Leituras de 3a Feira

Uma sociologia um pouco apressada falando de Mizuno, preços de tênis e rolezinho. Como mostra a ótima reportagem do Fantástico sobre o rolezinho e a forma como a Julia Zanolli fala, parece que os jornalistas e intelectuais ainda não entenderam o que é nem o que acontece neles e com eles. A melhor “sociologia” já feita em torno do Mizuno Prophecy ainda é este belo texto da Folha de São Paulo. *tempos atrás fiz a minha sociologia apressada, os rolezinhos ainda nem existiam, mas não vai ser nem agora nem aqui que vou politizar aquilo que “””intelectuais””” e jornalistas ainda não conseguiram ver.

No UOL um álbum de fotos da britânica Tough Guy, a talvez mais conhecida corrida de obstáculos do gênero. O blog do The Guardian também divulgou algumas fotos.

O famoso John “The Penguin” Bingham pouquíssimas vezes escreveu algo que eu gostasse muito. Ele personifica há muito nos EUA aquele tipo de corredor que começou a aparecer no Brasil apenas recentemente: lento, que não liga pro caráter competitivo de uma prova. Talvez por isso eu tenha demorado tanto pra entender para quem ele escrevia. Agora ele aparece com um texto bacana explicando o porquê ele acha a corrida a pior “passeata” que existe.

Finalmente consegui o link de um documentário do qual falei ano passado… poderia um sujeito normal, com sobrepeso se tornar um maratonista de nível internacional em apenas 2 anos? 2h20 em 2 anos? Ousado? Demais! Bom? Confira você mesmo clicando aqui.

Leitura Obrigatória - BLOGUm belíssimo texto da Runner´s World vem fazer justiça ao peso que alguns húngaros tiveram ajudando transformar os EUA na maior potência do atletismo mundial. Por causa da perseguição russa, o treinador búlgaro Mihály Iglói passou a morar nos EUA e lá orientar alguns dos maiores nomes da história. Texto de leitura obrigatória!

Dica do dia vem do Luis Oliveira: belo texto da triatleta Vivian Dombrowski falando sobre correr um longo com “a cabeça vazia”, a Longoterapia. *quando era mais júnior, cansei de achar que fazer longo era bom porque você faria duas tarefas ao mesmo tempo

A Runner´s World é de longe a melhor revista de corrida que existe. A única que leio de ponta a ponta. Não sabemos se foi apenas para alguns, mas o Peter Larson recebeu esta edição toda modernosa com um anúncio em vídeo. Sim! Em vídeo! Veja abaixo!

Etiquetado , ,

4 pensamentos sobre “Leituras de 3a Feira

  1. Marcos M Medeiros disse:

    Na época nem entendi aquele sobre os tênis, hoje concordo totalmente. De mais a mais (assim como em qualquer outra indústria) o que os fabricantes buscam não é exatamente o que o público (o mais óbvio nesse caso – o “corredor”) quer ou precisa, mas apenas e tão somente o lucro. Já aviso que não condeno o lucro, muito pelo contrário.

    Curtir

  2. Infelizmente o documentário sobre o Robin Harvie está com o som ruim no youtube mas pelos primeiros minutos acho que não conseguiria encarar sem legendas em inglês pelo menos.

    Mas na parte que consegui assistir ele conta uma coisa interessante, sobre como os corredores caíram de pau nele quando anunciou o projeto publicamente.

    Aqui é igualzinho. Se o sujeito anuncia que vai fazer um ironman sem ter completado 10 maratonas e ter 1.000.000 de horas de treino nas três modalidades todo mundo critica, diz que “não é atleta”, etc, etc, etc. Você até pode achar que o cara está se precipitando que está treinando errado mas se não conhece o sujeito pessoalmente é melhor ficar de bico fechado.

    Agora me lembrei de um caso. No final do ano passado estava treinando com minhas huaraches no Rio quando um sujeito apareceu do nada e disse que eu iria “arrebentar o calcanhar” por estar correndo com elas. Fiquei tão espantado com essa liberdade que com que o sujeito se sentia para “aconselhar” desconhecidos na rua que fiquei sem ação e disse apenas “obrigado pelo conselho” e segui meu caminho. Talvez devesse tê-lo mandado praquele lugar…

    Curtir

  3. […] é sobre a capacidade mental. O que deveríamos fazer nos treinos longos, por exemplo? Publiquei semanas atrás a Longoterapia. Correr de cabeça vazia? Correr pensando na técnica? Correr se motivando? Aqui um texto bacana da […]

    Curtir

  4. […] Percy Cerutty ou sobre o húngaro Mihály Iglói que revolucionou a corrida nos EUA (*dele já falei aqui recomendando fortemente este belíssimo texto). Mas pouca gente sabe que corre baseado nos […]

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: