Por que você corre? Você deveria correr?

Cada um corre por um motivo. Semana passada falei duas vezes a respeito. Primeiro com um belo filme sobre um sem-teto que corre e na outra quando falava de uma palestra (TED) eu defendi o ponto de vista de um grande amigo que diz que “só gosta de correr quem nunca foi BÃO MESMO em algum esporte coletivo”. Não esperava, mas alguns discordaram quase ofendidos. (risos)

No vácuo dos do19408_493231544053052_1012565263_nis textos postei os números do mercado americano de corrida. Se você olhar as idades médias do corredor americano e mesmo os números brasileiros, verá que a corrida é um esporte que faz sucesso na casa dos 25 a 40 anos. Mais velhos do que isso são poucos, mais jovens que isso e os números são irrisórios. Não é um comportamento local, é desse esporte! Por quê?

A característica inerente à corrida, sabemos, é sua praticidade. Você precisa só de um shorts, tênis, camiseta e vontade pra dar o primeiro passo. Pode ser feito sozinho, a qualquer hora e em qualquer lugar. A pessoa até 25 anos dispõe de outras opções coletivas mais lúdicas, menos repetitivas e que gozam de muito mais popularidade. Afinal, qualquer homem já sonhou em ser o craque de um time, qualquer que seja o esporte. Por isso também tão poucos tentem esse esporte antes dos 25-30.

Fora do ambiente acadêmico ou escolar é difícil você conseguir juntar um grupo de pessoas para praticar qualquer coisa que seja e aí a corrida é uma excelente opção de atividade. Mais. Ela exige paciência (que vem também com a idade) e nela você pode esconder sua (falta de) habilidade em meio a uma multidão de 5.000 corredores, algo muito mais fácil de fazer do que tentar se esconder atrás de 5 companheiros de time, no ambiente competitivo estudantil.

530656_490934994282707_667272098_nE tem mais! Chutar uma bola qualquer um consegue e correr 10km, 15km, quem consegue? Os 42km te fazem um super-herói para a turma do trabalho! Quem corre muito pode não ter a habilidade de um boleiro, mas tem força mental, disciplina, persistência… quem não quer ser possuidor dessas qualidades? Até caímos no perigoso erro de achar que correr por si só nos faz mais saudáveis que a média! A corrida nos faz… pessoas incríveis aos olhos dos outros! Ao menos é isso o que achamos. E é aí também que nos atrapalhamos.

Achamos que as pessoas estão preocupadas com nossas marcas, nossa rotina, nossas escolhas e nossos projetos. Postamos nas redes, informamos sem nos perguntarem, usamos estratagemas pra trazer nosso treino ou nossa próxima prova como assunto do almoço. Quem não gosta de ser o centro do papo? É muito humano isso, não se envergonhe!

Não se ofenda quando falo que nos falta habilidade, não é demérito. Cada um corre porque quer. Adoro essa definição: We all run for our own reasons. There’s no need to justify running by crediting running with some unique mystical essence that it probably doesn’t really have. I run because I like it, and that’s enough for me.

Boas corridas!

523943_446359585406915_1694331334_n

Etiquetado , ,

11 pensamentos sobre “Por que você corre? Você deveria correr?

  1. Nilson Duarte Monteiro disse:

    Verdade verdadeira, só gosta de correr quem nunca foi bom. Conheço dezenas, ou mesmo centenas de ex-corredores bons que quando encerraram a carreira de atleta engordaram feito uns porcos porque nunca mais calçaram um tênis. Muitos não abandonaram o atletismo, se tornaram técnicos, mas dar a corridinha diária para manter a forma, ou como eu sempre digo “correr para tomar banho”, nunca mais, posso contar nos dedos das mãos os que correm para manter a forma e, sobra dedo.

    Curtir

    • Hélio Shiino disse:

      – Conheço dezenas, ou mesmo centenas de ex-corredores bons que quando encerraram a carreira de atleta engordaram feito uns porcos porque nunca mais calçaram um tênis. –

      Olá Nilson Duarte Monteiro!
      Não seria uma lenda urbana pensar que o ganhar peso estaria relacionado com APENAS a diminuição drástica da atividade física de uma forma geral?

      Rapaz, falo por mim. Comecei com as corridas de rua faz 3 anos. E até então eu era sedentário com meus 64kg e poucos. No início de abril deste ano, no auge da minha forma física, com meus 57,5kg estabilizados e entendendo como o meu peso ideal para competição, me lesionei e fiquei 2 meses sem correr. Voltei a treinar agora no início de junho. Nestes 2 meses sem treinar, sabe o quanto engordei? Aproximadamente Zero Quilos! Pois mantive a alimentação saudável da época em que estava treinando.

      Entendo como um grande mito essa coisa de que simplesmente correr emagrece!

      Aliás, continuo “batendo na mesma tecla” que emagrecer não deve ser objetivo/meta de ninguém. O emagrecimento é consequência de atividade física + alimentação saudável + repouso.

      Curtir

  2. Bom aqueles que priorizam a corrida como esporte muitas vezes são ruins em esportes de habilidade mesmo. Mas não sei se é porque corrida é um esporte “chato” mas sim porque nas escolas só oferecem isso, quando tem esporte. diga-se. Pelo que sei nos EUA é muito comum as escolas terem equipes de corrida em pista ou cross country. Quantas fazem isso no Brasil? Não conheço nenhuma. Aí o sujeito só vai descobrir a corrida mais tarde na vida.

    Por outro lado conheço uma pá de gente que pratica outros esportes (tênis, montanhismo, até skate, rsrsrs) e que usa a corrida pra condicionamento físico, em especial quando o cabra não se adapta em ambiente de academia.

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Sim, aqui a pessoa descobre atletismo na universidade… em SP deve ter 2-3 particulares com corrida como esporte…

      Curtir

    • satrijoe disse:

      Daniel, sobre a corrida nas escolas é verdade. Pelo menos aqui na Flórida, todas as escolas de ensino médio tem uma pista e montam equipes de atletismo além de futebol americano, basquete, vôlei e natação. Existe um outro incentivo tb. Aqueles que se destacam têm chance de ganhar bolsas de estudo em boas universidades (lembrando que mesmo as faculdades públicas aqui são pagas). E isso vale para qualquer esporte, com ênfase nos que tem liga profissional ou olímpicos.

      Curtir

  3. satrijoe disse:

    Pra mim, a resposta correta é ‘todas as anteriores’. Fui (sou) perna-de-pau no futebol, me arrisquei no vôlei e cheguei a ser capitão do time de beisebol na faculdade (coisa de japa) e depois de velho resolvi jogar tênis pra me manter em forma. Corrida? Só fazia qdo a avaliação da educação física na escola era o teste de cooper. Sempre tirava ‘C’, ainda com ajuda do professor. Ou seja, eu associava corrida a sofrimento, quase uma vergonha já que era o único ‘C’ do meu boletim. Só voltei a correr muito tempo mais tarde, principalmente pq eu não dependia de ninguém pra treinar e fazia meus horários. Uma solução ‘fácil’ para tentar emagrecer e talvez para resolver minha história mal-acabada da época do ensino médio (chamava-se ginásio naquela época…). Foi uma ótima decisão, quase uma redenção. O arrependimento foi não ter treinado sério mais cedo mas continuo acreditando que consigo o qualificatório para Boston qdo entrar pra categoria dos 60 a 64! huahua Abraços, Shigueo!

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      É um câncer essa de professores associarem corrida e abdominal a castigo…

      Curtir

      • satrijoe disse:

        Pra quem sofria de bronquite na época, entrar na quadra (não tinha pista) pra correr era como ir pro abatedouro. Mas é aquela coisa. Nem sempre uma experiência ruim é um trauma. No meu caso, virou um incentivo pra provar que a gente consegue superar as deficiências com aplicação ou em português claro, cabeça-durismo.

        Curtir

  4. Julio Cesar Kujavski disse:

    Conheço pessoalmente um sem-teto que corre. às vezes ele dorme lá perto de casa e vou levar comida pra ele. Já o vi correndo algumas vezes e um dia perguntei o porque ele corria e ele falou que apenas sente vontade e sai correndo por aí. Um detalhe interessante é que o irmão dele é atleta amador, tem uns 35 anos, trabalha como pedreiro, corre provas até meia maratona e hoje está fazendo 10 km pra 32 alto e pegando pódio em provas pequenas por aí. Genética é destino.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Nishi disse:

    Cada um corre porque quer, do jeito que quer, o quanto quiser, durante o tempo que quiser. Muita gente só quer saber de cuidar da vida dos outros, e muita gente só corre pensando no que os outros vão achar… e mesmo antes de correr eu já sabia que ia ser meia-boca, assim como sou em outros esportes (eu era, no máximo, ruim em basquete, sendo horrível em outros esportes). Mas eu gosto de esportes, oras…

    Curtir

  6. Gustavo disse:

    Quando perguntaram para o Forrest Gump por que ele corria tanto, ele apenas respondeu: “I just felt like running”.Profundo, não? rs

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: