Leituras de 4a Feira

Por indicação do leitor Hélio Shiino cheguei a este completo calendário de eventos pelo país. Vantagem: tem MUITA corrida que a imensa maioria de nós não faz nem ideia que exista. Desvantagem: não há qualquer tipo de filtros (data, distância ou esporte) nem links dos eventos. Eu gosto bastante do Agenda de Corrida que tem filtros. E o Correr pelo Mundo também tem um nacional bom (sem filtros, mas tudo em uma só tela).

Como seria se Chuck Norris resolvesse correr uma maratona?

No The Globe and Mail uma longa e incrível matéria sobre uma atleta que aos 94 anos é igualmente incrível!

No quadro Fôlego Máximo do Esporte Espetacular da TV Globo, o ex-atleta Tande vai a Seattle participar de uma prova cheia de zumbis, dessas que estão virando moda por lá. Aqui a matéria com o vídeo.

Vou cometer a indelicadeza de não me lembrar quem mandou este artigo da Competitor sobre meias de compressão. Minha opinião permanece a mesma: uso porque acho “estilosa”, mas seus benefícios estão longe de serem reais. Já vi doutor que prescreve até a pressão ótima delas e conheço treinador que relata a melhor rotina. Isso eu já chamo de picaretagem mesmo. Das grossas.

Off-topic: bate um desânimo tão grande quando um jornal tão sério vem à tona mostrar que um cara tão bem sucedido construiu toda sua carreira na base do doping

Certas coisas não adianta você criticar porque é equivocado, pra dizer o mínimo. Você apenas tenta entender sem a estupidez de se achar superior. Pra mim as provas da Disney de Janeiro são mais ou menos isso: acho o evento incrível, só não consigo entender e explosão maluca pela busca delas entre os corredores brasileiros. Repito: o evento é incrível. Um olhar apressado deixa a impressão que os desafios (Dunga e Pateta) viraram uma obsessão por aqui. Quem tem mais de 30 anos sabe da magia que a Disneylândia tinha sobre as crianças. Talvez isso explique um pouco o desejo dos adultos, agora em um país com maior liberdade econômica, de realizar um sonho de criança. Pra mim só isso explica. Abaixo vai o vídeo (que não condiz nada com a enorme qualidade da prova) da Meia Maratona de sábado:

Etiquetado , ,

9 pensamentos sobre “Leituras de 4a Feira

  1. Marcelo hideki disse:

    Um calendário que tem muitos eventos é o do http://www.clickcorridas.com.br/calendario.aspx,mas também não tem links,o jeito é descobrir o nome da prova e procurar informações no google.

    Curtir

    • Hélio Shiino disse:

      Justamente, Marcelo Hideki, é o que eu tenho feito também no site mencionado neste post. Mas engraçado, existe um pseudo-link com função javascript mas nada acontece!?!? Mas enfim…

      Curtir

  2. Felipe Telles disse:

    Pra mim o unico proposito das meias de compressao e de servir de proteção em trail run. E só. Esses dias tava mexendo no site da compressport e vi MANGUITOS de compressão. Custando uns 300 reais…………..

    Curtir

  3. Balu,

    Um dado assustador: a Maratona da Disney teve 728 concluintes brasileiros em 2014, contra “apenas” 479 do ano passado. Já é disparada a maior presença brasileira fora do país, muito maior que qualquer maratona do ranking de 2013 que divulguei aqui: http://revistacontrarelogio.com.br/blogs/linhas-de-chegada/2013/12/16/as-preferidas-dos-brasileiros/

    Abs

    Curtir

    • Carolina disse:

      Segundo informação oficial da Disney, 1.497 brasileiros participaram da Walt Disney World Marathon Weekend – o público internacional mais presente no evento, superando, pela primeira vez, os canadenses.

      Curtir

  4. Breno disse:

    Sobre a Disney,tendo como base as pessoas que sei que foram correr, entendo que a possibilidade de juntar corrida com o turismo em família, sobretudo crianças, seja a resposta para esse boom de brasileiros.

    Curtir

  5. Hélio Shiino disse:

    Acompanhei o “Corrida no Ar – Notícias: ed. #11” – http://www.webrun.com.br/home/v/corrida-no-ar—noticias-ed-11/411 – em background enquanto fazia outras tarefas. Então, esperado não ter “moscado” em alguma fala do Programa.

    (1) Desde o ano retrasado, quando soube deste evento na Disney, ficava me perguntando o porquê da supremacia brasileira (ora Bastos, ora Costa como campeões) nos últimos 10 anos já que sempre nestas provas de fundo a gente se acostumou a ouvir os atletas de nações africanas como os mais frequentes vencedores de forma esmagadora.
    E outra, acompanhando as colocações dos atletas, não cansei de ver atletas norte-americanos à torto e à direito mesmo virando páginas e páginas do site. – No programa “Corrida no Ar – Notícias: ed. #11” foram feitas as colocações para este meu questionamento.

    (2) E para aqueles de nações africanas que, digamos, são “elite B”, ainda assim não valeria à pena uma vitória ou na Meia ou na Maratona Disney??? – Não me lembro, no Programa, de alguém ter mencionado isto.

    (3) Solonei, Marilson, Caldeira, atletas da Equipe Pé-de-vento entre outros de ponta, mesmo sem premiação, será que não gostariam de vencer esta prova? – Não me lembro, no Programa, de alguém ter mencionado isto.

    Conjectura. Vai que um dia a Organização da Disney resolva começar a premiar…

    ========================================================
    Acompanhei o “Dobradinha brasileira [Disney 2014]” – http://www.webrun.com.br/home/v/dobradinha-brasileira-disney-2014/410

    Quem sou eu para dizer qual atleta deveria ou não ganhar esta ou aquela prova, mas depois de ouvir a partir de (2:14~2:15), se alguém me perguntasse quem eu escolheria para vencedor da prova, diria Adriano Bastos. Pela iniciativa em ter arriscado. Após o fim da prova, e fazendo uma releitura deste fato, pareceu que ele, corajosamente, se incorporou um “boi de piranha” em prol de terceiro. Ele foi em busca do guatemalteco, fez “bater o pino”, fundiu seu próprio motor, deu passagem para o Fredison e como prêmio pela ousadia ganhou o 2º lugar ao contrário do que ele mesmo falou que “caiu em seu colo”. Esta foi a minha leitura em cima desta estrevista.

    ========================================================
    Não entendo. Equipe em corrida solo???
    Até entendo em Mundial e Olimpíadas, até mesmo porque na abertura e encerramento tem toda aquela solenidade formal das Nações, quadro de medalhas etc. Mas corrida solo??? Passando a milhas de um julgamento. Corrida solo não vejo como Brasil, na minha concepção! Vejo como fulano, sicrano ou beltrano. Apenas isto.

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: