Mais uma gotinha sobre a Hidratação…

Sometimes I feel like anyone who hates/loves my work just hasn’t read it carefully enough (Benjamin Morris)”.

Ninguém sabe, mas o monstro Morris roubou essa frase de mim. Toda vez que escrevo um texto aqui fico com a impressão de que não leram. Se tivessem lido com calma, descobririam que escrevo em 5 minutos. Não tem como “amar” nem chamar de “libertador” (usaram isso quando falei sobre hidratação) algo escrito com preguiça e rabugice. Eu procrastino todos os meus textos, não fazem ideia o quanto! E aí sai apressado. Então estão proibidos de gostar! Você não pode gostar de Piketty se não o leu.

hydration_beltsAssim como não pode criticar Taubes se não conhece suas ideias! E vejo ainda que quem não gostou ou criticou o tal texto também não me leu. Porque eu argumento X e o cara responde B! A culpa é SEMPRE de quem fala, não de quem lê, mas vez ou outra cogito colocar uns mata-burros na porta pra ganhar tempo.

O Luis Oliveira diz pra me estender mais vezes, que meus textos não precisam ter o tamanho de uma A-4, mas não gosto de escrever longamente. Aí a coisa sai atropelada, mas quem é inteligente faz comentário inteligente. A Giovana Kaupe, que tem assessoria, explicou a diferença individual dos grupos. Já tive assessoria, não tem como por nem tirar uma vírgula do que ela falou. Por outro lado, o Marcel Pracidelle é “vítima do ambiente”. Um cara que corre o que ele corre precisa de tudo, menos hidratação a torto e a direito. Mas está ali tão facinho… por que não? Não é culpa dele, é a tese do ambiente obesogênico derivando a um ambiente hiperhidratagênico (ok, não existe!) que resulta numa proto-dependência aquífera (Nishi, 2014). Muita água tão fácil ajuda pouco, mas pode atrapalhar muito… esse é meu ponto!

Semanas atrás, naquele ciclo lunar que acontece a cada 4 anos chamado Copa do Mundo, eu programei meus treinos entre os jogos. Então uma vez corri no 2º tempo de um jogo terrível das 13h00 para estar bonitão pra ver um clássico às 16h00. Saí de camiseta escura no sol. Eram 17km e lá pelos 12km parei num bebedouro porque senti que no 17km seria tarde demais. Ou seja, eu que costumo beber água só em treinos maiores que 20km, bebi no 12km. Sem nenhuma vergonha. É assim na vida! Não há regras! Quem corre mais do que eu pode rodar 25km, quem é mais lento, talvez dure “só” 10km sem água.

Meu ponto é: Nutricionistas e Treinadores a partir do momento que sequer sabem calcular a perda hídrica, preconizam quantidades irreais. Sou muito bom de matemática e apenas uma única vez na minha vida vi alguém fazer o cálculo certo. Se eu bebo água? Lógico, não sou tonto! Sempre? Quase nunca. Não devemos beber? Deixa disso! TEM que beber água. Só que menos, mas MUITO menos do que dizem pra você.

O melhor treino ainda é correr

O melhor treino ainda é correr

O método do Helio Shiino de observar os animais pode parecer pouco científico, mas não deixa de ser interessante. Qual animal se hidrata com 200ml a cada 10-15 minutos? Aliás, convido quem preconiza isso a tentar. Eu já tentei! Por anos! É quase impossível. Mas por experiência própria eu sei que correr de noite em SP é diferente de correr de tarde na seca Brasília-DF do Breno. É como disse a Aline Maria, o CEP importa! Cada um é cada um, cada ambiente é diferente, mas falo com segurança: o que muitos preconizam pra corredor amador é uma excrescência. Esqueça as estratégias dessa gente e vá na base da sede.

Etiquetado , , ,

15 pensamentos sobre “Mais uma gotinha sobre a Hidratação…

  1. Luis Oliveira disse:

    Este ficou com a tamanho certo, quase um tantinho demais.

    Curtir

  2. Hélio Shiino disse:

    – O método do Helio Shiino de observar os animais pode parecer pouco científico, mas não deixa de ser interessante. –

    Assim como meus treinamentos são orientados pela “Auto Assessoria Tabajara”, a minha alimentação e hidratação (hidratar o corpo é uma coisa; fazer do corpo um depósito de água é outra coisa totalmente diferente!) são orientadas pela “Auto Nutricionista Tabajara”, e este método de observação dos instintos animais, sabiamente executados sem qualquer interferência racional que é inerente somente ao ser humano, é uma das lições de minha Auto Nutricionista.
    Serviço das Organizações Tabajara – Custo 0800

    Curtir

    • Eu já acho bem científico. O Tim Noakes menciona os animais. Observar é um bom começo. Depois são feitos experimentos.

      Curtir

      • Hélio Shiino disse:

        Adolfo Neto, sim, isto é de uma sabedoria que não sabemos explicar. O instinto animal.

        (1) Como as aranhas aprenderam a tecer uma teia?? Como todas as gerações futuras das aranhas sabem tecer uma teia?? Mas ela é fundamental para a sua sobrevivência.
        (2) Como as abelhas aprenderam a construir uma colmeia?? Como todas as gerações futuras das abelhas sabem construir uma colmeia?? Mas ela é fundamental para a sua sobrevivência.
        (3) Podemos enumerar uma lista interminável de exemplos.

        Cada espécie de animal tem a sua peculiaridade pautada em cima do instinto. Instinto esse que não sabemos bem como se desenvolve mas que é de suma importância para a sua sobrevivência

        Por que os gatos são sempre sorrateiros e desconfiados? Por que os cães são sempre brincalhões e espontâneos. É o tal do instinto.

        O homem moderno chegou ao que conhecemos, dentro de sua racionalidade, a partir do momento em que foi diminuindo a sua porcentagem instintiva e aumentando a sua porcentagem racional.

        É por estas e outras que somos os únicos seres capazes de matar outras espécies por diversão…

        Mas voltando ao viés comportamental e aplicado ao esporte, é produtivo observá-los.
        Muitas das artes marciais orientais tem como referência os movimentos de alguns animais…

        Curtir

  3. Tadeu Góes disse:

    Balu,
    E aquela orientação de que devemos, em nosso dia a dia, ingerir 02 lts de água ?

    Curtir

  4. Marcel Pracidelle disse:

    Balu, e o que dizer, quando dizem que eu deveria beber ainda mais água, pq com tudo que bebo durante a corrida, num longo de 20, 25 km termino uns 3kg mais leve que o início?

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Vamos fazer uma conta rápida, bem rápida… digamos que vc perde uns 400g de glicogênio muscular nesse treino de 20-25g. Cada 1g de glicogênio carrega consigo outros 3g de água, É fisiológico isso, então temos 4 (1g de água mais 3g do CHO) vezes 400. Vc perdeu 1,6kg sem alterar nada do “equilíbrio”. Vc ainda perdeu alguns gramas de gordura nessa brincadeira (*é impossível não perder gordura. Vamos arredondar pra quase 2kg. Vc perdeu 1L (=1kg) de água. Isso dá qto de desidratação? O profissional que falar que vc precisa beber mais do que isso faltou nas aulas de matemática.

      Curtir

      • Marcel Pracidelle disse:

        Uia… bom de conta mesmo… mas eu não sigo fórmula pra água não, só para o gel… e nele exagero. Valeu. abs

        Curtir

  5. Vinicius Morais Nunes disse:

    Eu concordo com o você. Como gosto de provas mais extremas e por isso com uma quantidade bem menor de pontos de hidratação me acostumei a treinar sem tomar água. Treinos curtos de até 12 km dependendo da rodagem faço sem nenhuma gota. Mas como você falou as vezes não dá, já que moro em Floripa e aqui a umidade bomba loucamente.

    Curtir

  6. Roberson Guimarães disse:

    Balu pra presidente.

    Curtir

  7. Breno disse:

    Simples assim! Vai na percepção de sede que dá certo.

    Curtir

  8. Eu bebo muita água mas só quando estou com sede. Exceção quando estou numa estrada num dia quente, passo por uma birosca e não sei quando vou encontrar água mais a frente. Aí as vezes é bom fazer uma “reserva de camelo” rsrsrsrsrsrs.

    Curtir

  9. João Marcelo disse:

    … o que me deixa mais maluco é que o texto e para o bem do corredor, melhorar o rendimento e ficam com os “olhos fechados” não dão o braço a torcer…”corredores camelos” é melhor rever os conceitos…

    Curtir

  10. Julio Cesar Kujavski disse:

    Adorei a foto da moça com as garrafinhas. Aposto que na USP numa manhã de sábado dá pra encontrar alguém como ela.. rsrs…

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: