As Maratonas brasileiras em 2014

Com enorme ajuda do meu amigo Nelson Evêncio, presidente da ATC-SP, consegui terminar esse infográfico aqui, com números e dados das maratonas brasileiras e das participações brasileiras. Os dados estão compilados desde 2011, mas não publicamos na íntegra. Algumas observações e pitacos:

A do Rio de Janeiro se firma como a maior do país, responde por mais de 1/3 dos concluintes no país! SP se firma como a 2ª, e Porto Alegre volta a ser a 3ª à frente de Curitiba (4ª). A de Santa Catarina é isolada a 5ª, depois é um bololô com mais 9 provas, nenhuma delas no Norte.

São ao todo 14 provas, 2 a mais que 2013 sendo que a de Foz foi cancelada. São assim 3 inaugurais. Quer a lista? No infográfico você encontra o nome completo de todas.

O crescimento foi pífio, mínimo. 0,5% a mais de concluintes que 2014. De 2012 pra 2013 havia sido de 21%. De 2011 pra 2012 foi 1,8%. Ou seja, não há muito padrão…

O crescimento foi mínimo em ambos os sexos. Elas agora respondem por 14,9%. Era 14,2% em 2011 e são 43% nos EUA (2013), ou seja, somos muito diferentes deles, mas o padrão é o mesmo: aumenta-se a distância, e o número proporcionalmente delas cai. Mas 14,9% ainda é um número MUITO baixo…

De resto, investir em maratona parece ser arriscado. Somente Rio de Janeiro cresceu substancialmente (7%), salvando os números brasileiros. A da Bahia, por exemplo, encolheu 24%.

No exterior nossa participação só aumenta. Nas 25 maiores em brasileiros, aumentou 21,3% de 2013 pra 2014 (28,9% ano passado). Só Berlim tem padrão de queda (desde 2011). Só ela, Frankfurt e Praga perderam brasileiros em 2014.

Buenos Aires é a líder em brasileiros. E não é só isso, com quase 8.000 concluintes, ela é quase o dobro do Rio. Ela tem quase o tamanho do Brasil sem a do Rio!

Por fim, há lá uma lista das mais rápidas. Infelizmente o número muito baixo de 9 delas fez com que comparássemos somente as 4 maiores e as médias americanas. Há números interessantes. Por exemplo, a UpHill Marathon foi mais rápida que a de SP! Amostragem baixa e selecionada na prova da Mizuno? Pode ser, mas mostra o peso do calor, já que SP foi a mais lenta de todas.

O homem brasileiro corre os 42km a 4h14 e a mulher em 4h34.

Era isso! Esqueci algo?

Dê uma olhada no infográfico e palpite!

https://e.infogr.am/a-maratona-e-os-brasileiros

Etiquetado , , , , , ,

18 pensamentos sobre “As Maratonas brasileiras em 2014

  1. Hélio Shiino disse:

    Olhando para o 1º gráfico, percebo uma estabilidade de 2011 para 2012, aumento significativo de 2012 para 2013 e uma nova uma estabilidade de 2013 para 2014.
    E o mesmo comportamento olhando para o 3º gráfico.
    Quem me parece que puxou para cima foram as do Rio e a de São Paulo.

    (1) Algo, “extra campo” que tenha injetado ânimo para novos inscritos com relação a observação acima???? Posso arriscar dizer que os Circuitos de Meias foi influenciador para o fator “trampolim” para subir o degrau???

    (2) Queira ou não, o eixo Rio-São Paulo nunca deixará de ser sólido apesar do Clima não ideal para correr uma prova de longa distância???

    Curitiba e Porto Alegre tem seus fãs fiéis ano após ano!

    Curtir

  2. Julio Cesar disse:

    Acho que o fenômeno maratona de Buenos aires é mais econômico-financeiro do que, digamos, esportivo.
    Para a maioria das pessoas (SP, Rio, MG, etc) é mais barato ir pra Buenos Aires do que pra Porto Alegre, então leva a esposa, a namorada, o marido, e passa uma semana ou 5 dias fazendo turismo, gastando só um pouquinho a mais do que se fizesse um bate e volta sozinho em Porto Alegre.
    Fui olhar a o site da maratona de Buenos Aires e me surpreendi com o sistema de divulgação de resultados: Uma planilha Excel.

    Curtir

  3. Não sei se a informação exata está disponível mas li numa matéria ano passado que a maratona do Rio é a que mais atrai estrangeiros. Não sei até que ponto isso é responsável pelo tamanho bem maior que as demais.

    Curtir

  4. Danilo Balu disse:

    É um número pequeno, menos de 500 ao todo…

    Curtir

  5. Adriana Piza disse:

    Observando os dados de brasileiros em maratonas fora do Brasil, em 2012 não aconteceu NY. Se considerarmos que entre 300 e 400 brasileiros estavam inscritos….então na verdade o crescimento de 2012/2013 estaria em torno de uns 15% e não 28%. Seria um crescimento contínuo desde 2011.

    Será que a copa do mundo pode ter algum efeito nesse baixo crescimento de 2014? Não sei, mas acho que o calendário de corridas esse ano ficou uma confusão só….pode não ser o responsável, mas pode ter colaborado. Ou os brasileiros estão trocando maratonas aqui por maratonas no exterior?

    SP mais lenta que Uphill….será que o calor nos faz mais lentos do que a subida?

    Curtir

  6. Danilo Balu disse:

    Vc tem toda razão qto ao peso de NY nos números das gringas… Eu acho que o que mais pesa nelas não é a Copa do Mundo, é o câmbio mesmo. Eu teria que cruzar com o câmbio de 6 meses antes do Euro/Dólar e tb com o do peso argentino. Preguiça só de pensar… rsrsrs

    Um texto que coloquei aqui do Hutchinson fala que temperatura baixa ajuda mais do que percurso 100% pano. O problema da Uphill é que a amostragem é baixa (216) e quem entra lá já sabe da dureza, então a amostra é mto particular. Se ela tivesse 500-1000 concluintes, daria pra tirar mais conclusões. Temos que lembrar sempre que os eventos crescem na parte de trás, nas baias lentas, nunca na ponta.

    Curtir

  7. Quando é que alguém vai ter coragem de organizar uma prova de rua de 30K (ou 32K ou 35K, mais do que uma meia mas menos do que uma maratona)?

    Curtir

  8. Fernando disse:

    Balu, sabe me dizer qual o tempo médio da Maratona de Buenos Aires? Gostaria de saber se é mais rápida que Porto Alegre

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      4h29:12 entre elas e 4h12:01 entre eles.
      Só um adendo, a maratona parece sempre crescer no pelotão de trás, os mais lentos. A única exceção é Boston que tem índices…
      Eu acho POA mais rápida, mas não por causa das medianas…

      Curtir

  9. […] o tempo médio dos maratonistas brasileiros comparando com os americanos. Cheguei ao que seria o tempo do homem brasileiro médio e também o tempo da corredora brasileira média. Com isso também chegávamos às quais seriam as […]

    Curtir

  10. […] do Rodolfo Lucena, aqui meu infográfico com dados do mercado brasileiro de Maratona (2011-2014), aqui minha análise das Maratonas no Brasil em 2014 e aqui sobre os tempos médios dos brasileiros (homens e mulheres) nos 42km. Deixei escapar […]

    Curtir

  11. […] país no mundo tem tamanho mercado em Maratonas! Vou colocar abaixo comparando com alguns dos dados das Maratonas brasileiras em 2014 que eu publiquei aqui e do infográfico com as informações que levantei junto com meu amigo Nelson Evencio. Vamos […]

    Curtir

  12. […] no Brasil, as 50 maiores provas do Brasil (em 2014), a velocidade do brasileiros nos 21km, dados das maratonas brasileiras em 2014 e a velocidade média da maratonista […]

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: