Leituras de Véspera de Feriadão

Mais um da série “post que eu gostaria de ter escrito”. O nerd Nick Greene tenta responder: quanto o super herói dos videogames Mario Bros teve que correr pra salvar a princesa? A resposta? Menos do que eu imaginava: 5km. Demais!

O The Guardian separou as 10 melhores fotos da história da Maratona. Bacana! Mas insisto sempre: listas são listas!

Jabá: Antes da Maratona de Londres escrevi um texto sobre como o resultado da maratona da elite é imprevisível. Alguns vinham perguntar palpites sobre como Bekele se sairia em Paris. Pois quando vejo o renomado treinador Renato Canova fazendo futurologia, tenho ideia do tamanho da arrogância dele, porque de ingênuo ele não tem nada. Quem arrisca palpites sobre majors, ou é arrogante como Canova, ou é ingênuo. Um dos 2. Ou os 2.

Revisitar o passado, colocar tudo em perspectiva e explicar com detalhes tudo o que aconteceu, nos dá a falsa e tola sensação de controle daquilo que programamos. Mas esse texto explicando como Wilson Kipsang bateu o recorde mundial não deixa de ser interessante. Mas é pretensioso demais.

A você, corredor durão, tente não se emocionar ao ver essas imagens sobre a Maratona de Boston. Dear World: Boston Marathon. Demais demais!

No final dos anos 60 o Experimento do Marshmallow ganhou fama (veja aqui o vídeo). Nele, crianças eram “testadas” ao serem deixadas sozinhas com o doce para avaliar sua força de vontade e capacidade de lidar com ganhos e recompensas. Muita ciência vagabunda e mambembe foi feita com os resultados após revisitarem a vida daquelas crianças de décadas atrás. Por quê? Por causa de nossa mania de querer simplificar o complexo, por causa de nossa tara de achar que epidemiologia é ciência. É assim na corrida também! Ganhou fama um estudo que tem que ser lido com muita cautela, nele, pessoas que aguentavam correr por mais tempo na esteira décadas atrás (opa!) apresentam nos dias de hoje, melhor capacidade cognitiva. Opa!! Você pode ter todas as suas desculpas pra correr (ou não correr!). Só não saia por aí buscando ciência preguiçosa pra justificar suas escolhas. Muita calma com o andor…

A campanha #RunTherapy da PUMA havia ganho um vídeo sobre um treinão de dezembro. Agora chegou outro vídeo. Levemente forçado, inteiramente lindo!

Etiquetado , ,

9 pensamentos sobre “Leituras de Véspera de Feriadão

  1. Luis Oliveira disse:

    O Balu, não seja injusto. Canova não está sendo arrogante, está apenas dando o que o público lhe pede. Sabe que não será cobrado pela acurácia de suas previsões e sabe que suas opiniões continuarão sendo demandadas qualquer que seja o resultado. O mercado de cronismo esportivo é assim. Deixa o homem ganhar a vida.

    Curtir

  2. Eu não acompanho tanto o atletismo de competição mas pelo que leio esse Renato Canova é a versão maratonista do José Mourinho: gênio, mas insuportável.

    Curtir

  3. Nishi disse:

    Espero ser ingênuo. Adoro chutar quem vai ganhar as majors…

    Curtir

  4. Giovana Kaupe disse:

    Afirmar que quem correu mais há décadas atrás tem capacidade cognitiva melhor é a mesma coisa (em primeira impressão) que dizer que: Eu corro e meu cabelo é bonito, meu pai não corre e é careca, portanto a corrida faz bem para o cabelo! Associações sempre tem que ser vistas com muita cautela mesmo. Bj!

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: