Leituras de 6a Feira

Um recorde mundial caiu semana passada: o feminino da Beer Mile! Às mulheres que não confessam que querem tentar a façanha, coloquem mais álcool na caipivodka de frutas vermelhas do “treino” porque a marca ficou mais apertada!

Quer ficar triste? A Forbes divulgou sua lista com os 100 atletas mais bem pagos em 2014. Usain Bolt aparece “apenas” em 45o. A lista como sempre cheia de americanos e repleta de beisebol.

No Zona de Impacto da SporTV, uma matéria sobre a Maratona na subida da Serra do Rio do Rastro (SC). Só depois de alguns minutos vídeo adentro que eu me dei conta que falavam da Mizuno UpHill. (risos)

Você é um grande adepto dos GPS’s? Talvez devesse dar uma olhada nesse divertido teste sobre a precisão dos modelos amadores do mercado e ver se o seu está entre eles.

Aqui a edição de Novembro-Dezembro da revista digital gratuita Level Renner.

Meb Keflezighi concorre ao prêmio de atleta do ano da Sports Illustrated. O texto de sua nominação é ótimo!

Quão rápido é um cavalo de corrida? E Usain Bolt? E um F-1? E um dinossauro? Um infográfico divertido do The Guardian!

Aqui o belíssimo vídeo com os melhores momentos de toda a TCS NYC Marathon! Desde o lançamento até o grande dia. Muito bom! Dica do meu amigo e leitor Alessandro Augusto.

Etiquetado , ,

5 pensamentos sobre “Leituras de 6a Feira

  1. Hélio Shiino disse:

    – Aqui o belíssimo vídeo com os melhores momentos de toda a TCS NYC Marathon! Desde o lançamento até o grande dia. Muito bom! Dica do meu amigo e leitor Alessandro Augusto. –

    É a primeira vez que eu vejo um vídeo falando da Maratona de Nova Iorque que me deixou uma impressão definitiva de que esta prova, em todos os aspectos, realmente é uma Grande Celebração!!!!!

    Já imaginou no que se transformaria a Prova e a Cidade se eles decidem mudar a data de realização para o último dia do ano??? Aí seria imbatível!!!

    Curtir

  2. Eu sei a margem de erro do meu GPS (Timex Marathon), fiz umas medições em um trajeto de exatamente 1.000 mts (não foi em pista de atletismo) e ele marcou exatamete 0,88% a menos do que a distância real. Em cada km real meu gps marca aproximadamente 991,20 mt.
    Só não sei se ele marca sempre a mesma coisa, dizem que em dias muito nublados ou trajetos com muitos edifícios a precisão pior ainda mais.
    Faço poucos treinos com GPS, na maior parte dos treinos uso apenas meu cronômetro Timex, tenho um trajeto demarcado de 8 km e dá pra fazer todo tipo de treino. Marquei também um trecho de 200 mt, outro de 400 mt e outro de 500 mt, para os dias de tiros quando a pista de atletismo não puder ser usada por causa da chuva. (será que sou maluco ? )
    Acho o GPS mais útil em provas, pois as placas de km, quando existem, nunca estão no lugar certo, e com o GPS dá pra ter uma idéia melhor.

    Curtir

  3. martinhovneto disse:

    Gps é um bicho que depende de muita coisa para ter máxima precisão. Realmente clima, arborização, tempestade solar (rsrsrs) influi nesta bendita. Não acho anormal o celular ter um desvio um pouco menor que os relógios com GPS, já que o sistema de posicionamento dele não é baseado apenas em localização de satélite, mas você fica escravo da rede de cobertura da operadora, da boa vontade do seu 3/4g, da bateria de um aparelho multifunção, etc.. GPS pra ter margem de erro de menos de 5 cm precisa ser estacionado o que não é o caso dos instrumentos voltados para corrida. Também quando maior a precisão,maior o preço. Instrumentos de topografia baseados em localização global tem seu preço diretamente proporcional a precisão e tempo de medição da localização, sendo a diferença em quase 10x para mais. E acho que o relógio continua servindo para lhe dar uma noção aproximada, e não ser a ultima verdade.
    Muito lindo o vídeo da Maratona.

    Curtir

  4. Enio Augusto disse:

    Sou adepto do GPS. A melhor referência que posso ter, mas sem acreditar 100%.
    Certamente, este teste repetido outras várias vezes vai dar vários outros resultados.
    No fim das contas, ele ajuda muito nas corridas e treinos. Principalmente nas corridas. Ele não é 100%, mas acerta mais que muitas placas em algumas corridas os km’s. E também pode ajudar se programar a volta automática para ser em 1,020 m e não 1,000 m. Fica mais “real”.

    Curtir

  5. Adriana Piza disse:

    Vou falar mal da globo…rsrsrs…mas a reportagem da Mizuno Uphill só mostra os vencedores homens…..não falam das mulheres! Me lembrou quando a São Silvestre fem e masc eram separadas e eles só transmitiam a masculina!

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: