isso. Minha aposta? Se eu fosse profissional, ficaria com o carboidrato. Ao amador, gordura!

Leitura Obrigatória - BLOGLeitura obrigatória: Vocês já sabem que estou longe de ser o maior fã de acompanhar de perto os maratonistas de alto nível sabendo nome completo, CV, recorde pessoal… não condeno quem goste, pois faço parecido com velocistas. Na Maratona de Los Angeles havia todo um auê com a presença de Ryan Hall, que há anos personifica a esperança branca americana nos 42km. Ele “fracassou” e abandonou mais uma prova, e então comentei entre amigos que ele “já era”. Será? Um pecado quase imperdoável de nós pangarés amadores é projetar na elite e nos ídolos aquilo que nós queremos, não eles. Que Hall é meio pancada, já sabemos pelo histórico. Mas gênios e os fora-da-curva são assim, meio 13 como ele. Ao ler esse incrível texto da The New Yorker eu acabei revendo TUDO o que sempre achei dele. Um monstro como ele só tem mesmo a ensinar a nós… Ele é incrivelmente talentoso, dedicado e enxerga na corrida muito mais do que números. Demais!

Nunca soube muitos detalhes do Cruce de los Andes, um misto de ultramaratona, prova de aventura e desafio de corrida que virou queridinha no Brasil nos últimos 3 anos. Pra quem como eu tinha interesse, a última edição do programa Planeta Extremo mostra bem o evento contando a história de vida de superação do retratado que correu em dupla com o Clayton Conservani.

Off-topic: Para mim, uma das maiores limitações da Nutrição não é nem o fato dela nem sequer saber exatamente o que é bom ou não, mas o fato dela não saber como mudar nosso comportamento. Não é sobre o que é bom, mas sobre como fazê-lo! Aqui um texto ótimo e revelador do Five Thirty Eigth explicando que comemos vegetais quando comemos fora. *não à toa um dos livros mais geniais que já li, Mindless Eating é simplesmente ignorado nas faculdades. O exemplar da FSP-USP, por exemplo, é uma doação minha. Não havia nada do autor na biblioteca da melhor faculdade do país.

Longa leitura do dia: a quem gosta de alto nível e de história da corrida, uma leitura imperdível e excelente para o final de semana. Para celebrar o St. Patrick´s Day, a Runner´s World escreveu uma matéria com os grandes nomes do atletismo irlandês. Demais!

Sempre acho que a Olympikus acerta muito em seus vídeos! Dessa vez eles reforçam sua campanha “seu corpo não foi feito para ficar parado”. Veja abaixo! #EscuteSeuCorpo

 

Etiquetado ,

7 pensamentos sobre “Leituras de 6a Feira

  1. Dentro do seu “chute” de que profissionais devem comer carboidrato e amadores gordura em que categoria ficam aqueles amadores que rodam muito? Tem amador que corre mais de 100k por semana…

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Não tem resposta fácil nem “certa”. Eu gosto de pensar mais ou menos assim. Um sedentário pode viver com consumo baixíssimo de carboidrato (CHO). Qto mais treino vc vai colocando, mais CHO teria que vir “a mais” (porcentualmente e em qtide). Um pró/elite adiciona mto volume (portanto, calorias) em alta E baixa intensidade. Em baixa, a gordura dá conta. Em alta, o CHO entra. O amador, justamente por ser amador, ainda que gane em volume, é em intensidade mais baixa que o elite. Em intensidade mais baixa, a gordura vai dar conta. Sim, o amador de gdes volumes (seja provas de 5km ou 100km), vai consumir mais CHO em % e calorias, mas pode continuar se apoiando na gordura.
      E por fim, é tb uma questão de “princípios”, o pró TEM que fazer isso, ainda que agrida o corpo, ele não tem opção porque pouquíssimos segundos podem fazer mta diferença, o amador não tem esse dilema por um benefício tão baixo.

      Curtir

  2. Fabio disse:

    essa campanha da Olympikus é show!
    #escuteseucorpo poderia ser a solução para o “aquecimento global”… não fosse o ouvido seletivo do ser humano!!

    Post ta incrível… só dicas de primeira! Bom final de semana!!

    Curtir

  3. Que entrevista do Hall. É um ponto fora da curva. Mesmo.

    Curtir

  4. Samaroni Maia disse:

    Danilo, bom dia!
    Sobre essa questão da fonte nutricional, qual seria sua opção para quem treina Crossfit ou o famoso HIIT (como amador)?

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: