De Macacos e do porquê você desaquece e alonga

Existe um conto muito bom que coloca 5 macacos em uma jaula com um cacho de bananas. O pesquisador joga água gelada em todos a cada vez que um deles tenta comê-las. Vão trocando os macacos um a um. Sai A e entra X. Quando o novo símio (X) tenta comer, os demais dão-lhe uma surra! Assim é com Y quando substitui B, toma um sacode dos demais ao tentar comer as tais bananas. De repente todos os primatas são novos, nunca tomaram ducha gelada do pesquisador, mas toma uma sova o macaco que tenta comer a banana.

Por anos pedi a meus alunos de assessoria e atletas de atletismo que desaquecessem. Por quê? Porque meus treinadores e professores assim mandavam até o dia quando li que um treinador americano foi tentar ver de onde vinha essa recomendação. Assim como com meus orientadores, essa recomendação vinha “lá de trás”. Comecei a me ver como o macaco novato que bate no outro sem nunca ter tomado uma ducha de água fria.

Saí perguntando. Não havia fontes. Fiz uma aposta, daria R$1.000 pra cada evidência (estudo publicado) enviada relacionando desaquecimento e lesões. Zero. Definitivamente nós treinadores éramos todos os macacos da nova geração. Dali em diante nunca mais desaqueci nem recomendei que desaquecessem.

Por que estou falando imacaco bananasso? Mais uma vez tive a grata surpresa de encontrar leitores em um evento de corrida. Dessa vez foi em Florianópolis. Pelo menos ninguém me chamou de algo pelo qual tenho pavor, “polêmico”. Já disse antes, alguns dos maiores idiotas que conheço enchem o peito pra dizer que se consideram polêmicos. É uma ofensa me chamar assim. Eu apenas tenho o mau hábito de não acreditar muito de cara no que as pessoas dizem.

Minha maior paixão atualmente é a Economia Comportamental. Ela explica que vamos utilizar de inúmeras das falácias argumentativas para não ferir o ego ao ter que aceitar que estivemos por tanto tempo equivocados sobre um assunto do qual deveríamos dominar. A que mais venho escutando é a tal individualidade biológica que faz você prescrever a quem paga o seu salário coisas sem nenhum suporte da ciência, seja BCAA, cápsulas de sal ou controle de pisada. Essa individualidade biológica é a nova muleta de muito treinador por aí.

Enfim… estou longe de ser bom como um biscoitinho chinês pra na hora da saída deixar uma dica ou questão no ar, mas eu te pergunto: se não há estudos que relacionem alongamento pré e pós-treino com redução de lesões ou melhora de desempenho, por que mesmo você alonga??

 

Etiquetado , , ,

21 pensamentos sobre “De Macacos e do porquê você desaquece e alonga

  1. marcelodesa disse:

    Eu não alongo. Mas como eu vou e volto do Ibira correndo e faço os treinos de velocidade lá, acabo “desaquecendo” ao voltar pra casa trotando.

    Curtir

  2. adolfont disse:

    Alongamento é estranho. Sempre detestei. Fazia porque meu treinador mandava. Mas o curioso é que tem gente que se sente melhor com um alongamento…
    Já desaquecimento, pra mim, é aquela coisa ritual que foi comentada no Corrida no Ar. Eu começo aos poucos e termino aos poucos. Só isso. É uma transição do período em que estou usando mais o corpo (e bem menos a cabeça) para o período em que vou usar bem mais a cabeça (e bem menos o corpo). Por isso que comentei que acho que talvez só seja relevante pra quem faz atividade intelectual. Se depois de treinar a pessoa vai trabalhar como carteiro, como pedreiro, como estivador (com todo respeito a estas profissões, que talvez sejam bem mais equilibradas do que a minha, professor), talvez não seja necessário desaquecimento.

    Curtir

  3. aatorretta disse:

    Então você que estuda psicologia econômica, ou economia comportamental, sabe que a gente tem tendência de confundir ausência de evidência com evidência de ausência. Nesse caso, então, a ausência de evidências sugere que provavelmente desaquecer seja desnecessário. Mas garantir não garante, certo?
    Como o peru de natal do Taleb (de novo), que tem 364 dias de evidência de que seu tratador quer o melhor para ele. Se o peru novo seguir os antigos e tiver medo do tratador, mesmo contra as evidências que presenciou, ele vai estar certo.
    Abraço

    Curtido por 1 pessoa

  4. Mauro Leão disse:

    Odeio o tal 2kmtrote pós intervalado ou ritmado da minha planilha… Minha panturrilha empedra! Termino com mais dores do q pós prova q simplesmente ando para pegar o kit pós prova… Alongamento tb não faço. Meu próximo longão é: 32km(15kmrt21K+15KmrtMaratona+2kmtrote) Perguntei se não seria melhor antes dos ritmados, respondeu q é pra testar psicológico… Faz sentido.

    Curtir

  5. Adriana Piza disse:

    De repente alongar, desaquecer pode ter um efeito placebo…..como BCAA que muita gente toma e acredita que o resultado teve a ver com alguma coisa dessas. Se faço, faço porque gosto e me sinto bem (alongar e desaquecer, não BCAA), como fazemos muitas coisas só porque gostamos e mais nada! Alongar na verdade às vezes cria mais condições pra lesão, principalmente em pessoas como eu, pouquíssimo elásticas e uma puxada às vezes é fatal…

    Esse conto dos macacos me lembrou experimentos comportamentais feitos pelo pesquisador Frans de Waal. Muito interessantes.

    Curtir

  6. Eu tomo BCAA após treinos fortes….. Puro hábito. Mas juro que durante prova nunca tomei, mas já vi gente tomando como se aquilo fosse salvar a sua prova.

    Curtir

  7. Enquanto isso, no Ativo tem 1.558 fotos de corredores não identificados na Meia da Corpore. Alguns estão inscritos e possuem um número que ficou ilegível na foto, mas a grande maioria é pipoca. Fazendo uma média rápida de 2 fotos pra cada um, temos no mínimo uns 800 pipocas numa prova com 5.000 concluintes.

    Curtir

  8. Eu tenho boa parte da musculatura encurtada e sofria com dores nas costas. Fui fazer RPG – que em grande parte é alongamento assistido – e as dores passaram.

    O Balu não gosta que se fale em individualidade biológica mas nesse caso acho que se aplica como uma luva. Quem tem problemas de flexibilidade se beneficiará muito com alongamento. Já para outros é desnecessário, talvez até prejudicial.

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Mas nunca falei que um programa de alongamento (como o RPG e tantos outros) não tivessem sua utilidade. Falo do alongamento após ou pré-treino… esse é inútil.

      Curtir

      • Hélio Shiino disse:

        E o alongamengo dinâmico pouco antes do treino ou da prova?
        Nâo deixa de ser um aquecimento.
        E também não deixa de ser um alongamento.

        Curtir

      • Danilo Balu disse:

        Como alongamento vai reduzir sua chance de lesão?

        Curtir

      • Hélio Shiino disse:

        Alongamento dinâmico que eu realizo pouco antes do treino e da prova é uma das atividades físicas compreendida na fase do meu aquecimento.

        Apenas foquei nos seus dizeres de que o alongamento (de forma generalizada) após ou pré-treino é inútil. Por isso que lhe fiz a pergunta: “- e quanto a forma dinâmica do alongamento?”

        Veja se na sua fase de aquecimento não está executando, incoscientemente, alongamentos dinâmicos. Tirando o trotezinho, perceba que outros exercícios físicos são estes que você executa.

        O simples balançar dos braços alternadamente para cima e para baixo, paralelo ao corpo, é um aquecimento na forma de alongamento dinâmico.

        Penso eu que não é preciso chegar as variantes do contorcionismo para se dizer que está se alongando.

        Curtir

  9. Cesar Augusto Martins disse:

    Balu, eu concordo com muitas coisas que você diz, mas nessa do desaquecimento e, em parte, na do alongamento, você está simplificando demais, e daí merece sim o rótulo de ‘polêmico’.
    De fato, essas ideias de desaquecer e alongar, são daquelas que os treinadores ficam propagando até virar uma boa prática que ninguém mais sabe explicar o motivo (o conhecimento se perde). Na pesquisa dos macacos, havia um motivo real para o pegador de banana apanhar dos outros. Com o passar do tempo, sobrou apenas a boa prática. Desapareceram o motivo e a explicação (conhecimento). Observe que o MOTIVO existia de fato! Esse ponto, na experiência com os macacos, é muito importante e não pode ser ignorado!
    Portanto, se nós humanos somos mais inteligentes que os símios, então vamos botar nossa cabeça pra funcionar e tentar recuperar esses reais motivos que nos levaram à boa pratica de desaquecer e alongar. Talvez esses motivos não sejam tão importantes quanto “evitar lesões” ou “melhorar a performance”. Talvez esses motivos/benefícios sejam insignificantes para um corredor amador, que faz pouca quilometragem semanal.
    O que eu quero comentar aqui, Balu, é que você pesquisou bastante, analisou e concluiu com propriedade que essas práticas seriam inúteis para prevenir lesões, que seriam inúteis para melhorar a performance etc. Mas, apesar disso, ainda não pode simplificar dizendo que são inúteis em todos os aspectos. Eu não sou treinador, mas poderia listar alguns ótimos motivos para desaquecer e alongar. Mas talvez seja inútil discutir esses motivos com alguém que já simplificou um assunto tão complexo numa só palavra.

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Oi Cesar! O problema dessa ideia de adotar como padrão algo que se perdeu “a explicação do motivo” é mto perigosa, uma vez que vc pode vir a usar usar prática nociva simplesmente porque não sabe explicar de onde surgiu. Mto lixo é ainda feito hj no esporte e na saúde por causa disso. Mto!
      Já escrevi sobre desaquecimento umas 5x nos 3 Recorridos. E não nego e nunca neguei que ele tem suas vantagens intrínsecas como o aumento de Volume semanal em um atleta, esta uma variável que inegavelmente melhora o desempenho.
      Meu único ponto é: o desaquecimento hj justificado por treinadores educadores físicos para reduzir chance de lesões e dor pós-treino não tem NENHUMA base prática. Só isso.
      Vc pode ter todos os seus motivos para desaquecer e/ou alongar pós-treino. Só não pode dizer que isso reduz lesões porque pra dizer isso vai ter que provar. E vc nem ninguém vai conseguir/conseguiu fazê-lo. Só isso.
      Abrax

      Curtir

  10. […] Não vou mentir, me sinto um visionário quando leio um blog do The New York Times falando de desaquecimento logo depois de mim. […]

    Curtir

  11. Ubira disse:

    Alongo para prevenir lesões e soltar os tendões… antes. Ajudar a complementar o aquecimento. Muito tem ajudado a diminuir desconforto no início das corridas e treinos de força, depois de 20 anos praticando corrida e 29 anos treinando força. E alongo no final para facilitar o relaxamento e mobilidade das estruturas (articulações e grandes grupos). Inclusive alongo os pés… Mas faço alongamento e não trabalho de flexibilidade. Existem trabalhos mostrando neutralidade no alongamento antes e após corrida… acho que existem viés de pesquisa, nada simples de resolver. Se melhora o desempenho, penso que sim pela minha prática. E alguns treinadores sérios que mantém o processo de alongamento como ritual de treino. Mas não controlo todos os processos que podem interferir.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: