Leituras de 3a Feira

Já falei tanto do (enorme) mercado de corridas filantrópicas nos EUA a ponto de um dia ter que falar mais a respeito aqui. Quantas provas no Brasil seguem essa linha? A CORPORE (SP) tinha um programa de arrecadar doações, a Corrida do GRAAC e também uma de combate ao câncer de mama, ambas em SP, são casos isolados. Enquanto isso, nos EUA eles se questionam sobre um “problemão”: o excesso de corridas beneficentes!

Uma versão digital gratuita da edição especial da American Track & Field com tudo sobre o campeonato americano que rolou semanas atrás. De nada!

Talvez o recorde mundial mais incrível entre todos os atuais seja o de David Rudisha nos 800m porque foi feito numa final olímpica, na prova mais rápida da história na distância, vencendo os melhores do mundo e sem coelho. Foi na raça! Um infográfico espetacular compara a prova de 2012 com a de Sebastian Coe em 1981.

Mestres é um BELO documentário feito por estudantes retratando e cobrindo atletas veteranos que vieram ao Brasil disputar o campeonato Mundial Máster de Atletismo que passou tão despercebido nesse país que quer ser olímpico… vale a visita! São meros 10 minutos! *ótima dica do Julio Cesar!

O ritmo dos quenianos nas maratonas tem que ser visto sob perspectiva. Quantos metros você acha que conseguiria correr ao lado de um queniano em ritmo de 2h03? Eu aposto que menos de uma volta numa pista de atletismo (400m). Esse garotinho escocês aprendeu de um jeito mais duro. E em rede nacional! Veja o que rolou na transmissão dos 42km do Commonwealth Games.

Na Slate o porquê fazer exame de verificação de feminilidade é humilhante, desnecessário e inútil no esporte.

Semana passada virou piada uma pista de atletismo chinesa pintada às pressas! Com inspiração cubista pintaram as curvas de modo um pouco… ãh… diferente! Veja abaixo a matéria com o repórter tentando correr nela!

Etiquetado , ,

7 pensamentos sobre “Leituras de 3a Feira

  1. Julio Cesar Kujavski disse:

    Não me canso de ver o documentário sobre o mundial de POA. Estive lá e realmente é um evento imperdível, tanto é que estou pensando em participar do mundial master em Lyon 2015. No momento estou inscrito em duas competições master: Campeonato Paulista dia 17 de agosto e campeonato gaúcho dia 21 de setembro. 5.000 mt.

    Curtir

  2. Adriana Piza disse:

    Sobre verificação de feminilidade:
    “…a naturally occurring difference among people was transformed into a disorder that needed to be treated.”
    Achei essa frase muito boa! Naquele texto sobre a Stella Walsh , na última parte também havia uma discussão nessa mesma linha, que havia me chamado a atenção.

    Curtir

    • Julio Cesar Kujavski disse:

      E a Semenya hein ? Outro dia vi uma prova dela de 800: Largou conservadoramente, como sempre faz, ficando em último, e eu achando que ela ia detonar na segunda volta. Só que não.
      Ela ficou em último o tempo todo e chegou uns 4 segundos atrás da vencedora.

      Curtir

  3. Joice Ribeiro disse:

    Balu, fantástico o vídeo do campeonato master. Já estou agitando com as meninas do antigo esquadrão da poli, precisamos fazer alguma coisa no pós 50!!!
    E incrível como não teve publicidade nenhuma por aqui… Triste!

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: