E você? Corre por quê? Pelas “inimigas”?

Dias atrás no Instagram me deparei com uma garota toda animada por ter corrido uma Meia Maratona postando um enorme “chuuuuupa a todos que duvidavam (de mim)”. Não sei a partir de qual o momento correr também virou uma forma de você dar um “cala-boca” a todas “as inimigas”. Ou é uma espécie de Síndrome de Anitta ou as redes sociais que fazem muitos acharem que, ainda que ilustres desconhecidos, nossos passos sejam tão importantes a quem está ligado aos nossos perfis. Não, não são.

O porquê você corre é inspiração pra alguns dos textos mais belos que você encontra por aí. A pergunta não tem uma resposta certa, mas arrisco dizer que a resposta é errada se for por causa de outra pessoa. O bê-à-bá da Psicologia separa a motivação em intrínseca e extrínseca. Num surto meio egocêntrico, achamos que somos observados quando na verdade nem notados somos.

Já disse isso aqui, tenho mais que certeza que meus principais treinadores não fazem ideia da casa dos segundos dos meus recordes pessoais, minha mãe nunca soube o porquê eu nunca ganhei a “Maratona de São Silvestre”, mas temos essa fixação de achar que nossos amigos (e “””inimigas”””!) acompanham nosso passo a passo nas provas Brasil afora.

Então digo: se você corre por isso e por eles, você está fazendo isso muito errado. Sim, o corredor é vaidoso, eu também sou. Mas o “curtir” que você ganha hoje é tão fiel à você quanto um taxista em serviço ou um jogador de futebol com seu clube. A pergunta inicial (“Por que você corre?”) é complexa, mas não deveria ser por causa de outra pessoa (extrínseca) senão de você mesmo (intrínseca). Nenhuma das pessoas que realmente importam gostará mais ou menos de você em função de sua velocidade média numa determinada distância. Lembre-se: desempenho não é régua moral e todo mundo é vaidoso a ponto de saber de cabeça apenas o quanto ela mesmo corre.

 

Etiquetado

25 pensamentos sobre “E você? Corre por quê? Pelas “inimigas”?

  1. Hélio Shiino disse:

    Não só nas corridas de rua mas na vida como um todo, observamos que esta constante “competição” entre si é um comportamento inerente e tão somente da alma feminina!!!
    Isso não sou eu quem diz. Quem diz é a Ciência Humana chamada Psicologia.

    Curtir

    • Hélio disse:

      A lição que devemos tirar de tudo isso é que não tem lição alguma!

      Precisamos levar a vida menos a sério e perceber como as cenas do cotidiano são hilárias!

      Dentro do contexto acima cito 02 exemplos:
      (1) Nós acompanhamos com os olhos uma mulher que passa a nossa frente pela pura e simples admiração!
      As mulheres também acompanham com os olhos…
      … acompanham com os olhos as outras mulheres que passam a frente delas pela pura e simples inveja! (risos)

      (2) Nós argumentamos e explicamos para as esposas de nossos amigos que estivemos todos em futebol animado de fim de semana com o intuito de apaziguar e tirar qualquer mal-entendido. Parceria.
      As mulheres também…
      …entregam aos maridos das “amigas” que uma esteve com tal alguém e em outro lugar com o intuito de colocar total mal-entendido e deixá-las “mal na fita”! Picuinha.

      É isso ou não é isso que acontece? (risos)
      E as corridas de rua surgiu como mais um novo ambiente para a prática de seu milenar comportamento hereditário instintivo. (risos)

      Mas vamos rir de tudo isso que é a melhor coisa que fazemos!

      Curtir

  2. Sobre o Twitt do André Vasques: Então um famoso blogueiro escreveu que foi numa corrida sábado à noite, e então ele começou a se sentir fraco e com frio e com fome, mas mesmo assim ele foi até o final. Aí um dos comentários do post dele: “Que superação!!! PARABÉNS!”. Foi tanta superação que na manhã seguinte ele já estava em outra corrida pra fazer jab´….ôps..correr. E viva a superação.

    Curtir

  3. Felipe disse:

    Problema de cada um. Cada um corre pelo motivo que quiser, isso não é da conta de ninguém. Vc criticando dessa forma, acaba por se igualar da mesma forma, como a pessoa que fica reparando, comentando, se remoendo. Eu vejo um monte de gente crítica na internet, metendo o pau se o cara posta foto selfie, se o cara posta foto do cronômetro, se ele faz desabafo. E daí? Se não está contente, bloqueie a pessoa ou remova dos contatos, simples.
    Se ela corre para se exibir ou competir com outras pessoas, problema dela.
    Corredores críticos como vc, adoram julgar e apontar o dedo indicador, só que nem percebe que existem mais três dedos apontando para vc mesmo.
    Se igualou…

    Curtir

  4. Marcos Medeiros disse:

    Corro porque sonhei em correr por 30 anos (estimulado principalmente pela tv – São Silvestre, Novela Pé de vento, Carruagens de fogo), comecei e parei várias vezes – sempre por lesão, e só agora com a enxurrada de informações disponíveis na web e bancas de jornal consegui correr por 3 anos seguidos, administrar as lesões e continuar motivado.

    Curtir

  5. Antonio disse:

    Porque eu quero…

    Curtir

  6. satrijoe disse:

    Esse lance da comparação é uma praga. Outro dia até me perguntaram “Se eu pensar ‘se aquela pessoa consegue correr, porque eu não posso’ seria um sentimento de inveja”. Eu respondi que de certa forma era mas que deveria ser encarado apenas como um exemplo de que é possível e só, deixando aquela ‘inspiração’ pra trás. E todas essas mídias sociais hj em dia só fazem aumentar isso.

    Não sei se concordo com o Hélio que comentou acima que competição é uma coisa da alma feminina. Já vi muito marmanjo se comparando com outros (não é assim nas academias tb?). Mas concordo que na vida como um todo, se vc vive se comparando com alguém, seus objetivos estão todos retorcidos. Sempre vai existir um Bill Gates ou um Haile Gebrselassie que está um passo (ou muitos) à sua frente. Frustração eterna.

    Abs, Shigueo

    Curtir

  7. Bah, descobri que a moda no Instagram é postar fotos logos após praticar sexo, algo como selfie after sex. Perto disso postar fotos de corridas ou treinos é fichinha.

    Curtir

    • carolina disse:

      É..fico imaginando a amiga que correu 21K pra esfregar na cara das inimigas abrindo o Instagram e vendo que a inimiga dela postou uma selfie after sex na mesma hora. Ou seja..tava dando a mínima se a outra correu 21 ou 173K.
      Acho que é sobre isso o texto do Balu, se vc fizer por vc sempre será recompensado se fizer pelos outros a hora que cair a ficha que os outros não s eimportam vai ver que perdeu um tempão.

      Curtir

  8. Adriana Piza disse:

    Compartilhar um bom momento, um bom resultado, uma boa corrida, é natural. Todo mundo gosta de contar quando algo bom acontece. O problema é quando se acredita que um bom momento, uma boa corrida, um bom resultado está na dependência de um mau momento do outro, de um mau resultado ou corrida do outro….patológico. E as redes sociais, ajudam muito a exacerbar as patologias!

    Nunca parei realmente para pensar porque corro….simplesmente porque sempre gostei!

    Curtir

  9. Balu e demais colegas, boa noite!

    Sei lá eu não ligo muito para a motivação das pessoas. Se está fazendo algo bom para o mundo ou para si mesmo tanto faz se corre por vaidade, pela saúde, pelo lazer, etc, etc, etc.

    Um falecido amigo meu, músico profissional me confessou com todas as letras que aprendeu a tocar violão “pra comer mulher”. Foi no processo que foi descobrindo a beleza da música. Na corrida pode muito bem acontecer algo parecido. A pessoa começa a correr por motivos “fúteis”: vaidade, ficar gostosa, etc. Mas no processo vai descobrindo em si mesma qualidades que não percebia antes: garra, perseverança, etc. No fim dum tempo (anos?) ela talvez perceba que as inimigas não são tão importantes assim…

    Curtir

  10. Eu SÓ acho que essas redes sociais deixaram as pessoas num umbiguismo sem fim… todo mundo acha q tem inimigos e invejosos de plantão e diariamente mandam indiretas do tipo “gente que bla bla bla”. Sério, as vezes acho que esse povo assiste novela das 8 demais…

    Curtir

  11. Manu Sampaio disse:

    Hélio, querido, que comentário machista e preconceituoso, hein? Saiba que há muitas mulheres que dispensam esta competição e criam verdadeiros laços fraternos entre elas. E dizer que competição é algo exclusivo da alma feminina é outra grande bobagem, né? Homens adoram competir entre si – vide quem são os compradores de carros esportivos.
    No mais, adorei o texto!

    Curtir

    • Hélio Shiino disse:

      Boa noite Manu Sampaio!

      Permita-me, também, chamá-la carinhosamente de Querida Manu Sampaio?

      Desculpe-me se eu passei esta impressão de eu ser machista e preconceituoso. Jamais!

      Comento não somente em assuntos de corridas de rua mas também em várias outras áreas. Jamais fiz comentários com tal conotação a respeito da mulher. A busca pelos meus comentários todos nós “estamos carecas” de saber como se faz.

      Desculpe-me também se deu a entender que meu comentário foi relativo ao comportamento de TODAS as mulheres.

      Sim, concordo com você que a há amizades sinceras entre as mulheres. E conheço mulheres que prezam este relacionamento.

      A conclusão que eu tirei não foi mera obra do acaso. É uma constatação tirada mediante conversas com pessoas de ambos os sexos. Sim, sou extremamente observador ao mundo que me cerca!

      O exemplo clássico é se fizermos a mesma pergunta para um grupo de homens e mulheres em quem eles confiariam, no homem ou na mulher – não digo que sempre há unanimidade – mas a resposta sempre será que a maioria confia no homem. E dentro deste voto de confiança no homem, além dos próprios homens, está uma esmagadora votação por parte da mulher.
      Sim, não canso de ouvir que as mulheres confiam muito mais no homem do que nas mulheres. E elas ratificam o voto e ainda explicam o porquê Pode variar o número de homens e mulheres entrevistados dentro desta amostragem que a contagem de votos sempre penderá que o homem é mais confiável. E longe desta análise ser uma tendência machista.

      Tem um viés comportamental e sociológico!

      Por razões que não tem como explicar, nas maioria dos locais, há sempre mais mulheres do que homens. Então a chance de alguma mulher ficar sem par é de 100%. Isto vem de tempos e tempos. E a mulher já sacou esta desproporcionalidade a nível mundial! Esse é apenas um agravante para a mulher. Ainda há em pequenas cidades onde as moças são educadas pelas mães a não tomarem iniciativa pela paquera e sim esperar que o homem tome a iniciativa. A árdua tarefa para ser notada primeira que as demais!

      Mais claro que o exemplo que você me deu, impossível.
      Você me deu exemplo de competição pela posse do melhor objeto pelo homem. – Concorrência pelo melhor objeto!
      Já nos exemplos que eu dei foi de competição de quem, digamos, sobressai mais do que a outra. – Concorrência por quem tem mais presença!

      Analise e me diga, na sua resposta abaixo, onde você concordou comigo:
      “Saiba que há muitas mulheres que dispensam esta competição e criam verdadeiros laços fraternos entre elas.”
      Não encontrou?
      Você disse:
      “Saiba que há muitas mulheres que dispensam (…)
      Mas não disse:
      “Saiba que TODAS as mulheres dispensam (…)
      Ou seja, nossas opiniões vão de encontro, correto? Há sim, mulheres, que mesmo poucas, que se concorrem!

      Mas enfim Manu Sampaio, agradeço pela sua réplica educada.

      Discorde sempre que achar necessário e conveniente a respeito de qualquer comentário meu. Lerei sempre com o maior carinho e respeito e tentarei expor melhor meu ponto de vista, ponto de vista este que nunca teve e nunca terá ingredientes de machismo ou preconceito!

      Curtir

    • Walter White disse:

      helio = mané

      Curtir

  12. Nelton disse:

    Zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz…

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: