As 50 Maiores Corridas de Rua do Brasil em 2014

Algumas semanas atrás montei uma lista com as maiores provas do Brasil. Agora que a temporada praticamente acabou, consegui colocar finalmente um infográfico com as 50 maiores do Brasil. Números, curiosidades e mais detalhes vocês podem ver clicando aqui neste link. Algumas observações:

statisticQuanto maior a distância das provas (4km-42km), menor o porcentual feminino. Esse é um padrão geral, aqui e fora;

Elas são 37,6% dos quase 300.000 concluintes, mas são 100% em 3 provas e maioria em outras 5;

São Paulo tem mais da metade de todas as provas. Rio tem 11, Brasília 4 e Santos (SP) 2. BH, Cuiabá (MT) e Vitória uma cada. Belém, Florianópolis e Fortaleza são as únicas representantes de suas respectivas regiões.

– O Circuito das Estações (SP e RJ) são um sucesso de público, assim como as provas da Yescom que contam com a força da televisão. TV, aliás, que transmite 4 das 5 maiores e já transmitiu localmente a vice-líder. Entende o porquê a São Silvestre tem regras próprias? “É a TV, estúpido”…

– Não adianta, ainda somos um país apaixonado pelos 10km, a distância mais presente no levantamento, sendo uma delas inclusive feminina;

– Por fim, a Maratona de SP foi a única prova com mais de 3.000 concluintes que ficou de fora (51ª). Ou seja, voltamos àquele debate, se você quer ficar rico fazendo provas, saiba que fora do eixo Rio-SP, há apenas 2 provas que não têm TV ou não sejam revezamentos! E que dessas 50, 33 são organizadas por Yescom, Iguana Sports, Vetor ou CORPORE.

Esqueci de algo?

Aproveite e dê uma olhada aqui no infográfico porque deu um trabalhão! (risos)

https://infogr.am/raio-x-das-50-maiores-provas-do-brasil-em-2014

Etiquetado , , , , , , , ,

20 pensamentos sobre “As 50 Maiores Corridas de Rua do Brasil em 2014

  1. Nishi disse:

    Num primeiro momento fiquei até surpreso com o fato de as mulheres serem maioria (!) nas provas de 5-9km, mas a M5K sozinha distorce um pouco esse resultado. Mesmo assim é bem claro o perfil de participação das mulheres é mais forte nas distâncias mais curtas e vai diminuindo nas mais longas.

    E embora eu ache que está claro, só para confirmar: nos eventos com mais de uma prova (Maratona de SP tem os 10km e os 25km, p. ex), cada um deles está sendo considerado individualmente, lógico.

    Curtir

  2. Recentemente na timeline do Facebook de um amigo americano (que já correu Boston e ganhou algumas provas pequenas), ele e seus amigos estavam lamentando a quase total ausência de corridas de 10K nos EUA. Acho que os 10K vão sumir no Brasil também caso mais e mais brasileiros comecem a correr.

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Não vejo esse risco agora, mas elas podem ir piorando…. Tente fazer hj uma corrida boa de 5km…

      Curtir

    • Julio Cesar disse:

      Tenho feito várias provas de 5 km nos últimos meses. E durante 2015 farei somente provas de 5 km, talvez um ou outro 10 km em alguma prova especial.

      As provas de 5 km simplesmente nunca tem 5 km. Tem desde 4.700 até 5.500 mt.
      Faço essas provas como treino forte e disputo colocação (domingo cheguei em 5 no geral numa prova de 5 km em Rio do Sul-SC).
      Só considero marca em provas de 5.000 em pista, que faço nos torneios de veteranos.

      Curtir

  3. Hélio Shiino disse:

    – Agora que a temporada praticamente acabou, consegui colocar finalmente um infográfico com as 50 maiores do Brasil. –

    (1) Acho que deveriam organizar mais provas de Revezamento (asfalto / a nível de Brasil). Só quem participa sabe do grande barato do que é uma prova em Equipe.
    Revezamento Pão de Açúcar
    Ecorrida que foi realizada pela última vez em 2012 pela Yescom.

    (2) Decididamente as provas em Milhas não caíram no gosto do corredores.

    (3) Passando os olhos pelos gráficos, teimo sempre em ver de forma enviesada para a São Silvestre. Ela só tem esses números porque na verdade os corredores estão lá, na maioria esmagadora, para festejar a passagem de ano.

    (4) Acho que as provas noturnas tem vida útil a curto-médio prazo.

    (5) As corridas por Causas, por exemplo: a do Câncer de Mama e a da Bradesco Longevidade, mesmo com preço baixo de inscrição não tem tanta adesão. Se não me falha a memória, a etapa RJ da Longevidade deste ano, limitou em 3.500 inscrições. Mais do que etapa Lapa do Rio antigo Light que teve 3.222 concluintes.

    – O Circuito das Estações (SP e RJ) são um sucesso de público, assim como as provas da Yescom que contam com a força da televisão. –

    Eu só sei que a Adidas plantou a semente do Circuito das Estações que vinga de tal forma que ainda hoje muitos confundem marca com produto (Metonímia) e o chama de Circuito Adidas. De 9 entre 10 iniciantes em corrida de rua começam com qualquer uma das provas deste Circuito por recomendação.

    Curtir

  4. Marcelo Hideki disse:

    Achei curioso não ter nenhuma prova da Região Sul.

    Curtir

  5. Gustavo Bianch disse:

    Balupédia, ficou sensacional! haha

    Curtir

  6. martinhovneto disse:

    Muito bom! Parabéns pelo trabalhão!

    Curtir

  7. Breno disse:

    Sensacional, Balu! Quando tivermos uma série histórica desses dados a análise vai ficar ainda mais interessante! Brasília se firma como uma grande centro, com potencial de crescer ainda mais, ao meu ver! Abs

    Curtir

  8. Adriana Piza disse:

    Eu imaginava que corridas com distâncias quebradas não fizessem sucesso…mas vejo que das 50, 11 são de outras distâncias que não as clássicas! Ok, uma delas é a SS, outra a Garoto e a Pampulha….mesmo assim, Oral B e Centro Histórico entre elas é surpresa para mim!

    Muito bom! Tem muita coisa para analisar!

    Curtir

  9. Paulo Nogueira Starzynski disse:

    Muito bom o post!
    Acompanho a pouco tempo o conteúdo do seu blog, que conheci através de postagem recente do Rodolfo Lucena. Gosto da abordagem estatística e das leituras.

    Sobre esses dados, eles são interessantes, mas também seria legal ver quantas inscrições foram oferecidas em cada prova e trabalhar com a relação inscritos/(total de vagas) ou ainda avaliar em quanto tempo as vagas esgotam.
    É uma trabalho hercúleo reunir tais dados, mas revelaria se determinadas provas tem uma procura acima da média mas aparecerem com menor quantidade de concluintes apenas pelo fato de terem sido oferecidas menos vagas, devido à limitações de percurso e/ou área de dispersão, etc.

    No post anterior sobre maratonas, por exemplo, tal análise revelaria que a novata Mizuno Uphill é disparada a mais procurada pelos corredores e, olhando apenas ela, diríamos que maratona no Brasil é um tremendo sucesso! (claro que não, mas depende da perspectiva). As 300 vagas oferecidas esse ano (para agosto do ano que vem!) foram preenchidas em questão de poucas horas. Talvez nenhuma outra corrida no país seja tão desejada…

    abs
    Paulo

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Ainda acho que a SS e o Revezamento em Floripa são as duas provas mais desejadas. Talvez só a Meia da CAIXA do Rio acompanhe. A Uphill é mto mais consequência da baixa oferta do que alta procura.

      Qto a ter números de inscrições, isso é praticamente impossível porque é um dado não revelado e em outros eventos é um número elástico que pode aumentar se a procura exceder demais a expectativa. A ideia de trabalhar com concluintes é porque esse é o dado usado em análises lá fora.

      Abrax

      Curtido por 1 pessoa

  10. Gilson Totti Dias disse:

    Balu, fantástica a sua contribuição para o esporte.
    Parabéns!

    Curtido por 1 pessoa

  11. aam3lia disse:

    Danilo, nao consigo visualizar o infografico 😦
    Mas mesmo assim, para bens pela materia!

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: