Leituras de 6a Feira

Em uma bateria de 4x100m do campeonato americano máster de atletismo, se você observar a raia 1 verá algo nunca antes feito na história do atletismo: uma equipe composta por atletas de 90 anos ou mais. #Respect

Semana passada rolou um dos meetings mais fortes de todos os tempos! O Herculis é a etapa da Diamond League de Mônaco. Aqui você tem um belo e curto vídeo com os melhores momentos.

No Run Blog Run um texto bem bacana sobre o Champs, o incrível torneio jamaicano que é um dos palcos e celeiros das futuras estrelas velocistas do país caribenho. Não há nada similar no mundo!

Os nascidos na década de 80 talvez nem saibam como era uma época em que os atletas olímpicos eram “amadores”. Uso as aspas porque a geopolítica da época fazia do amadorismo uma peculiaridade inexistente no antigo bloco comunista. Basicamente o COI não permitia atletas profissionais de competirem nos Jogos olímpicos, até por isso também a entrada do Dream Team da NBA em 1992 foi um marco. Aqui um texto do Register Guard fala sobre a luta de alguns atletas dos anos 70 para acabar com a hipocrisia.

E quando o maior velocista da atualidade é Justin Gatlin, condenado a 8 anos de suspensão e cumpriu somente 4? Mesmo com grandes marcas e ganhando tudo, muitos não se rendem a ele, eu incluso. Joe Battaglia faz o divertido exercício da suposição: poderia o americano concorrer ao título de melhor do ano?

Na Outside o autor reconta sua participação na ultramaratona Hardrock 100, uma das provas mais cruéis do planeta. O número de desistências dá o tamanho da loucura. E você aí achando que se arrastar no Desafio do Dunga é heroísmo…

Abaixo outro vídeo da série do COI. Dessa vez é a história dos 3.000m com obstáculos (steeplechase) contada em 90 segundos:

Etiquetado , ,

9 pensamentos sobre “Leituras de 6a Feira

  1. Hélio Shiino disse:

    – Abaixo outro vídeo da série do COI. Dessa vez é a história dos 3.000m com obstáculos (steeplechase) contada em 90 segundos: –

    “O tanque de água está para os 3.000m com obstáculos assim como a lei do impedimento está para o futebol.”
    E eu pergunto: “- Pra quê?”

    Curtir

  2. Tadeu Góes disse:

    Se eu chegar aos 90 anos, ponto!;
    Se eu chegar aos 90 anos andando!, ponto;
    Se eu chegar aos 90 anos correndo ? Não tem ponto nem preço !

    Curtir

  3. Mauro Leão disse:

    Espetacular o vídeo do revezamento máster. Palmas de pé!!!!!!!!

    Curtir

  4. Adriana Piza disse:

    3.000m com obstáculos sempre foi minha prova preferida de assistir….e a que gera as melhores fotos!! Uma curiosidade que gosto é a do primeiro queniano que ganhou esta prova nas olimpíadas de 68 (e depois só deu queniano). Ele chegou com os pés secos….detalhe: algumas vezes ele não colocava o pé no obstáculo para saltar!!!! Amos Biwott.

    Curtir

  5. Estevam disse:

    Eu sempre me pergunto se algum desses caras que chegaram aos 90 correndo foram atletas profissionais. Eu sempre acho que o esporte de alto nível desgasta o corpo muito antes disso, e imagino que eles tenham tomado gosto pelo esporte lá pelos 40…… mas é achismo, porque não tenho conhecimento de causa.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: