Leituras de 2a Feira

Agora o belo vídeo da New Balance pós-Comrades que coloquei dias atrás está também no YouTube. Veja aqui!

Aqui segue o sempre ótimo e detalhadíssimo informativo da IAAF com estatísticas. O desta edição tem como foco o Campeonato Mundial de Juvenis em Oregon (EUA). *é sempre um exercício muito interessante cruzar os nomes de campeões e recordistas dos eventos passados pra saber o quanto o resultado nessa idade corresponde (ou não!) a desempenho e sucesso no futuro. O histórico exige comedimento. Um belo texto de Ato Boldon que postei tempinho atrás é uma aula no assunto!

A Runner´s World fez uma seleção BEM legal das 10 melhores medalhas de corridas diversas!

Conhece a 4 Deserts Gobi March ultramarathon? Uma prova de 155 milhas (250km), sete dias correndo em trilhas e deserto. Aqui um relato no The Guardian e como ela seria um antídoto contra males e vícios da vida moderna.

O Flotrack lançou um belo trailer de mais um filme da série Driven. Dessa vez o personagem central é o fundista Ben True. Sei que há quem não se conforme que eu cite aqui americanos que não baixam dos 13 minutos nos 5.000m, mas não quenianos muito mais rápidos. Eu acho que o modo como o americano constrói ídolos locais é um pilar fundamental pro sucesso desse esporte por lá. Já falei algumas vezes: há mais identificação “nossa” com alguns deles do que com qualquer queniano ou mesmo brasileiro. Não custa nunca lembrar, o “valor” de um atleta não está apenas nas marcas pessoais, mas em todo um conjunto. Alguns acham que é uma falha do sistema ou do modelo, eu apenas acho que é normal e do jogo.

Já falei algumas vezes de como o desempenho médio dos corredores vem caindo. Não é só porcentualmente, mas quantitativamente temos cada vez menos gente correndo “forte”, abaixo de 1h00 nos 15km, por exemplo. Mas agora um levantamento americano bem interessante explica que pode estar havendo um respiro nessa tendência. Não é muito clara a tendência, mas parece mesmo um respiro.

Acho que todo corredor já ouviu a história do leão e da gazela. Antiga, mas sempre boa. Abaixo um curto vídeo da Arc´teryx. *se você se interessou pela marca, achei outros 2 vídeos bacanas com cenas de corrida. Você pode ver aqui e aqui.

Etiquetado , ,

5 pensamentos sobre “Leituras de 2a Feira

  1. Hélio Shiino disse:

    – A Runner´s World fez uma seleção BEM legal das 10 melhores medalhas de corridas diversas! –

    Cada uma mais bonita que a outra! Dá até pena de jogar fora aquelas excedentes pós-corrida!
    Fora desse contexto de provas expecíficas de corridas de rua eu achei de uma originalidade uma medalha que era concedida em um Mundial de Atletismo (se não me engano), recente e que ocorreu no leste europeu (se não me engano). Era uma medalha feita com 2 peças. A parte central, em círculo, que girava. Já pesquisei tanto pelo evento quanto pela medalha mas não encontro.

    – Não é só porcentualmente, mas quantitativamente temos cada vez menos gente correndo “forte”, abaixo de 1h00 nos 15km, por exemplo. –

    Fazer 15km em 00:59:59 dá um pace médio de 03:59!!!!! Remetendo ao post anterior – Com ou sem Treinador? E por que não? – serei preciso entrar em uma Assessoria para PENSAR em conseguir isso porque com minha Auto-Assessoria “Tabajara”, dificilmente chegarei perto dessa performance…

    Curtir

  2. Nishi disse:

    Vamos ver se eu adivinho: você não faria a ultra do deserto de Gobi mas nem se te pagassem, certo? Bom, se souber alguém que te pague, transfira pra mim (“eu não posso, mas tenho um amigo…”

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: