Leituras de 3a Feira

Um curto vídeo com um dia na vida de uma das maiores velocistas de todos os tempos e uma de minhas atletas preferidas, a americana Carmelita Jeter.

Tubarões morrem se pararem de nadar, corredores não morrem se pararem no semáforo.” Esta é minha justificativa para abominar quem fica dando saltos parado perdendo toda a dignidade no meio da rua. Há inclusive muito médico famoso que vai na TV falar bobagem dizendo que é perigoso parar subitamente. É só mais um atestado de quanto a categoria não entende absolutamente NADA de esporte ou atividade física ou lógica. Parar durante um treino longo ou rodagem tem peso psicológico (parece que estamos perdendo algo), mas fisiologicamente falando, há muito já se desconfia(va) que não tem problema algum. Esse belo texto tira um pouco aquele peso de nossa consciência.

Off-topic: não é exatamente sobre corrida, mas sobre empatia, aquela capacidade de saber ou conseguir se colocar no lugar do próximo. No The New York Times, um bonito texto sobre o falecimento de um corredor de cross country na adolescência que, pelas dificuldades econômicas, em algum momento da vida “se perdeu”. Para se pensar… *via Adolfo Neto.

Off-topic 2: na faculdade viviam analisando a dificuldade de uma modalidade por quantos quilômetros se corre em uma partida. Hoje sabemos que pouco importa o volume. Mas por curiosidade, aqui os valores da elite da elite masculina no Australian Open deste ano. E aqui os valores das finalistas do último US Open, lembrando que elas jogam melhores de 3 sets e eles de 5.

A Nike divulgou as datas do maior e mais famoso circuito de corridas femininas do mundo. O Nike Women´s Race Series terá 15 provas em 5 continentes. Infelizmente ela não só “saiu” da Vênus, uma das provas mais interessantes do nosso calendário (a desculpa à boca-pequena era a Copa do Mundo), como não voltou. Mais ainda: a Cidade do México irá receber a segunda Meia exclusivamente feminina da América Latina. Vamos ver o que eles preparam no Brasil, mas já sabemos que não será uma prova feminina… Aqui o curto vídeo de lançamento.

Vídeo bacana promovendo um torneio indoor. Veja como fazem da competição um show com explosões, apresentando atletas…

Abaixo, o vídeo do belo Ultra Boost da adidas.

Etiquetado ,

11 pensamentos sobre “Leituras de 3a Feira

  1. Alexandre Arrieta disse:

    “Esta é minha justificativa para abominar quem fica dando saltos parado perdendo toda a dignidade no meio da rua.”
    Particularmente nunca pensei seriamente nesta questão, e eu mesmo sempre fiquei totalmente sem dignidade pulando na beira da calçada, enquanto esperava o “sinal” mudar. Sinto-me, e penso que é sentimento compartilhado por muitos, psicologicamente mais animado em retomar o ritmo, do que tendo parado (as poucas ocasiões nas quais parei para amarrar o tênis, por exemplo, demorei a reencontrar o ritmo).
    Mas parando ou não a corrida; pulando ou não, pouca (ou nenhuma) razão encontro para que abomine (detestar, sentir ódio, horror) de um colega corredor, simplesmente porque ele se sente desconfortável em parar de chofre e retornar a correr. Desconforto, sim; talvez até vergonha (porque alguns de nós ficam saltitando?). Tampouco vislumbro perda de dignidade – até mesmo em que tem vida sedentária, pouco vejo de “perda de dignidade”.
    Enfim, abominação e perda de dignidade… entre corredores, lentos ou rápidos, parando ou não nos semáforos, preferindo as ruas ou as pistas monótonas… não vejo razão para sentimentos desta natureza. O importante é enfrentarmos os semáforos, cada um da forma que preferir, sem ferir os outros.
    Em tempo: conheci este blog hoje, sendo este o primeiro texto que li. Poderia ter tido uma melhor impressão 😦

    Curtir

  2. Enio Augusto disse:

    Não gosto de parar, mas não gosto de ficar saltitando. Às vezes, o que faço é entrar na rua próxima. Se não tem para onde ir, aí paro. Resta-me ainda alguma dignidade.

    Curtir

  3. phrayres disse:

    Balu, o grande dilema moderno é pausar ou não o gps no semáforo! Ou usar o autopause!

    Curtir

  4. Jorge disse:

    Também não acho falta de dignidade ficar correndo no lugar. Eu detesto parar, o psicológico atrapalha muito, mas também não sou muito fão de correr no lugar. Eu costumo mudar minha roda, ou mesmo fazer alguns bate-e-voltas até o farol abrir.
    Mas nada contra quem fica correndo parado ou dando volta em poste.

    Curtir

  5. Adriana Piza disse:

    Quando corro na rua, já de longe vejo se o farol está fechado ou aberto, se acabou de abrir e tento ajustar a velocidade da corrida para quando eu chegar lá ele estar aberto. Às vezes diminuo, às vezes dou uma boa acelerada, dependendo do que enxerguei. Na maioria das vezes dá certo….algumas não dá, aí fico brava e espero…achando que aquilo vai atrapalhar a minha corrida rsrsrs!

    Pena não ter a prova da Nike no Brasil!

    Curtir

  6. Vinicius Morais Nunes disse:

    Eu sempre paro, pq uma fez quase fui atropelado. hehehehehhehee

    Curtir

  7. Andre Dias disse:

    Uau. Dar pulinhos no sinal é motivo para alguém ser abominado e perder a dignidade? Parece um pouco demais, não?

    Pelo menos transmite a imagem de julgamento e condenação por algo tão superficial.

    Algo que no mundo da corrida parece haver cada vez, essa maldita tendência em ditar regras de comportamento para tudo.

    Reflexo de uma sociedade com uma dificuldade crescente em conviver com a diferença. Julga-se o outro por muito pouco.

    Seus textos técnicos são muito atraentes, Balu, assim como o repertorio de temas que você discute em seu blog. Estes julgamentos que às vezes aparecem em seus textos geram uma imagem de preconceito e desvia a atenção do leitor para o tema principal, pelo menos para mim.

    Por favor, entenda como uma critica propositiva, de quem lê seu blog com frequência.

    Abraços

    Curtir

  8. Evandro disse:

    Pessoal, cadê o senso de humor? 😂
    Eu chego no semáforo e corro 100m para trás e para frente…
    Preservo assim minha dignidade? 😨

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: