Leituras de 6a Feira

O texto da semana:Socorro! Eu não nasci para ser fitness!” Um texto IMPAGÁVEL, engraçadíssimo e muito bem escrito! Ponto pra Ruth Manus do Estadão! É daqueles que eu queria ter escrito!

No ano passado coloquei aqui um curta-metragem sobre um atleta um tanto especial. Histórias boas são para serem recontadas. Aqui uma nova matéria sobre Mikey Brannigan, um atleta que tem que superar muito mais do que seus adversários e ainda assim é um dos melhores de seus pares no estado! Veja!

Poucas vezes coloco entrevista de atletas aqui no blog. Essa do Wilson Kipsang vale a visita! *dica do Nelton Araujo.

Quem tem o mascote mais veloz do atletismo? O importantíssimo Armory Track Invitational nos EUA deu uma pausa para uma prova inusitada de 55m indoor. Demais! Deu a “lógica”! Veja aqui o vídeo!

Aconselhar para que alguém não se suplemente é meio que uma guerra “perdida”. Não adianta. Não falta nutricionista que recomende produtos. Aqui um texto bacana do The Washington Post reforçando que tomar qualquer coisa (mutivitamínico, BCAA, vitamina C, antioxidantes…) é ignorância e teimar contra a ciência.

Abaixo, o teaser daquela que deve ser uma das provas de trilhas mais bonitas do semestre, a Endurance Challenge Ultra Trail Agulhas Negras. Ok, dê um desconto para o nome…

Etiquetado ,

12 pensamentos sobre “Leituras de 6a Feira

  1. Thiago Oliveira disse:

    Que vídeo emocionante… começar uma sexta-feira chorando é complicado, mas mostra pra gente que tem que ter mais suor e menos mimimi!
    Obrigado pela dica do vídeo do Brannigan!

    Curtir

  2. A propaganda da prova é bonita, mostrando atletas patrocinados pela North Face, a maioria profissionais.

    Queria ver um vídeo da prova real com centenas de pessoas caminhando e se arrastando nas subidas, não seria tão motivador.

    Curtir

  3. Nishi disse:

    De fato, deveria ser Endurance Challenge Ultra Trail Black Needles…

    Curtir

  4. Vinicius Morais Nunes disse:

    Essa Ultra vai ser fantástica, pena que não vou conseguir ir. Mesmo que seja pra ficar caminhando como disse o Julio. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Uma reflexão: Se em uma maratona de asfalto o Profissional faz em 2h e você chega com 3 horas, você não é pangaré. Agora numa de montanha o profissional termina em 4h e você chega em 5h é pangaré? A proporção de 25% acima do tempo é a mesma. Certo? hehehehehe

    Curtir

  5. O erro maior dos multivitamínicos, na minha opinião, é querer corrigir sem saber se a correção vai funcionar ou vai ser melhor do que o “erro”.

    Curtir

  6. Julio Cesar disse:

    Conheço um corredor de Curitiba, o Elói, ele já tem mais de 50 anos, é rápido no asfalto, deve estar fazendo 10 km pra 36´ e meia maratona pra menos de 1:15.
    Sei que ele está migrando para as provas de montanha e está chegando sempre no pódio no geral.
    Não sou rápido como ele, mas qualquer dia desses me inscrevo em uma prova de montanha só pra ver como é. Vou esperar aparecer alguma com inscrição mais em conta……

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: