As Meias Maratonas no Brasil em 2013

Com enorme colaboração do meu amigo Nelson Evêncio (presidente da ATC-SP), fizemos um levantamento dos dados das Meias Maratonas brasileiras em 2013. Fiz um infográfico que você pode ver aqui. O que há de mais importante:

– Foram quase 75.000 concluintes, um aumento de 6,4% comparado a 2012. São quase 2 milhões nos EUA!
– Esse crescimento de 6,4% é menor que os 10,4% do período 2011-2012;
– Dos concluintes, 22,8% são mulheres. Nos EUA, elas são 60%!
– a Meia da Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro é a prova mais feminina (39,3%) do país;
– das 10 maiores, a Meia Maratona das Cataratas do Iguaçú foi a que mais cresceu (25,1%) e a Meia Maratona Internacional de São Paulo (Yescom) a que mais encolheu (-14,2%);
– Os 22,8% de presença feminina são quase nada melhores que os 20,7% de 2011 e 21,1% de 2012. Porém elas vêm crescendo mais que os homens (14,3% vs 4,3%);
– nossa maior prova seria a 30ª no mundo e a 20ª nos EUA em 2012. Ou seja, engatinhamos no tamanho das nossas provas;
– a Golden Four ASICS de Brasília em 7º lugar no ranking das maiores é a maior prova fora do eixo Rio-SP.
– a Meia Maratona das Cataratas do Iguaçú (8ª) é a maior na Região Sul e também em uma não-capital;
– a Meia Maratona Internacional de Belo Horizonte (12ª) e a Meia Maratona Iguatemi Salvador Farol a Farol (15ª) são outras grandes fora do eixo;
– a Golden Four ASICS Porto Alegre (19ª) foi a maior inaugural (1.150 concluintes). *em 2012 havia sido a Meia de Sampa (1.319);
– ao todo foram 54 provas, cinco a menos que 2012.

Por fim, reforço o convite para ver o infográfico preparado com os números.

2014: pra não dizer que não falei de flores, impossível não falar do que vem em 2014. A maior novidade é sem dúvida as 6 provas da Mizuno e uma Meia da adidas. O que eu acho? Tenho certeza que haverá um crescimento nos concluintes, mas a um preço de “canibalismo”.

No Brasil temos a peculiaridade de inúmeras provas na mesma praça (as 6 maiores do país estão em SP ou Rio!), algo que não acontece na Europa e EUA. BH já teve muitas. Porto Alegre tem demasiadamente muitas. Rio e SP absorvem melhor, mas há um excesso. Buenos Aires só duas. Viu só?

E antes que falemos dessa bobagem de “guerra de marcas”, não custa lembrar que muita coisa do calendário é feita no escuro, escolhida por burocratas de prefeituras e com ONG famosa que tem “Corredores” no nome jogando fortemente contra. Se há conflito de datas, lembremos que os domingos elegíveis são poucos e as Meias cerca de 60.

.

Etiquetado , , ,

35 pensamentos sobre “As Meias Maratonas no Brasil em 2013

  1. Hélio Shiino disse:

    Juro que pensava que a Meia da Mizuno fosse cobrar uma inscrição com no mínimo 3 dígitos do Real. Não sei o que poderá vir pela frente – pré-prova, prova e pós-prova – mas a inscrição foi de R$85,00 líquidos! (digo líquido pois há inscrições que embutem “encargos socias etc” no preço final e não o que é divulgado na página de apresentação)

    Meia da Adidas?!?!?! Será que “papei mosca”???? Que Meia da Adidas é esta???

    Curtir

  2. Luis Oliveira @slowatforty disse:

    Juro que fico perplexo com esta linha de argumentação (já vi mais gente falando isso). Quer dizer que existe “excesso” de provas, mesmo que o número de concluintes continue subindo e mais e mais provas estejam sendo criadas?

    Tenho uma proposta revolucionária, Balu: deixa o mercado de corrida achar o número de meia-maratonas de equilíbrio. Que tal?

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Para! E eu lá vou ser contra o mercado regulamentar?!? Uma coisa é vc decidir num ambiente fechado qtos eventos vc vai organizar. Outra é vc utilizar um espaço público (ruas e avenidas). Os maiores mercados (países BEM mais liberais que o nosso) deixam que a cidade receba 1-2 Meias POR ANO. Nos EUA estão PROIBINDO corridas na rua porque todo mundo quer mta corrida, mas ninguém quer que ela passe todo domingo em frente à sua residência. Se vc liberar qq um fazer Feira, micareta, Pelada de Rua onde cada um quiser, haverá caos. Como não há regulamentação do mercado, há um excesso. Simples assim.

      Curtir

      • Luis Oliveira @slowatforty disse:

        Mas Balu, o texto trata do excesso “esportivo” de corridas, não do excesso “cidadão” (vomitei um pouquinho enquanto escrevia isso). E as reclamações que leio nas midias sociais (vomitei mais um pouquinho) são contra a coincidência de datas, não contra o uso da infra.

        Mas já que este é O ponto, é fácil resolver, bastar fazer um leilão de datas. Por exemplo, quer fazer uma Meia em Floripa em Junho? Entra na licitação eletrônica e diz o preço que tu paga pela licença de uso da Avenida Beira Mar. Leilão aberto, com concorrência.

        Agora, aconchego de prefeito pra “organizar” calendário? Os caras não conseguem nem tapar buraco.

        Curtir

      • Danilo Balu disse:

        Só reclama em rede sociais contra a coincidência de datas quem nunca organizou uma reunião pra mais de 5 convidados. Os domingos são finitos e as provas são mtas. É bobagem e tola essa pauta.

        E quem disse que sou contra um leilão? Contra uma exigência a se cumprir? O prefeito não tem que entender de corrida, mas tem que ter um secretário de Turismo que veja a corrida como gerador de receita. Dou 2 exemplos mto felizes com o qual concordo mto: só há 1 dia POR ANO que a Paulista e a Pampulha (volta inteira) são fechadas para corridas.

        Curtir

  3. Meias maratonas, é minha distância favorita, e este ano farei algumas, Floripa (a de março), Corpore, Joinville. Até na minha cidade tem uma que já está na terceira edição, meia maratona de Riomafra, agora dia 17/02. E tem uma maratona nova no pedaço: Maratona do Estado do Rio Grande do Sul – 14/09/2014 – Corpa.

    Curtir

  4. E cadê a lista com as 54 meias prá gente conferir?

    Curtir

    • Olá Leonardo, se quiser maiores detalhes, por favor, entre em contato comigo que podemos te vender estes dados. Abraços Nelson Evêncio nelsonevencio@terra.com.br

      Curtir

      • Imagino o trabalho que tiveram para levar isto mas não tenho interesse em comprar não. Eu não compro nem tênis de corrida quanto mais dados! rsrs
        Bem, meu interesse nos dados brutos nem era saber o número de concluintes mas a localização geográfica delas.
        Falta, ou eu não conheço, um calendário nacional decente. Os da Contra-Relógio e do WebRun são meia-boca, muito centrados em SP. O melhor que tinha era o da Acorremar que parou de ser atualizado. O resto são o calendários dos concentradores/vendedores de inscrições, vendendo o próprio peixe.
        Em 2013, com apenas uma meia aqui em BH, acabei indo em outras 3 por proximidade geográfica: Corpore/SP, Meia Shopping a Shopping/ES e Juiz de Fora/MG. Assim, meu interesse era ver se achava outra que não vi nos calendários 2013 e que pudesse se repetir em 2014.

        Curtir

      • nogrun disse:

        Olá Evêncio.
        Estou lendo algumas postagens antigas aqui do blog e o teu post me chamou a atenção.

        Porque você oferece os dados para compra? No caso, a lista com as 54 meias-maratonas.

        Vejo duas possibilidas:
        1) porque se trata de uma informação proprietária, ou seja, a lista de meias-maratonas tem um dono (se sim, quem seria e porquê)?
        2) ou porque você estaria colocando a venda o esforço que teve em reunir esses dados, coisa que outra pessoa com a mesma capacidade/tempo/paciência/determinação poderia ter feito?

        Não me leve a mal, apenas fiquei curioso com a oferta e achei essa questão relevante de ser esclarecida. Tem relação com a ATC-SP?

        abraços
        Paulo

        Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Tente este calendário aqui… é o que eu uso, pra mim o melhor de todos:

      https://apps.facebook.com/agendacorridas/

      Curtir

  5. Alex Cysne disse:

    Participei da farolfarol do ano passado e a prova melhora muito. poderia apenas largar mais cedo, pois a época que ela é realizada salvador já está bem quente.

    Curtir

  6. Ale.Augusto disse:

    Poxa, muito bom esse infográfico. Parabéns, deve ter dado um trabalhao pra juntar toda essa informacao. Obrigado por compartilhar esses dados com nós leitores.

    Esse assunto é muito polemico, a quantidade de corridas. Ja que nao existe regulamentacao, o grande numero de corridas existentes hoje possibilita o atleta a escolher aquela que mais agrada cada um. Acho que é isso que a maioria faz hoje: escolho a corrida baseada no percurso, preco, data/horario, kit, organizacao, etc. As vezes voce quer muito participar, mas fica impossilitado por causa do custo envolvido. Outras vezes a inscricao é acessivel mas a largada é 9h.

    É dificil. Estamos muito longes das grandes provas internacionais. Pode ter 50, 60 ou 100 provas aqui durante o ano na mesma cidade. Porem da pra contar nos dedos de 1 mao, quantas dessas a maioria dos participantes diriam: “essa prova foi boa. Valeu a pena”

    Curtir

    • Danilo Balu disse:

      Mas vc não pode esquecer nunca que as provas bem feitas lá fora atraem turistas ($$$$), qdo vc tem prova pra meia dúzia, vc tem a privatização de um bem público por parte de um 3o que não precisa nem pagar aluguel.

      Curtir

  7. Enio Augusto disse:

    Em Floripa temos duas, em março e em junho.
    Acho que é um bom número.
    E em setembro deve ter a Meia Maratona de São José, cidade grudada em Floripa.
    No caso, 3 na grande Floripa.
    Ainda temos um em Balneario Camboriu em abril, em Pomerode em outubro e Joinville em abril.
    Em fevereiro, tem a Meia Rio Negro Mafra
    Acho que é isso.

    Curtir

  8. Balu e Nelson, obrigado pelas informações, ficou muito legal! Como já disseram o assunto é polêmico, mas quando a discussão é construtiva a chance de sair coisa boa é grande!!! Minha opinião é que HAJA SIM um limite, além de estarmos falando de uma via pública como já citaram, se não houver restrições vira bagunça e muitos tentarão se aventurar nessa modalidade de “negócio”. Vou além, além de reduzir acho que diversas provas deveriam exigir índice para participação, os “amadores esforçados” não tem privilégio nenhum se comparado aquele amador que treina quando quer e participa da prova mais pra passear, pra isso temos diversos parques. Ou no mínimo fazer acontecer uma largada em ondas… acho que temos que começar a olhar mais para qualidade invés de quantidade. Grande abraço e bom treino pessoal!!!

    Curtir

    • As novas meias maratonas da Mizuno tem índice pra Elite B: Homens: 45 min nos 10 km, 1:10 nos 16 km, 1:30 na meia e 3:20 na maratona. Achei os índices um pouco desproporcionais, pois 45 min nos 10 km é muito mais fácil do que 1:30 na meia, mas enfim, vai ser legal pra quem quer largar na frente, mas o número de atletas na elite B é limitado a 540.

      Curtir

      • Julio, que boa notícia! Concordo com você quanto aos índices! No final de 2013 fiz os 15K da NB aqui em São Paulo, a prova exigia indice também e foi uma experiência muito agradável, com kit bem montado e boa organização, ótimo custo benefício! Mesmo com um número reduzido vejo como uma boa iniciativa, tomara que essa moda pegue!!!

        Curtir

      • Danilo Balu disse:

        45min nos 10km dá projeção de 1h35 na Meia…. mto desproporcional. MTO.

        Curtir

  9. Em Salvador teremos, pelo menos, 3 meias esse ano: Meia Maratona da Bahia (01/06), a Mizuno Half Marathon (28/09) e a Meia Maratona Farol a Farol (12/10), uma maratona (24/08) e dezenas de provas de 5km e 10km que utilizam partes do mesmo trajeto.

    Curtir

  10. Muito bacana o infográfico. Achei interessante esses números, tinha a impressão que o crescimento de concluintes de um ano para outro seria bem maior.

    Aqui em Brasília já tínhamos 03 meia oficiais:

    – A Meia das Pontes em fevereiro, esse ano vai para sua 5ª edição. Ela tem o percurso mais bonito de todas e uma altimetria desafiante. Em 2013 foram 1.204 concluintes;

    – A Meia Internacional Caixa de Brasília, eu não achei no infográfico. Ela acontece em abril, vai para a 15ª edição em 2014 (!). Ano passado teve 633 concluintes;

    – e a maior de todas, com um percurso bem rápido, acontece em novembro. A Golden Four Asics. Essa eu acredito que tem potencial para crescer ainda mais, pois no ano passado as inscrições se esgotaram com muita antecedência. Não sei qual seria o limite técnico, mas com certeza muita gente ficou de fora porque deixou para última hora;

    Com a nova Mizuno 13.1 Half Marathon em outubro serão 4 provas aqui na capital. Isso sem contar a maratona e os revezamentos que possuem meias como opção. Começo a achar muito para Brasília. A cidade tem muitos corredores, mas para termos provas de 21k grandes para o padrão brasileiro (mais de 2 mil concluinte), tem que vim gente de fora.

    Ótimos post Balu. O debate sobre o excesso de provas é saudável.

    Ps.: Fiquei com a mesma dúvida do Helio, que meia da Adidas é essa?

    Curtir

  11. Luis Oliveira @slowatforty disse:

    [Não dá pra retrucar lá em cima, em tenho que começar um novo thread]

    Gostaria de ter a mesma fé que você na capacidade estatal de organizar as coisas (mentira retórica, não gostaria não). Mas quando se vê coisas muito mais básicas, serviços públicos muito mais essenciais, concessões muito mais sensíveis, sendo tratadas com a costumeira eficiência dos gestores públicos, fico até um pouco contente que o mercado de corridas seja esse velho oeste.

    Se tivermos sorte teremos ainda alguns anos antes que o clamor dos atletas por mais regulamentação leve ao fim de todas as coisas no Brasil, a esclerose precoce, a decadencia das coisas que nunca chegaram ao apogeu.

    Curtir

  12. Sobre meia maratona, olhem que interessante um ítem do Regulamento da meia de Joinville, a ser realizada no dia 27/04/2014:

    ” – Haverá uma zona de CORTE no km 15, onde os atletas que chegarem após o tempo de 1:45 serão convidados a se retirar do percurso para preservação da integridade física do participante e bom andamento da prova.”

    Curtir

  13. Hélio Shiino disse:

    Leonardo “Pés Descalços” Liporati,

    Veja se estes 2 links abaixo lhe ajudará.

    Neste – http://www.assessocor.com.br/Eventos_pelo_Brasil.aspx?page=1&sort=default#Calendario – você se cansará de tanto ver corridas de 5k e 10k porque no Brasil tem zilhões destas corridas por metro quadrado.

    E este – http://www.correrpelomundo.com.br/2013/12/programando-as-provas-de-2014-brasil/ – você faz um complemento ao link anterior.

    Também faço garimpagem de Meias, mas as Meias de verdade, com algo próximo dos 21.097 metros.

    Curtir

    • Sobre calendário, venho observando o aumento do número de provas aos sábados, na parte da noite ou mesmo à tarde. Em dezembro fiz uma prova sábado à tarde em São Francisco do Sul-SC, e agora em janeiro tenho outra prova que colocaram num sábado. Não acho ruim não, desde que não seja muito tarde. Pra mim com largada até às 18:00 hrs está legal. Fizeram uma corrida aqui na minha cidade com largada às 21:00 hrs, não tive ânimo nem pra ir assistir.

      Curtir

  14. […] O que dizer? Primeiro da paixão deles pela distância. Nosso corredor ainda é inexperiente e está nos 10km como prova preferida. Neste texto aqui eu discuti o cenário brasileiro com números das Meias Maratonas por aqui em 2013. […]

    Curtir

  15. […] o tamanho do seu sonho em uma Meia Maratona? No Brasil em 2013 foram cerca de 75.000 concluintes nos 21km. Cada um tem sua história! Desde aquele que corre para ganhar a prova, e consequentemente seu […]

    Curtir

Duvido você deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: