Leituras pós-Feriado

Recebi do amigo e leitor Alessandro Augusto o teaser da prova KTR Trail Run que rolou em Passa Quatro (MG). Não faz muito o meu tipo de prova (e nem o dele), mas as imagens são sensacionais! Veja aqui! Nas distâncias de 15km e 30km ela não é bem uma corrida, é quase isso…

Retrato de um Corredor” é um muito belo e curto vídeo dica também do Alessandro Augusto.

Havia postado aqui de uma ação feita em Bruxelas com eliminatórias abertas à participação do público para competir promovendo assim o evento. Agora nos EUA um torneio irá classificar o fã mais rápido para participar da final. Demais!

Este que vos escreve não é nada fã de demonstrações de “””raça””” em competições ou treinos… geralmente é idiotice misturada com irresponsabilidade. Machucou? Pare! Doeu? Reduza e sinta o que o corpo tem a dizer. Cruzar a linha de uma maratona sendo carregado pode até ficar bonito nas câmeras, mas é uma estupidez no currículo. Semana passada falei do queniano em Pádova (Itália), mas ainda acho que cambaleando vale, sentou ou caiu, game over e que entrem os paramédicos! Pois agora soube do feito da campeã canadense de Meia Maratona, ela liderava com folga uma prova, mas faltando 500m sua perna falhou, sem saber que era uma fratura por estresse no fêmur, seguiu aos trancos e barrancos e ficou em 3º. Resultado? Manchetes. Mas também uma operação no fêmur que pode custar muito caro. Difícil ter discernimento nessa hora, mas que fique o aviso ao amador que quer parecer bonito nas redes sociais.

Abaixo o vídeo da prefeitura de São Bernardo (SP) falando do centro esportivo e pista de atletismo recém-inaugurados! Bom saber que economizaram ao menos no ator que não leva o menor jeito com técnicas d e atletismo (risos)

Etiquetado , ,

6 pensamentos sobre “Leituras pós-Feriado

  1. Hélio Shiino disse:

    Eu ainda não tenho uma opinião formada com relação ao que você escreveu sobre “demonstrações de “””raça””” em competições ou treinos”.

    O que os Professores Universitários de Educação Física passam a seus alunos?
    O que os Treinadores de Assessorias Esportivas passam a seus treinandos?
    O que os Treinadores passam a seus Atletas Profissionais? Profissional na acepção da palavra. Aqueles que vivem do Atletismo e pagam as suas contas no final do mês com os proventos recibos do.

    As propagandas de divulgação das Provas e as Redes Sociais também tem a sua parcela de responsabilidade nesta questão?

    Dor, passar mal etc varia de grau de intensidade. Os paramédicos atenderão somente quando o atleta “for a lona”. Afinal de contas não se é possível visualizar a dor e o mal estar que o terceiro sente. Mas em que momento o atleta se dará por vencido e “pedirá para sair” – em alusão ao Filme “Tropa de Elite”?

    Em algum momento, desde que se iniciou a corrida, ele teve o discernimento para entender que a dor é o “grito do corpo”? E que quanto mais persistirmos, maior será o tempo para recuperação?

    Mas voltando ao grau, existe uma graduação do suportar a dor. Até onde podemos correr administrando tal dor?

    Eu levantei o questionamento acima com relação ao que dizem os professores e os treinadores, porque recentemente vimos duas provas abortadas pelo Marilson Gomes dos Santos. Meia Maratona Internacional de São Paulo e a Maratona de Londres. E nem por isso eu vejo e nem poderia ver tal ato como algo menor.

    Curtir

  2. Nishi disse:

    Ah, vai, no vídeo de São Bernardo o cara corre como o Michael Johnson, só que em velocidade reduzida… quanto à canadense, difícil abandonar estando em 1º lugar, acredito que ela não sabia que era uma fratura. Por fim, a inesquecível Serra Fina… a KTR pegou o trecho mais cênico dessa região (e mais corrível também, apesar de ser bem punk), é quase impossível ter imagens ruins do local!! Dá vontade de voltar lá todo dia!

    Curtir

  3. Ale.Augusto disse:

    Senao me engano o Nishi esteve no La Mission (na serra Fina ano passado). Ele tem nocao do local e é bem isso mesmo, subidas e descidas interminaveis. O La Mission dava pra correr no minimo 24km (distancia do centro da cidade até o refugio ida e volta). Já o KTR já largou de dentro do refugio, entao ficou ainda mais punk. O video é show só que mostra um dos raros lugares que dava pra correr. A regiao é linda, mas pra correr… ai depende… como dizem: “percurso muito técnico” e eu sou muito fraquinho pra isso ainda.

    Curtir

    • Nishi disse:

      Essa parte da cidade até o refúgio do Misión – e que não tinha no KTR – era fácil mesmo. Mas o trecho mais punk ao qual me referia e que o KTR não pegou é a descida da Pedra da Mina pelo Paiolinho, um treco bem perigoso por sinal, paredão de pedra extremamente íngreme mesmo, coisa de 80º de inclinação, escalada técnica mesmo. Mas sair do Refúgio até o Capim Amarelo e depois até o Tijuco Preto já é um negócio insano, um desnível altimétrico monstruoso, um queima-panturrilha que muita gente vai lembrar por dias…

      Curtir

  4. Adriana Piza disse:

    É, a Serra Fina é realmente belíssima!!!! Fiz muitas caminhadas lá na década de 80! Em 88 fiz a travessia toda, 4 dias no mato com paisagens deslumbrantes onde poucos tinham passado. Fizemos mais algumas vezes na década de 90…e depois nunca mais. Quando vi a chamada da KTR, me deu uma vontade enorme (momentânea) de um dia fazer….não sei se é meu estilo, na verdade acho que sou mais caminhada no mato e corrida na rua!!!

    Belo vídeo o “Retrato de um corredor”!

    Curtir

  5. Marcelo Hideki disse:

    Ano passado,o campeão da prova dos 40 km fez o tempo de 3;39,uma média de 5,5 minutos por km,um tempo absurdo pela dificuldade do percurso.Lembro de ter sido ultrapassado,já durante a noite,na parte de trilha por uma atleta que estava correndo,”não entendo” como alguém conseguia correr naquele piso,no escuro e já com mais de 60km de prova.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: